Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

MDB e Republicanos: dobradinha?

| 18/01/2020, 00:02 00:02 h | Atualizado em 20/01/2020, 17:36

O presidente do MDB-ES, Lelo Coimbra, vai se reunir na próxima segunda-feira com o presidente estadual dos Republicanos, Roberto Carneiro, e com o deputado federal Amaro Neto.

Na pauta, as articulações dos dois partidos para as disputas a prefeito de Vitória e Vila Velha e sobre a possibilidade de uma aliança: se o pré-candidato dos Republicanos a prefeito de Vila Velha, deputado Hudson Leal, não se viabilizar na pesquisa, o partido poderá apoiar o deputado Hércules Silveira (MDB). Em troca, o MDB apoiaria o federal Amaro Neto (Republicanos) na disputa pela Prefeitura de Vitória.

A possibilidade de uma dobradinha entre os dois partidos já tinha sido ventilada e ganhou mais peso após Hércules postar, em suas redes sociais, uma foto com Amaro e com a legenda: “Juntos por Vila Velha”. O post chegou a gerar constrangimento dentro dos Republicanos e com Hudson.

“Vou para o 2º turno”

O deputado Hudson Leal (Republicanos) garantiu que é pré-candidato a prefeito de Vila Velha e ontem se reuniu com os líderes do partido. “Tenho até a convenção para pontuar nas pesquisas. Vou conseguir, vou disputar e vou para o 2º turno”, disse Hudson. Sobre a foto de Amaro com Hércules, minimizou: “Amaro tira foto com todo mundo”.

Funil em março

A lista com mais de 60 pré-candidatos a prefeitos só da Grande Vitória deve afunilar com a chegada da janela partidária, que começa em 5 de março e vai até 3 de abril. O mês da “infidelidade”, quando pré-candidatos com mandato podem mudar de legenda sem perder o mandato, deve sinalizar quais partidos terão realmente nome para a disputa de outubro.

Adesivos em carros oficiais

O setor de Transporte da Assembleia entregou ontem dois adesivos para cada um dos 30 gabinetes dos deputados e, por meio de ofício, informou que os carros devem ser adesivados até amanhã.
Ofício diz que a medida cumpre decisão do Tribunal de Contas, que determinou a identificação dos veículos oficiais. A coluna já noticiou que apenas três carros dos parlamentares tinham identificação.

Tolerância zero

O governador, assim como outros políticos, se pronunciou sobre as falas, de cunho nazista, do então secretário de Cultura do governo federal. “Qualquer ameaça à democracia deve ser repudiada e banida com veemência”, disse Casagrande, ao afirmar que Bolsonaro agiu com rapidez ao demitir o secretário.

“Nós fizemos o convite, estamos esperando”

O PP confirmou que fez o convite para o ex-prefeito Luiz Paulo Vellozo Lucas migrar para o partido – hoje ele está no Cidadania – e disputar a Prefeitura de Vitória, segundo noticiou ontem com exclusividade a coluna Plenário. “Nós o convidamos e ele está pensando, mas já nos disse que sai do Cidadania. O convite foi feito e estamos aguardando”, disse o presidente do PP de Vitória, Marcos Delmaestro. O PP, que tem tempo de TV estimado em 1 minuto e 47 segundos para a campanha, pretende ter candidatura própria.

Galeria

Meia-volta

Políticos que acompanharam o governador em agenda no Sul do Estado ontem tiveram dificuldade para voltar a Vitória após barreira cair na BR-101, na altura de Atílio Vivácqua.

Abrigo aos enfermos

Recebeu parecer favorável da Procuradoria da Assembleia projeto do deputado Lorenzo Pazolini que cria as “casas de passagem” no Estado para acolhimento de pacientes que precisam de tratamento médico ou ambulatorial fora de seus domicílios.

Louvada seja a imprensa!

E foi a imprensa brasileira quem mostrou que o pronunciamento do agora ex-secretário da Cultura Roberto Alvim era um “copia e cola” do discurso do ministro da propaganda do governo de Adolf Hitler.

Oscar de papelão

Vai para Roberto Alvim que ouviu do próprio mentor, Olavo de Carvalho, que “não está bem da cabeça”.

MATÉRIAS RELACIONADAS