Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vasco e Flu no fundo do poço
Papo do Dias
Flávio Dias

Flávio Dias


Vasco e Flu no fundo do poço

Qual é a ideia de jogo do Marcos Valadares?  (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Qual é a ideia de jogo do Marcos Valadares? (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Apenas dois times perderam os dois jogos nas duas primeiras rodadas do Brasileirão: Vasco e Fluminense. Lanterna e vice-lanterna, respectivamente, na tabela de classificação. Mas fica a pergunta: os dois são tão ruins assim mesmo? Vamos por partes.

Para começar, qualquer avaliação que se faça em duas rodadas é precoce. Nada é tão bom, nada é tão ruim. Vale para São Paulo, Atlético/MG e Santos, os únicos com 100% de aproveitamento, e também para Vasco e Fluminense.

Dito isso, não significa também que os dois times cariocas vão arrancar logo logo e brigar pelo título. Longe disso. Pelo jeito, a luta é para fazer um campeonato sem sustos. O que isso significa? Ficar ali no meio da tabela, sem chegar às últimas rodadas fazendo contas para não cair. Hoje, é esse o sonho (real) das duas torcidas!

Convicções

Alberto Valentim caiu no Vasco pela falta de convicção no próprio trabalho. Apesar de mostrar confiança nas entrevistas, ele passou a incomodar porque não definia um time titular, fazia alterações que poucos entendiam e, claro, porque os resultados passaram a não acontecer.

Marcos Valadares, técnico do sub-20, parece seguir pelo mesmo caminho. São três jogos com escalações diferentes. Afinal, qual é a ideia de jogo? O problema do Vasco, ou um deles, é achar logo o novo treinador. Mas um que saiba o que está fazendo.

Convicções II

Bruno Silva foi péssimo na derrota do Flu para o Santos (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Bruno Silva foi péssimo na derrota do Flu para o Santos (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
No Fluminense, a convicção de Fernando Diniz na sua ideia de jogo é tanto que ele começa a ficar teimoso, o que também é um erro grave. E nem falo da questão de insistir no jogo com posse de bola e aquela saída com os zagueiros que matam o torcedor do coração. Mas a teimosia está nas escolhas de alguns jogadores.

Diniz vêm em Bruno Silva e Airton dois jogadores ideais para o seu Fluminense. Mas não são. Principalmente, os dois juntos. A atuação de Bruno Silva contra o Santos foi péssima e não foi a primeira no ano. Pode ser que o técnico morra abraçado às suas preferências...


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados