search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vitória aposta no turismo de lazer
Publicidade | Anuncie

Especial Tendências

Vitória aposta no turismo de lazer


A observação de baleias Jubarte, famosas pelos seus saltos, é um dos atrativos que chama a atenção de capixabas e visitantes na cidade de Vitória (Foto: Leonardo Merçon)
A observação de baleias Jubarte, famosas pelos seus saltos, é um dos atrativos que chama a atenção de capixabas e visitantes na cidade de Vitória (Foto: Leonardo Merçon)

Com suas belezas naturais e novos atrativos, como ônibus turístico, passeio para observação das baleias, visitas guiadas ao Centro Histórico, Vitória vem conquistando cada vez mais espaço como um destino turístico de lazer. Com a queda do turismo de negócios, devido à crise financeira no País, a cidade, com sua capacidade de adaptação, focou no desenvolvimento do turismo para aqueles que buscam descanso, diversão e aprendizagem sobre a cultura da ilha.

De acordo com o presidente da Companhia de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Vitória (CDV), Leonardo Krohling, o setor hoteleiro se readaptou. “Mais acostumado a receber empresários que chegavam para dormir, tomar café da manhã, e seguir para reuniões de negócios, o setor hoteleiro passou a ter que se preparar para receber famílias que usufruem da estrutura da hospedagem”, comparou.

Segundo ele, a cidade começou a se estruturar. “Colocamos o ônibus turístico para funcionar, fizemos o monumento interativo Vitória 360º, onde os turistas tiram fotos e divulgam a nossa cidade e lançamos o turismo de observação das baleias”, exemplificou. Destacou ainda que o município tem apoiado o Torneio Internacional de Canoa Havaiana que atrai turistas. “Temos capacitação contínua de guias e visitação guiada ao Centro Histórico”, frisou.

Além disso, enfatizou o fortalecimento de eventos como o Carnaval, o Réveillon, o Viradão Cultural, o Natal no Parque Moscosoe o Festival de Torta Capixaba. “A capital foi o nono destino turístico mais procurado no Réveillon. Tivemos o melhor verão de todos os tempos com ocupação hoteleira beirando aos 100%”, comemorou.

A cidade agora tem um Plano Diretor de Turismo. Além disso, seus visitantes podem se informar sobre os atrativos da capital em uma seção dentro do aplicativo Vitória On-line. Nos fins de semana, Vitória se transforma em uma enorme área de lazer, o que será ainda melhor após a reestruturação dos quiosque de Camburi. “Estamos trabalhando com parcerias público-privadas para desenvolver o turismo, sem grandes investimentos públicos.”

Dicas de passeios em Vitória

Passeio nas Ecobalsas

Um total de 18.628 turistas já viram as belezas de Vitória a bordo da Ecobalsa, que faz um rota circular nos principais pontos turísticos à beira mar de Vitória e Vila Velha. Ela transporta 84 turistas e tem espaço para cadeirantes. Possui área pet e para bicicletas.

Serviço: funciona aos sábados, domingos e feriados, com saídas: às 10h e às 16h. Valor: R$ 50. Ingresso: pelo aplicativo Ecobalsas ou por agências. Embarque e desembarque no Cais dos Pescadores, próximo ao Hortomercado, na Enseada do Suá.

Ônibus turístico

O ônibus turístico é um mirante sobre rodas que possibilita aos turistas não só visitar os principais pontos turísticos como também ter uma vista privilegiada. Serviço: funciona quartas, sábados, domingos e feriados (sob consulta). Valor: R$ 50 por pessoa. Informações sobre ingressos no www.capixabaturismo.com.br ou pelo telefone: 9-9606-3500. Saída: 9h. Chegada: 17h. Embarque e desembarque no Quiosque 1 da Praia de Camburi.

Observação de baleias

Mais informações sobre o passeios estão disponíveis no site www.queroverbaleia (Foto: Leonardo Merçon)
Mais informações sobre o passeios estão disponíveis no site www.queroverbaleia (Foto: Leonardo Merçon)

A observação de baleias Jubarte, famosas pelos seus saltos, é um dos atrativos que chama a atenção de capixabas e visitantes. Elas podem ser vistas a uma distância entre 20 a 40 quilômetros do litoral. Mais informações sobre o passeios estão disponíveis no site www.queroverbaleia. com. A temporada é de julho a novembro. Além das jubartes, outros cetáceos podem ser observados, como o botocinza, o golfinho pintado- do-atlântico, o golfinho pantropical, a baleia minke e a cachalote (mais raros).

A temporada é de julho a novembro. Além das jubartes, outros cetáceos podem ser observados, como o botocinza, o golfinho pintado- do-atlântico, o golfinho pantropical, a baleia minke e a cachalote (Foto: Iasmim Macedo)
A temporada é de julho a novembro. Além das jubartes, outros cetáceos podem ser observados, como o botocinza, o golfinho pintado- do-atlântico, o golfinho pantropical, a baleia minke e a cachalote (Foto: Iasmim Macedo)

Visita ao Centro Histórico

O passeio é ideal para turistas e moradores conhecerem um pouco mais sobre a história da capital. A visita interna aos locais é gratuita e guiada por monitores. Fazem parte do roteiro Catedral Metropolitana e Theatro Carlos Gomes, por exemplo. Funciona de quarta a domingo, incluindo feriados, das 13 às 17 horas.
Agendamento para grupos de 12h às 19h, por e-mail ou telefone. O serviço é grátis. Informações no telefone 3183- 9514 ou por e-mail visitar@vitoria.es.gov.br.

Vitória é a melhor cidade para se investir no Brasil

A capital foi considerada a melhor cidade para investir em negócios, pelo ranking elaborado pela consultoria Urban Systems para a revista Exame. O estudo apontou os 100 municípios dessa lista. A capital capixaba ficou à frente de cidades como São Caetano do Sul (SP), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Barueri (SP).

No município de Vitória, 35% dos trabalhadores formais têm diploma universitário, número maior que média brasileira, que é de 21%. A renda média da população é 40% superior a do restante do País e chega a R$ 3,8 mil por mês. Além disso, o município vem trabalhando para facilitar a vida de quem deseja empreender. Por isso, a meta é que até o ano que vem, o tempo necessário para a abertura de uma empresa na cidade seja de 15 dias.


leia mais / especial tendências


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados