search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Com técnico novo, Flamengo duela com o Atlético-MG de Sampaoli

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Com técnico novo, Flamengo duela com o Atlético-MG de Sampaoli


Domènec Torrent foi apresentado nesta segunda-feira (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Domènec Torrent foi apresentado nesta segunda-feira (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

O Flamengo inicia a defesa do título brasileiro, neste domingo (9), às 16h, contra o Atlético-MG, no Maracanã. A equipe rubro-negra terá pela primeira vez no comando o espanhol Doménec Torrent, que chegou à Gávea para substituir Jorge Jesus. O português deixou o clube há pouco menos de um mês com destino ao Benfica.

Além de ser um dos clássicos históricos do futebol brasileiro, a partida deste domingo marca um duelo no banco de reservas.

Se o Flamengo terá o ex-assistente de Josep Guardiola nos tempos de Barcelona, o Atlético-MG contará com um treinador de proposta de jogo ousada. O argentino Jorge Sampaoli, que no ano passado levou o Santos ao vice-campeonato e se tornou o grande adversário do Flamengo, assumiu o time pouco antes da paralisação do futebol por causa da pandemia do novo coronavírus.

Após a retomada do futebol nacional, o Flamengo manteve o ritmo de conquistas ao levar o Campeonato Carioca pela 36ª vez em sua história ainda sob o comando de Jesus. Mas com a chegada de Torrent, fica a incógnita da manutenção do bom futebol apresentado pelo time em 2019.

"Todos sabem que tenho uma filosofia muito parecida à do treinador que estava aqui. Gosto do jogo ofensivo, prefiro ganhar de 4 a 3 do que 1 a 0. É importante para o Flamengo ganhar, ganhar e ganhar, mas para mim também é importante como ganhar", afirmou Torrent no dia da apresentação. "Um futebol ofensivo, bonito e ganhador. Essa é a minha filosofia, por isso sou técnico. Gosto de ter a bola e ser protagonista. É o que temos que fazer quando estamos num clube grande."

Para a estreia, o Flamengo não terá grandes novidades. Torrent vai manter o sistema de jogo vitorioso de Jorge Jesus, sem alterações no time titular. E mesmo que haja sutis diferenças, o elenco rubro-negro garante estar preparado.

"Ter mudanças é inevitável. Assim como quando o Jorge [Jesus] veio, tinha diferença do Abel. Cada treinador tem particularidades, convicções, maneiras de entender o jogo. O que estamos tentando fazer é nos adaptar o mais rapidamente possível. Os treinos são diferentes, ele cobra outros movimentos, outras coisas", explica Willian Arão.

Enquanto o campeonato não decola, a ordem no Flamengo é tentar manter seu elenco competitivo. Com o sucesso na temporada passada, a equipe carioca corre o risco de perder jogadores. O atacante Bruno Henrique teria proposta de transferência para o Benfica, mas o clube rubro-negro nega que tenha recebido contato dos portugueses.

Já o Atlético-MG ainda está em fase de construção da equipe e, principalmente, de adaptação ao sistema de jogo de Sampaoli. Desde a retomada do futebol, foram quatro partidas, com três vitórias e um empate, dez gols marcados e dois sofridos.

O time alvinegro também está trilhando um bom caminho desde a retomada do futebol e já tem vaga na final do Campeonato Mineiro -enfrentará a Tombense no fim de agosto, podendo dar a Sampaoli o primeiro troféu em terras brasileiras.

"A exigência dele é que todos os jogadores saibam jogar com os pés e construam jogadas. O jogo coletivo é muito importante com o Sampaoli. Os 11 precisam atacar e defender e se ajudar dentro de campo. Isso é uma exigência muito grande dele", explica o goleiro Rafael em entrevista à TV Galo.

Para a estreia, Rafael diz que espera um duelo difícil no Maracanã, mas que não trata a partida com o Flamengo como um confronto direto pelo título.

"O Flamengo é um grande adversário e é o time a ser batido. Vamos ter 38 rodadas, e todas elas são muito importantes. E todas elas vão ter a mesma dificuldade. Mais do que focar em um ou outro rival, a importância é de começar bem o campeonato. Largar bem, ganhando em um campeonato tão difícil tem uma importância grande."

FLAMENGO

Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Filípe Luis; Willian Arão, Gerson, Éverton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique, Gabriel. T.: Domènec Torrent

ATLÉTICO-MG

Rafael; Gabriel (Guga), Réver, Junior Alonso, Guilherme Arana; Jair, Allan, Nathan; Savarino, Marrony, Keno. T.: Jorge Sampaoli

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Horário: 16h deste domingo (9)
Juiz: Raphael Claus (SP)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados