search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vitória aposta no turismo de lazer

Especial Tendências

Vitória aposta no turismo de lazer


A observação de baleias Jubarte, famosas pelos seus saltos, é um dos atrativos que chama a atenção de capixabas e visitantes na cidade de Vitória (Foto: Leonardo Merçon)
A observação de baleias Jubarte, famosas pelos seus saltos, é um dos atrativos que chama a atenção de capixabas e visitantes na cidade de Vitória (Foto: Leonardo Merçon)

Com suas belezas naturais e novos atrativos, como ônibus turístico, passeio para observação das baleias, visitas guiadas ao Centro Histórico, Vitória vem conquistando cada vez mais espaço como um destino turístico de lazer. Com a queda do turismo de negócios, devido à crise financeira no País, a cidade, com sua capacidade de adaptação, focou no desenvolvimento do turismo para aqueles que buscam descanso, diversão e aprendizagem sobre a cultura da ilha.

De acordo com o presidente da Companhia de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Vitória (CDV), Leonardo Krohling, o setor hoteleiro se readaptou. “Mais acostumado a receber empresários que chegavam para dormir, tomar café da manhã, e seguir para reuniões de negócios, o setor hoteleiro passou a ter que se preparar para receber famílias que usufruem da estrutura da hospedagem”, comparou.

Segundo ele, a cidade começou a se estruturar. “Colocamos o ônibus turístico para funcionar, fizemos o monumento interativo Vitória 360º, onde os turistas tiram fotos e divulgam a nossa cidade e lançamos o turismo de observação das baleias”, exemplificou. Destacou ainda que o município tem apoiado o Torneio Internacional de Canoa Havaiana que atrai turistas. “Temos capacitação contínua de guias e visitação guiada ao Centro Histórico”, frisou.

Além disso, enfatizou o fortalecimento de eventos como o Carnaval, o Réveillon, o Viradão Cultural, o Natal no Parque Moscosoe o Festival de Torta Capixaba. “A capital foi o nono destino turístico mais procurado no Réveillon. Tivemos o melhor verão de todos os tempos com ocupação hoteleira beirando aos 100%”, comemorou.

A cidade agora tem um Plano Diretor de Turismo. Além disso, seus visitantes podem se informar sobre os atrativos da capital em uma seção dentro do aplicativo Vitória On-line. Nos fins de semana, Vitória se transforma em uma enorme área de lazer, o que será ainda melhor após a reestruturação dos quiosque de Camburi. “Estamos trabalhando com parcerias público-privadas para desenvolver o turismo, sem grandes investimentos públicos.”

Dicas de passeios em Vitória

Passeio nas Ecobalsas

Um total de 18.628 turistas já viram as belezas de Vitória a bordo da Ecobalsa, que faz um rota circular nos principais pontos turísticos à beira mar de Vitória e Vila Velha. Ela transporta 84 turistas e tem espaço para cadeirantes. Possui área pet e para bicicletas.

Serviço: funciona aos sábados, domingos e feriados, com saídas: às 10h e às 16h. Valor: R$ 50. Ingresso: pelo aplicativo Ecobalsas ou por agências. Embarque e desembarque no Cais dos Pescadores, próximo ao Hortomercado, na Enseada do Suá.

Ônibus turístico

O ônibus turístico é um mirante sobre rodas que possibilita aos turistas não só visitar os principais pontos turísticos como também ter uma vista privilegiada. Serviço: funciona quartas, sábados, domingos e feriados (sob consulta). Valor: R$ 50 por pessoa. Informações sobre ingressos no www.capixabaturismo.com.br ou pelo telefone: 9-9606-3500. Saída: 9h. Chegada: 17h. Embarque e desembarque no Quiosque 1 da Praia de Camburi.

Observação de baleias

Mais informações sobre o passeios estão disponíveis no site www.queroverbaleia (Foto: Leonardo Merçon)
Mais informações sobre o passeios estão disponíveis no site www.queroverbaleia (Foto: Leonardo Merçon)

A observação de baleias Jubarte, famosas pelos seus saltos, é um dos atrativos que chama a atenção de capixabas e visitantes. Elas podem ser vistas a uma distância entre 20 a 40 quilômetros do litoral. Mais informações sobre o passeios estão disponíveis no site www.queroverbaleia. com. A temporada é de julho a novembro. Além das jubartes, outros cetáceos podem ser observados, como o botocinza, o golfinho pintado- do-atlântico, o golfinho pantropical, a baleia minke e a cachalote (mais raros).

A temporada é de julho a novembro. Além das jubartes, outros cetáceos podem ser observados, como o botocinza, o golfinho pintado- do-atlântico, o golfinho pantropical, a baleia minke e a cachalote (Foto: Iasmim Macedo)
A temporada é de julho a novembro. Além das jubartes, outros cetáceos podem ser observados, como o botocinza, o golfinho pintado- do-atlântico, o golfinho pantropical, a baleia minke e a cachalote (Foto: Iasmim Macedo)

Visita ao Centro Histórico

O passeio é ideal para turistas e moradores conhecerem um pouco mais sobre a história da capital. A visita interna aos locais é gratuita e guiada por monitores. Fazem parte do roteiro Catedral Metropolitana e Theatro Carlos Gomes, por exemplo. Funciona de quarta a domingo, incluindo feriados, das 13 às 17 horas.
Agendamento para grupos de 12h às 19h, por e-mail ou telefone. O serviço é grátis. Informações no telefone 3183- 9514 ou por e-mail visitar@vitoria.es.gov.br.

Vitória é a melhor cidade para se investir no Brasil

A capital foi considerada a melhor cidade para investir em negócios, pelo ranking elaborado pela consultoria Urban Systems para a revista Exame. O estudo apontou os 100 municípios dessa lista. A capital capixaba ficou à frente de cidades como São Caetano do Sul (SP), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Barueri (SP).

No município de Vitória, 35% dos trabalhadores formais têm diploma universitário, número maior que média brasileira, que é de 21%. A renda média da população é 40% superior a do restante do País e chega a R$ 3,8 mil por mês. Além disso, o município vem trabalhando para facilitar a vida de quem deseja empreender. Por isso, a meta é que até o ano que vem, o tempo necessário para a abertura de uma empresa na cidade seja de 15 dias.


leia mais / especial tendências


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados