Login

Atualize seus dados

AT em Família Especial

Exames ajudam no diagnóstico

23/09/2021 17:31:47 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Exames ajudam no diagnóstico

Os cuidados com a saúde não devem ser restringidos apenas aos momentos em que o corpo sinaliza que algo está errado. Por isso, a Bio Scan preza pela atenção preventiva, através de exames que identificam precocemente qualquer indício de doenças.

Imagem ilustrativa da imagem Exames ajudam no diagnóstico

Faltando menos de duas semanas para o início da campanha Outubro Rosa, o momento desperta o olhar para a saúde da mulher. A campanha internacional desenvolve um trabalho importante na conscientização dos exames para detecção de câncer de mama.

Entretanto, é preciso aproveitar essa campanha para alertar todas as mulheres para as outras doenças mais comuns de acordo com a faixa etária e os demais exames que devem ser realizados pelo menos uma vez por ano.

Fazer um check-up anual e realizar os exames conforme as orientações do seu médico, como, por exemplo, mamografia, ultrassonografia, densitometria, entre outros, não só previne alguns tipos de doenças como também detecta lesões iniciais, ainda sem sintomas clínicos, como o câncer de mama, possibilitando tratamento precoce e, muitas vezes, até a cura.

Os tipos de exames variam conforme a faixa etária e as indicações clínicas. Por isso, devem sempre ser feitos segundo a orientação de seu médico.

Entre os exames mais comuns estão o preventivo para câncer de colo uterino, exames de sangue e os exames de imagem.

A Bio Scan disponibiliza todos os exames de imagens, como ultrassonografia de mama, endovaginal, abdominal, mamografia, densitometria, tomografia computadorizada, ressonância magnética e raios-x.

Para alertar a paciente e não deixá-la esquecer de fazer seu check-up anual, é muito importante essa campanha do Outubro Rosa, e nesta ocasião a empresa ressalta que oferece condições especiais para realização dos exames.

Exames indicados conforme a sua idade

Imagem ilustrativa da imagem Exames ajudam no diagnóstico

Cuidados em cada fase da vida

  • Com menos de 20 anos

Além da avaliação clínica completa, o médico pode solicitar sorologias, exames laboratoriais e, se for o caso, também de imagem.

O ultrassom ou transvaginal avalia os ovários, a parede uterina e o endométrio. O preventivo, chamado de papanicolau, também é indispensável e pode identificar câncer uterino.

  • Entre 20 e 30 anos

Os exames anteriores se mantêm e passam a ser recomendados mais outros, como a ultrassonografia das mamas. Quando já é possível palpar nódulos na mama, significa que já tem um tamanho relevante. O ideal é diagnosticar eventuais problemas o mais precoce possível.

  • Entre 31 e 40 anos

Nessa faixa etária, as mulheres iniciam as pesquisas para identificar o HPV e começam a fazer o controle da tireoide, por meio da verificação da dosagem dos hormônios tireoidianos (T3, T4 e TSH) e exames complementares, como uma ultrassonografia da tireoide, cintilografia ou biópsia.

  • Entre 41 e 50 anos

A mamografia passa a ser o exame mais indicado para detecção de tumores de mama e deve ser realizado anualmente até aproximadamente os 75 anos.

  • Com mais de 51 anos

O check-up anual passa a contar com a realização de uma densitometria óssea para diagnosticar a presença de osteoporose e osteopenia. Além disso, passam a ser recomendados exames cardiológicos, como eletrocardiograma. Ainda são recomendados o teste ergométrico e do ecodopplercardiograma.


Tire suas dúvidas

Ideal é fazer avaliação completa todo ano

1 Com que idade a mulher deve começar a fazer um check-up anual?

Deve começar no início da vida reprodutiva da mulher, ou seja, junto com a primeira menstruação. E permanece por toda a vida. O que muda são os tipos de avaliações em cada fase da vida. O recomendado para mulheres saudáveis é fazer uma avaliação completa por ano.

2 Por que fazer a mamografia e não ultrassom nas mamas?

O ultrassom de mama é feito em pacientes mais jovens, nas quais ainda não é usada a mamografia. Para elas, que ainda têm muitas glândulas nos seios, esse exame ainda não é indicado. A mamografia passa a ser recomendada a partir dos 40 anos.

Imagem ilustrativa da imagem Exames ajudam no diagnóstico

3 Preciso fazer ultrassom endovaginal mesmo já tendo feito o preventivo?

O exame preventivo é essencial para a detecção do tumor de câncer uterino, então ele foca nas células. Já o endovaginal avalia a cavidade uterina, as paredes do útero e os ovários e ajuda a identificar distúrbios, miomas e outros problemas. Portanto, também é necessário.

4 Quando fazer a ressonância magnética? Deve ser periodicamente?

A ressonância é um exame com alta precisão. Então é indicado em situações quando a paciente apresenta sintomas que despertam suspeita de doenças, como a endometriose, por exemplo.

5 A densitometria óssea é indicada apenas para idosas?

Não. Além de identificar casos de osteoporose, esse exame também avalia massa magra e massa gorda, sendo indicado também para pacientes mais jovens, especialmente após perda de peso em paciente obesos, que passam por bariátria, atletas de alta performance, quem tem doença metabólica ou outra condição que possa levar à osteoporose precoce.

6 Devo fazer exames mesmo quando não tenho queixas?

Claro que sim. O propósito é identificar precocemente qualquer problema. Negligenciar os exames pode fazer com que uma lesão inicial passe despercebida. Quando mais o diagnóstico demora, mais delicado é o tratamento.

Fonte: Bio Scan e pesquisa AT.