Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vitória construída a muitas mãos
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Vitória construída a muitas mãos

Os deputados estaduais aprovaram, por unanimidade dos presentes, os dois projetos que criam o Fundo de Infraestrutura e o Fundo Soberano, que serão alimentados com recursos do petróleo e vão dar uma guinada em investimentos futuros do Estado. Porém, nem tudo foi tranquilo.

Embora o líder do governo, Enivaldo dos Anjos, tenha dito, ao final de tudo, que havia uma margem segura para garantir a aprovação, ele suou o terno durante a sessão para convencer o grupo dos independentes. E o próprio governador, Renato Casagrande, entrou no circuito. Durante a sessão, Casagrande ligou para o presidente da Assembleia, Erick Musso, para sondar como estava o cenário. Erick ajudou na articulação.

Todas as emendas dos deputados foram rejeitadas. Mas não vão para a lata do lixo. “As emendas serão analisadas e algumas poderão entrar posteriormente, na regulamentação dos fundos. Agora não é o momento”, disse Enivaldo.

LDO semana que vem?
O deputado Enivaldo dos Anjos, líder do governo na Assembleia, disse que a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)  deve ficar para a semana que vem. Questionado se a Defensoria Pública – que, nesta segunda-feira (10), esteve presente na Assembleia com faixas – vai receber tratamento diferenciado no Orçamento, Enivaldo não deu muitas esperanças: “Vejo como inoportuno abrir despesas no 1º ano”.

Guarda em Cariacica
A Câmara de Cariacica faz, às 19h desta terça-feira (11), por meio do vereador Joel da Costa, audiência pública para tratar da criação da Guarda Municipal Armada no município, que tem registrado um aumento no índice de violência. De janeiro a maio deste ano, Cariacica registrou 71 homicídios, 14,5% a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado (62).

Para amenizar o prejuízo
O deputado estadual Hércules Silveira indicou ao governo que conceda descontos nas tarifas de água e esgoto de casas e comércios que comprovarem que foram atingidos pelas chuvas. Normalmente, quem tem o imóvel invadido por enchentes, acaba gastando muita água para limpá-lo depois.

Ataques a Iriny inundam a rede
A deputada Iriny Lopes (PT) foi alvo de vários ataques nas redes sociais durante o final de semana. A hostilidade ia de xingamentos e ofensas machistas e sexistas a ameaças.
Num dos comentários feitos no Facebook, um internauta chegou a pedir a morte de todos os petistas. Tudo porque ela indicou homenagear Jean Wyllys e Stédile, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Quando a internet vai deixar de ser uma terra sem lei?

Davi chama relator de inimigo e pede mudança
O vereador de Vitória Davi Esmael enviou um ofício ao corregedor-geral da Câmara, Sandro Parrini, pedindo a mudança do relator de um processo em que é investigado. O relator, que é o Vinícius Simões, foi escolhido por sorteio, na última sexta-feira (7). Mas Davi alega que Vinícius é seu “inimigo pessoal” e, por isso, estaria impedido de relatar o processo. O Ministério Público mandou a Câmara apurar a conduta de Davi no caso da prescrição de multas ambientais.

Galeria

Ninguém me quer...
O presidente da Câmara, Cleber Felix, também pediu a impugnação da relatoria de dois processos na Corregedoria, em que é investigado. O vereador Vinícius Simões é o relator dos dois. Nesta terça, a Corregedoria se reúne para decidir o imbróglio.

Capixaba de ministro
O ministro da Cidadania em exercício, Lelo Coimbra, assinou acordo de cooperação técnica com o Estado para realizar ações de inclusão produtiva rural com famílias pobres. A União vai investir R$ 2,4 milhões.

Tarcísio, o sem partido
“Falam mal do governo Bolsonaro, mas ele fez um ministério técnico e está conseguindo várias realizações. Eu não seria ministro se não fosse o Bolsonaro, porque eu não tenho partido”. Do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, em Pedra Azul.

Quem com vazamento fere
Com vazamento será ferido?

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados