Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Morre policial baleado em frente a supermercado na Serra

Soldado Fernando Comper estava internado há nove dias

Redação Tribuna Online | 18/02/2022 13:36 h | Atualizado em 18/02/2022, 14:28

Polícia

Policial (Fernando Comper, 33 anos) é baleado com 2 tiros na cabeça em frente a super mercado em Nova Carapina 02, Serra.

Foto Facebook
Polícia Policial (Fernando Comper, 33 anos) é baleado com 2 tiros na cabeça em frente a super mercado em Nova Carapina 02, Serra. Foto Facebook |  Foto: A Tribuna
 

Morreu nesta sexta-feira (18), aos 33 anos, o soldado da Polícia Militar Fernando da Cruz Comper. Ele foi baleado com dois tiros enquanto estava em frente a um supermercado em Nova Carapina II, na Serra, no último dia 9 de fevereiro.

Comper chegou a ser socorrido e levado para um hospital, mas teve o protocolo de morte cerebral iniciado na última terça-feira (15). A informação da morte, nesta sexta, foi confirmada por representantes da Associação de Cabos e Soldados do Estado.

De acordo com a polícia, o crime foi encomendado por vingança, após um tiroteio que aconteceu um mês antes, atrás de uma escola. Ainda não se sabe o contexto ou motivo do tiroteio da escola, apenas que o soldado estava de folga e teria trocado tiros com criminosos, no bairro Nova Carapina II. 

“Em razão disso, como vingança, os suspeitos – que fazem parte do tráfico da Serra – se reuniram há 15 dias e decidiram que a vítima seria executada”, detalhou o delegado Rodrigo Sandi Mori, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra.

Esta é a segunda morte de policial militar registrado em menos de uma semana. Na última quarta-feira (16), o sargento Marco Romania morreu após ser baleado enquanto assistia a um jogo de futebol em um bar. Os suspeitos do crime seguem sendo procurados.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS