X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Belo Horizonte adia volta às aulas e cancela feriado no Carnaval

O objetivo é que Belo Horizonte siga uma rotina normal no período de Carnaval

Agência Folhapress | 26/01/2022 20:30 h

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), informou nesta quarta-feira (26) que o início das aulas para crianças, com idade entre 5 e 11 anos, será adiado. Marcado inicialmente para 3 de fevereiro, a data passara para o dia 14.

A intenção, segundo Kalil, é garantir que essas crianças iniciem o ano letivo imunizadas contra a Covid-19. Também por isso, o prefeito fez um apelo para que os pais e familiares levem os pequenos para vacinar.

"Quero dizer para os pais, como gestor, como pai e como avô, que levem seus filhos para vacinar. Uma dose da Pfizer ou da CoronaVac numa criança, a protege em mais de 90%. As crianças estão adoecendo. E é cruel para esse pai e para essa mãe, que se protegeu, não ter a consciência, ou ter medo, e não vacinarem seus filhos", disse.

A decisão vale para todas as escolas da cidade. No entanto, instituições particulares, do governo do Estado ou federais, têm autonomia para retomar as aulas na data que preferirem. Além disso, o início das atividades presenciais para crianças de até 4 anos, ou com mais de 11 anos, não sofrerá alterações.

A decisão foi tomada em conjunto pelas secretarias Municipal de Saúde e de Educação, em conjunto com o Comitê de Enfrentamento à Pandemia.

O prefeito pediu que a população não compare o adiamento das aulas da educação infantil com a manutenção de eventos como jogos de futebol. Kalil ressaltou que, nesses espaços, estão principalmente "adultos protegidos, vacinados".

"A criança não está protegida, não está vacinada. É obrigação pública proteger a criança, e é o que nós vamos fazer. Mas precisamos da colaboração da população. Levem seus filhos, pelo amor de Deus, para vacinar", pediu Kalil.

A capital mineira também anunciou que não terá feriado durante o Carnaval, como medida preventiva contra o coronavírus. O objetivo é que Belo Horizonte siga uma rotina normal no período.

Por isso, o prefeito pediu que o comércio funcione normalmente. "Queremos uma cidade normal no Carnaval", afirmou.

O Sindilojas-BH (Sindicato dos Lojistas de Belo Horizonte) informou, porém, que o funcionamento deve ser normal no sábado, dia 26 de fevereiro. No domingo (27), segunda (28) e terça-feira (1), não haverá trabalho. Na Quarta-Feira de Cinzas (2), a previsão é de comércio fechado pela manhã, com retorno às atividades a partir de 12 horas.

Além disso, Kalil anunciou que a partir da próxima segunda-feira (31), além do atestado de vacinação contra a doença, as pessoas também deverão apresentar testes negativos de covid-19 para entrar em eventos.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS