X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Capixaba de 24 anos é nova aposta da moda

Após enfrentar dificuldades, Rudmyla Gaia, de Jaguaré, está brilhando como modelo. Sonho agora é fazer sucesso em Milão

Marcos Barcelos, do jornal A Tribuna | 17/06/2022 16:36 h

Nascida em um pequeno distrito da cidade de Jaguaré, norte do Estado, a jovem Rudmyla Gaya, 23 anos, sempre teve um sonho: ser modelo profissional
Nascida em um pequeno distrito da cidade de Jaguaré, norte do Estado, a jovem Rudmyla Gaya, 23 anos, sempre teve um sonho: ser modelo profissional |  Foto: DIVULGAÇÃO/LINDA DE MORRER
 

Do interior de Jaguaré, Norte do Estado, para o mundo! A trajetória da modelo Rudmyla Gaia Rodrigues, de 24 anos, está ganhando destaque internacional. Ela já sabe até o destino dos sonhos: Milão, na Itália, a capital da moda.

Segundo Gaia, o início de trajetória foi bastante complicado, mas contou com a ajuda dos pais.

Aos sete anos de idade, Rudmyla mudou-se com seus pais para a Grande Vitória, para ficar mais perto do objetivo.
Aos sete anos de idade, Rudmyla mudou-se com seus pais para a Grande Vitória, para ficar mais perto do objetivo. |  Foto: Sergio Zani
 

“Foi muito difícil, meus pais lutaram para conquistar as coisas aos poucos. Nunca tiveram condições financeiras, mas tentavam me ajudar sempre no que podia. Minha mãe até fez rifa para ajudar a fazer o book”, revela a modelo.

A  primeira oportunidade de trabalho que Gaia teve foi há cerca de dois anos com a Luísa Meirelles, marca de roupas que, segundo ela, abriu portas importantes.

“Nunca tinha viajado de avião. Fiquei muito feliz, pois fui em Búzios, no Rio de Janeiro, e serviu também como passeio, pois  eu nunca tinha saído do Espírito Santo. Deu para entender como é o mundo da moda”.

Atualmente, a modelo mora em São Paulo, mas até chegar lá passou por dificuldades que quase a fizeram  desistir.

“Fui modelo de uma agência cujo dono eu descobri depois que foi acusado de assédio. Além disso, ele não me pagava. Passei a atuar de forma independente e foi muito difícil, pois não tinha muita noção de valores de mercado. Passei dificuldades e pensei em largar o sonho”.

A modelo capixaba Gaia em recente campanha em São Paulo
A modelo capixaba Gaia em recente campanha em São Paulo |  Foto: Andy Models / Morina Fashion
 

Porém, uma ida ao México fez ela  focar mais na carreira. Lá, a modelo fez um comercial para a Pantene, marca de cosméticos.

“Quase pensei em desistir novamente, porque é difícil viver longe da família. Mas assim que comecei a pegar marcas grandes, como Arezzo, Farm, NK Store e outras, a carreira engrenou”.

Gaia revela que, ainda neste ano, vai fazer um tour internacional e sonha em ir para Milão seguir carreira. “O mundo da moda acontece lá. É para onde a maioria das modelos querem ir”.

Segundo o agente da modelo, Andy Bonella, a virada de chave aconteceu por conta de melhorias no gerenciamento de carreira.

“Depois que começamos a posicioná-la no mercado, ela tem se tornado uma queridinha do mercado fashion. Ela tem todo o charme para conquistar o seu espaço”.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS