Notícias

Cidades

Vitória vai criar novo centro para monitorar pó preto


Vitória vai ter um inédito centro de monitoramento do ar que vai conseguir medir o nível de pó preto que a população respira em toda a cidade, segundo a prefeitura. Atualmente, quem faz essa medição é o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), que não faz uma cobertura total da cidade.

Há pontos de monitoramento em Jardim Camburi, Enseada do Suá, Centro e dois na Ilha do Boi. Já existem, inclusive, modelos de tecnologia no radar da Secretaria Municipal de Meio Ambiente para criar o centro de monitoramento que será administrado pela Prefeitura de Vitória. “Será preciso fazer uma licitação. Primeiro para um estudo que dimensione a rede de monitoramento. Assim, poderemos cobrar das empresas ações mais efetivas.

O estudo apontará a central de monitoramento mais adequada para o monitoramento atmosférico, diferente da que existe atualmente – que eu não tenho dúvida que é obsoleto”, disse o secretário Luiz Emanuel Zouain.

“O Iema não sabe se aquela poeira medida nas atuais estações é da Vale ou de outra empresa de Tubarão, por exemplo. Não sabe quanto a Vale emite de pó preto, nem quanto vem da suspensão de poeira sobre as vias. É genérico, mas é porque o instrumento usado para análise é de fato obsoleto”, disse.

Segundo Zouain, há possibilidade de usar instrumentos que, por identificador físico-químico, definem o tipo de poluição e de onde ela vem. “É como se você tivesse um chip identificador. Assim, com novas tecnologias vamos saber qual o tipo de poluição e qual a quantidade especificamente que vem de cada poluidor”.

Não há prazos, no entanto, para que seja instalada a nova central. Mas já há recursos de um fundo ambiental. O novo centro, inclusive, poderá atingir áreas hoje não medidas, como Jesus de Nazaré e São Pedro, por exemplo.

O Iema informa que quatro técnicos do órgão vistoriaram o pátio de insumos, a Bacia de Sedimentação e Reservação (BSR) e as vias da captação de água pluvial do pátio de carvão da Vale na sexta-feira (8). A Nota Técnica da vistoria também será encaminhada ao governador. Até o momento o documento não foi finalizado.