X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Maior sucuri do mundo na Amazônia

Cientistas afirmam ter encontrado uma nova espécie da cobra, com quase oito metros de comprimento e cerca de 200 quilos



Imagem ilustrativa da imagem Maior sucuri do mundo na Amazônia
O professor Freek Vonk diz que a cabeça da cobra gigante é equivalente à de um homem adulto |  Foto: Reprodução/ Instagram

Cientistas relataram ter encontrado na Amazônia, na porção norte da América do Sul, a maior cobra do mundo já registrada: uma nova espécie de sucuri, com quase oito metros de comprimento e pesando cerca de 200 quilos.

A nova espécie de sucuri-verde (também chamada de anaconda verde) foi demonstrada pelo apresentador de TV professor Freek Vonk, que estava acompanhado de um grupo de cientistas, para uma nova série sobre vida selvagem.

A cobra é tão grossa quanto um pneu de um carro e tem uma cabeça do tamanho da de um ser humano, informaram os pesquisadores. “Ela é como um monstro, parece um ser mitológico”, afirmou o professor, que também é cientista.

Até o momento, apenas uma espécie de sucuri-verde havia sido reconhecida na Amazônia, e seu tamanho chegava a, no máximo, sete metros de comprimento.

Vonk fez um post revelando a novidade em seu perfil no Instagram. A espécie foi apresentada em um estudo publicado na última sexta-feira na revista científica Diversity.

“Descobrimos que a maior espécie de cobra do mundo, a anaconda verde, como todos a conhecemos pelos filmes e por todas as histórias sobre cobras gigantes- corresponde, na verdade, a duas espécies diferentes”, disse Vonk.

Segundo o professor, que apresenta programas de TV sobre vida selvagem, as sucuris-verdes que ocorrem ao norte de sua distribuição na América do Sul parecem pertencer a uma espécie completamente diferente.

Ou seja, a população de anacondas verdes do norte na bacia do Orinoco (Equador, Colômbia, Venezuela, Trinidad, Guiana, Suriname) é uma espécie separada, distinta da encontrada no Sul (Peru, Colômbia, Bolivia e Brasil). Apenas na Guiana Francesa as duas espécies parecem coexistir. A localização da cobra gigante catalogada no estudo não foi especificada.

Embora pareçam quase idênticas à primeira vista, a diferença genética entre as sucuris do norte e as do sul é de 5,5%, o que é muito significativo.

Apesar de recém-descoberta, a nova espécie já está sob ameaça. “A região amazônica está sob forte pressão devido às mudanças climáticas e ao desmatamento contínuo. A sobrevivência destas cobras gigantes está intimamente ligada à proteção do seu habitat natural”.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: