Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Zé Esmeraldo x Luzia Toledo

A eleição do MDB de Vitória será no mês que vem e, embora haja um esforço da Executiva estadual para que haja uma chapa de consenso, tudo indica que vai ter disputa.

De um lado o deputado Zé Esmeraldo, apoiado pelo ex-deputado Marcelino Fraga. De outro, a ex-deputada Luzia Toledo, com apoio do atual presidente estadual do partido, o secretário do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra.

Luzia tem tentado construir uma chapa de consenso em torno do seu nome. Mas convencer o grupo do seu antigo colega não será nada fácil. “É meu direito democrático, como filiado, como deputado, de disputar o diretório, que está deixando muito a desejar. Não conseguiu eleger um vereador. Vou disputar e que ninguém bata de frente comigo”, disse Esmeraldo.

A disputa do diretório da capital já é um sinal do que ocorrerá na eleição estadual: Lelo vai tentar a reeleição e Marcelino vai tentar tirar o comando do partido da mão do atual presidente.

Sob nova direção

O promotor de Justiça Pedro Ivo de Sousa foi eleito, com 188 votos, o novo presidente da Associação Espírito-Santense do Ministério Público (AESMP). Ele venceu a promotora Isabela de Deus Cordeiro, que teve 163 votos. Pedro Ivo, que já era 1º vice-presidente, substitui Adélcion Caliman para um mandato de dois anos (2019-2021).

Dados mensais

O Tribunal de Contas, por meio do Painel de Controle da Macrogestão Governamental, começou a divulgar o diagnóstico da situação da Previdência estadual. O Estado tem dois regimes de Previdência: o Fundo Financeiro (mais antigo) que apresentou, de janeiro a março, um déficit de R$ 564 milhões. Já o Fundo Previdenciário teve superávit de R$ 154 milhões.

Vaga de graça

Na última sexta-feira, o vereador de Vitória Davi Esmael esteve com o deputado federal Felipe Rigoni para sugerir um projeto de lei que conceda gratuidade a idosos e pessoas com deficiência em estacionamentos privados.

Em Vitória, entrou em vigor em março uma lei do ex-vereador Aloísio Varejão que concede o benefício. Mas Davi Esmael pediu a revogação da lei pois, segundo ele, é inconstitucional. Justifica que o âmbito da lei deveria ser federal.

Inscrições abertas!

Deve ser acirrada a disputa para o posto de Judas deste ano. É bem provável que o próximo sábado ganhe dois bonecos, um da direita, que tem como fortes candidatos Lula (sempre), ministros do STF e Haddad; e da esquerda, o clã Bolsonaro, Paulo Guedes e o ministro Sérgio Moro. Façam suas apostas!

Fica tudo em família

Se o presidente da Câmara de Vila Velha, Ivan Carlini (DEM), que está em seu sétimo mandato de vereador, desistir de ser candidato a prefeito em 2020, a família Carlini não vai ficar sem representante na campanha. Ideia de Carlini é emplacar a irmã, Titi Carlini, como vice numa chapa majoritária. “Eu já estou meio cansado de ser vereador, então coloquei meu nome na praça para ser prefeito. Mas, se não der, os aliados querem que eu coloque minha irmã como vice.”

Galeria

Audiência em maio

O senador Marcos do Val deve fazer uma audiência pública, na 1ª semana de maio, para debater o pacote anticrime que está sob sua relatoria. “Depois vamos nos reunir com lideranças partidárias do Senado, para, em seguida, apresentar o relatório. Vamos construir juntos”, disse Do Val.

“De olho na caçamba”

O prefeito Max Filho faz hoje uma assembleia popular para explicar o projeto “De olho na caçamba”, que será uma espécie de serviço on-line de recolhimento de resíduos. Também deve falar sobre a expansão do programa Bike Vila Velha.

Tudo em paz?

Num evento na última sexta-feira, o governador Renato Casagrande e o deputado estadual Lorenzo Pazolini sentaram-se bem próximos um do outro. No discurso, Casagrande chegou a citar o deputado que tem tido uma postura bem “independente”, para não dizer de oposição, ao governo.