Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vida nova no Velho Continente
Tribuna Livre

Vida nova no Velho Continente

Todos nós conhecemos alguém que já tenha demonstrado interesse em se mudar do Brasil, seja por querer um novo rumo para sua carreira, seja por desejar uma vida melhor para sua família. De acordo com pesquisa publicada pelo site Época Negócios em 15/01/2019, 91% dos brasileiros têm vontade de deixar o país para trabalhar no exterior.

Em 2017, a Receita Federal registrou a saída definitiva do Brasil de pelo menos 21.701 brasileiros, um aumento de 165% comparado a 2011, quando foram registradas 8.170 saídas definitivas.

Entre os principais destinos dos brasileiros que deixam o país está Portugal, que oferece mais segurança, boa educação, boas oportunidades de trabalho e de negócios, incentivos fiscais, entre tantos outros atrativos. A língua em comum e o acesso facilitado ao ensino superior através do Enem são outros grandes propulsores dessa escolha. Os brasileiros que queiram estudar em algumas universidades portuguesas podem usar sua nota do Enem na seleção, mas o candidato deverá ter um visto válido para permanecer em terras lusitanas durante o curso.

O visto é dispensado aos capixabas descendentes de italianos ou outros povos europeus e que tenham a dupla nacionalidade, pois o cidadão de um país da União Europeia pode viver em qualquer outro Estado Membro do bloco, com sua família, desde que cumpridas algumas formalidades. Outra opção são os vistos relacionados a investimentos. O mais famoso é o Golden Visa, que pode ser conferido àqueles que investem a partir de 350 mil euros, mas há os vistos para quem exerce atividade econômica de interesse, vistos para startups, entre outros.

E por falar em startups, o ecossistema português tem atraído a atenção de todo o mundo, especialmente em razão da Websummit, maior evento tecnológico da Europa, que continuará sendo realizado em Lisboa pelos próximos anos, atraindo os gigantes do setor, como o Google. Pesquisas indicam que o crescimento de emprego tecnológico em Portugal é o segundo maior da Europa, perdendo apenas para Berlim. E a demanda de profissionais capacitados para esse mercado é bem maior que a oferta.

No setor imobiliário, no qual os investidores brasileiros têm tido ampla participação, a previsão é de que em 2019 Lisboa passe a ser a primeira opção da Europa para esse tipo de investimento. A Terra de Camões é também o melhor país europeu para um estrangeiro viver e alcança o sexto lugar a nível mundial, de acordo com pesquisa realizada pela Expat Insider. Essa certamente é uma das razões que contribui para que a comunidade brasileira seja a maior entre os estrangeiros que vive em Portugal, ultrapassando em 2017 o número de 85 mil. Ao mesmo tempo, porém, os brasileiros são os mais barrados nos aeroportos: representam 63% das recusas de entrada em Portugal.

Por isso, se em 2019 Portugal está nos seus planos de mudança ou de investimento, é de suma importância que busque se informar, analisar bem as alternativas e planejar-se. O país oferece muitos atrativos, mas é preciso munir-se de informação de qualidade para permitir o sucesso da sua decisão.

Roberta Valiatti Ferreira é advogada, especialista em Direito Empresarial e mestre em Ciências Jurídico-Privatísticas pela Universidade do Porto (Portugal).

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Integração para enfrentar a criminalidade articulada

É sabido por todos, principalmente por aqueles que labutam na área da Segurança Pública, que o crime apresenta várias vertentes e os bandidos utilizam meios cada vez mais articulados para o cometimen…


Exclusivo
Tribuna Livre

Reclamação do cliente pode ser oportunidade para a empresa

A palavra “reclamação” é vista pela maioria das empresas como algo negativo, mas a grande verdade é que a reclamação é uma excelente oportunidade para “enxergarmos” falhas em nossos processos e em …


Exclusivo
Tribuna Livre

O desafio de tratar a dependência química

A dependência química é uma doença complexa, já considerada um dos maiores desafios de saúde pública no País. Diferentes pesquisas mostram o aumento do uso de drogas em todas as classes sociais. A …


Exclusivo
Tribuna Livre

Homenagem a um médico que fez a diferença

Recentemente perdemos um dos grandes personagens capixabas. Estamos nos referindo ao professor Carlos Sandoval Gonçalves, ícone dentre os pesquisadores e professores de Medicina do Brasil, que …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação especial como política pública

Historicamente, a educação especial para pessoas com deficiência é oferecida por instituições privadas, incluídas as especializadas, confessionais e filantrópicas. A partir de 1973, ela foi incorpora…


Exclusivo
Tribuna Livre

O “ser mulher” e a busca pela sobrevivência

Era uma vez uma selva, onde morava uma leoa muito dócil e, ao mesmo tempo, valente. Cuidava de seus filhotes e ia à caça para não lhes faltar alimento. Por instinto, fazia o que preciso fosse para …


Exclusivo
Tribuna Livre

Deixa falar! Deixa viver!

De acordo com o Atlas da Violência 2019, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a morte no Brasil tem cor, idade, gênero, classe social e nível de escolaridade. Ou seja, quem …


Exclusivo
Tribuna Livre

Respeito à vontade do idoso sobre sua saúde

Respeitar a vontade do paciente idoso quando ele ainda possui domínio mental sobre a própria vida por meio da Diretiva Antecipada de Vontade (DAV) é um recurso que, aos poucos, vem ganhando força e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Qual a sua toga?

A revolução francesa legou àquele país uma cultura política refratária ao Poder Judiciário. Ainda hoje, os salários dos seus juízes são baixos e a jurisdição constitucional é feita por órgão político …


Exclusivo
Tribuna Livre

Inovação. Por onde eu começo?

Inovação é a palavra do momento, sobretudo, no mundo dos negócios. Para quem quer iniciar um processo inovador, seja ele pessoal ou empresarial, um bom começo é buscar compreender o que é a inovação …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados