X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Operações da PM neste fim de semana vão contar com drones e novos radares

| 14/08/2021 14:03 h

Policiais preparam leitor de placas de veículos para blitze do fim de semana
Policiais preparam leitor de placas de veículos para blitze do fim de semana |  Foto: Divulgação / PMES

O Batalhão da Polícia de Trânsito (BPTran) vai contar com cinco tecnologias diferentes para flagrar motoristas infratores e circulando com veículo irregular pelas vias do Estado.

Excesso de velocidade, embriaguez e carros com licenciamento e IPVA atrasados são algumas das irregularidades que podem ser identificadas nas operações deste final de semana.

A tecnologia mais recente é a versão móvel do Optical Caracteres Reader, mais conhecido como OCR, sigla em inglês para Leitor Ótico de Caracteres.

O aparelho é acoplado no teto das viaturas para fazer a leitura da placa dos veículos que estão na via. O sistema é capaz de ler a placa e identificar, em tempo real, irregularidades criminais, como furto e roubo, ou administrativas, como a falta do pagamento do licenciamento, que é obrigatório.

Dirigir veículo com licenciamento atrasado é uma infração gravíssima, com previsão de multa no valor de R$ 293,47, sete pontos na carteira e apreensão do veículo.

“O equipamento vai mostrar se é um veículo que pode circular. Se for flagrado circulando, será abordado para a aplicação das medidas cabíveis. É um equipamento que impulsiona a qualidade da fiscalização, trazendo uma abrangência maior”, ressaltou o capitão Anthony Moraes Costa, do BPTran.

O equipamento foi adquirido em parceria com o Detran-ES. Existe ainda uma outra versão do leitor, com a mesma finalidade, mas que fica instalado em um ponto fixo da fiscalização.

Outra novidade é o radar portátil para flagrar veículos com excesso de velocidade. O equipamento fica na mão dos policiais e identifica um veículo em até 300 metros.

Os policiais também vão ficar de olho nos condutores que fogem das blitze. Para isso, serão utilizados drones, segundo o capitão Anthony. “Ele traz um apanhado mais amplo do que nossa visão em terra”.

O capitão ressalta, ainda, que os bafômetros ativos e passivos voltaram a ser utilizados normalmente para flagrar motoristas embriagados. Durante a pandemia da covid, a utilização ficou mais restrita por conta do possível risco de contaminação.


SAIBA MAIS Equipamento identifica veículo irregular


OCR móvel

  • O Optical Caracteres Reader é conhecido como OCR, sigla em inglês para Leitor Ótico de Caracteres.
  • O equipamento fica no teto das viaturas para fazer a leitura da placa de veículos em tempo real.
  • O sistema lê a placa e identifica irregularidades criminais, como roubo, e administrativas, como a falta do pagamento do licenciamento e IPVA.

OCR fixo

  • Funciona com a mesma tecnologia e finalidade do OCR móvel, mas esse fica em um ponto fixo da blitz para flagrar os veículos que passam por ela.

Radar portátil

  • O equipamento novo para a PM fica na mão dos militares, apontado para a pista com o objetivo de flagrar veículos com excesso de velocidade

Drone

  • O veículo aéreo não tripulado será utilizado para flagrar motoristas que estão fugindo da fiscalização.

Bafômetro

  • Os dois tipos de bafômetros (passivo e ativo) voltaram a ser utilizados normalmente.

Fonte: Batalhão de Trânsito da PM.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS