X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Aeronave de pequeno porte cai em local de mata fechada em SC e deixa 2 mortos


Uma aeronave de pequeno porte de matrícula PS-BDW que desapareceu na segunda-feira, 3, em Santa Catarina, de acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), foi localizada na madrugada desta terça-feira, 4, segundo confirmou o Corpo de Bombeiros catarinense. O avião havia desaparecido em área de mata entre a divisa de Garuva com Itapoá. Não há sobreviventes. Inicialmente a informação é que são duas vítimas.

"A corporação está com duas equipes no local, a de Garuva e a de Itapoá, visto que é um local de mata fechada, ribanceira e será necessário este apoio para retirada das vítimas do interior da aeronave", disse os bombeiros.

A aeronave partiu de Governador Valadares, em Minas Gerais, e tinha como destino Florianópolis, em Santa Catarina.

"Ainda por motivos desconhecidos, a aeronave optou por descer no Aeroporto de Joinville, quando acabou arremetendo, vindo posteriormente a cair na localidade de barrancos, que é uma região limítrofe entre os municípios de Garuva e Itapoá. Infelizmente, não houve sobreviventes na queda", afirma o capitão Ricardo Aberto Dummel do 7°BBM.

Segundo ele, uma caminhonete com apoio do Corpo de Bombeiros de Itapoá e do Instituto Geral de Perícias do Estado de Santa Catarina (IGP-SC) foi ao local onde estão os destroços do avião para realizar a perícia e fazer, posteriormente, a retirada das vítimas ainda não identificadas.

Além da Polícia Científica, a Polícia Militar também foi acionada. A FAB também esteve no local para ajudar na localização do avião.

"Uma aeronave SC-105 Amazonas, do Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (2°/10° GAV) - Esquadrão Pelicano, e um helicóptero H-36 Caracal, do Terceiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (3°/8° GAV) - Esquadrão Puma, foram acionados para ajudar nas buscas", disse a FAB.

O SC-105 Amazonas possui um radar capaz de realizar buscas sobre terra ou mar, com alcance de até 360 quilômetros. "Um sistema de comunicação via satélite também permite o contato com outras aeronaves ou centros de coordenação de salvamento (Salvaero), mesmo em voos a baixa altura", afirma.

Ainda de acordo com a FAB, o H-36 Caracal, por sua vez, desempenha papel fundamental em operações de resgate, agindo com precisão em ambientes desafiadores. "A aeronave é conhecida por sua adaptabilidade em diferentes cenários operacionais."

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: