Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vereadores derrubam veto e reajuste de 74% nos próprios salários vira lei

Notícias

Política

Vereadores derrubam veto e reajuste de 74% nos próprios salários vira lei


Em sessão realizada nesta quarta (21), os vereadores de Viana derrubaram o veto do chefe do Executivo, Gilson Daniel (Podemos), ao projeto de lei que reajustava os subsídios de prefeito e vice em 70% e de vereadores em 74% do valor atual. O veto foi derrubado por seis votos a três.

 (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Com a decisão, o salário dos vereadores passa de R$ 4.953 para R$ 8.600, o de prefeito vai de R$ 10 mil para R$ 17 mil e o de vice sobe de R$ 5 mil a R$ 8.500.

Os vereadores que votaram a favor da manutenção do veto foram: Daniel Endlich (Cidadania), Fabio do Carvão (PSB) e Gilson Ribeiro (PROS). Os que votaram para derrubar a decisão foram: Aldemiro Zekel (PMN), Idomar Passamai (PSDB), Marcos Damasceno (PV), Solivan Thomas (Podemos), Lourenço Capdeville (PRP) e Ademir Pereira (SD).

A proposta foi vetada pelo prefeito um dia após a aprovação da Câmara, no último dia 15 de agosto. O aumento nos salários acontece a partir da próxima legislatura, em 2021.

De acordo com os vereadores, os valores do reajuste acompanham a inflação desde 2008, quando aconteceu o último aumento.

Até o fechamento desta matréria, o prefeito não informou se irá entrar na Justiça para derrubar a lei.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados