Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

“Orgulho de ser capixaba” vira moda

| 13/10/2020 16:38 h | Atualizado em 14/10/2020, 09:02

O “capixabismo” está na moda. Pelas ruas da Grande Vitória, é cada vez mais comum ver pessoas utilizando camisas que fazem referência ao Espírito Santo, como o desenho de pontos turísticos ou frases e expressões típicas do capixaba.

São estampas mostrando a famosa panela de barro ou o Convento da Penha, por exemplo. Em outras, o destaque vai para expressões como “pocar” ou a frase “Trabalha e Confia”, que figura no centro da bandeira do Estado. Tradicionais times de futebol, como Rio Branco e Desportiva, também ganham vez nas camisas.

Renata, Vitor e Fernanda vestem camisas que valorizam a cultura, com frases e imagens de pontos turísticos
Renata, Vitor e Fernanda vestem camisas que valorizam a cultura, com frases e imagens de pontos turísticos |  Foto: Beto Morais/AT

Uma pesquisa realizada com moradores da Grande Vitória confirmou essa tendência, mostrando que é alto o potencial de consumo de produtos que fazem referência ao Estado. A pesquisa, realizada pela empresa Pollake Pesquisa e Consultoria, comparou o cenário atual com dados coletados em 2015.

“As belezas naturais foram os elementos mais mencionados como referência de valor do Estado. Muitas vezes, a citação veio acompanhada de comentários que reforçavam esta ideia de ‘precisamos mostrar ao mundo, pois o Espírito Santo é bonito’. Em 2015, esse sentimento não era tão latente nas entrevistas”, afirmou a diretora executiva da empresa, Carla Pollake.

De acordo com Carla, o levantamento também mostrou que o consumidor está mais exigente ao ganhar essa personalidade cultural. Isso ajuda a explicar a quantidade de roupas que levam o “orgulho de ser capixaba” para as ruas.

“O capixaba percebeu seu crescimento e passou a demandar uma maior valorização frente aos demais estados. A mudança abriu espaço para o consumo de produtos que valorizem sua identidade. Um dos conceitos em pauta é afirmar: tenho orgulho de crescer aqui e vou mostrar isso ao País”.

Para esses consumidores, segundo Carla, adquirir produto que remete ao universo capixaba é posicionar-se contra a falsa ideia de que o Espírito Santo é um “povo sem identidade” por ter menos visibilidade na comparação com outros estados do Sudeste.

Por conta dessa demanda, ela ressalta o crescimento da venda de produtos como decoração e joias.
Quem já está nas ruas com o capixabismo no coração e nas roupas são os amigos Renata Avancini, Vitor Lago e Fernanda Cordeiro.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS