Vaca atolada na polenta

Gabriela Rebello
Gabriela Rebello
Polenta? Um alimento típico da cultura italiana, mas muito conhecido aqui no Brasil. Pode ser servida mole, dura, grelhada ou frita e ainda recheada com uma variedade imensa de molhos.

Antigamente considerada “comida dos pobres”, a polenta hoje é usada em diversos restaurantes e bistrôs, sem essa nomeação.

Inicialmente, a sua base era a farinha de aveia, mas também podiam ser preparadas com outros cereais, como o trigo.

Hoje, seu destaque se dá por ser à base de milho, o que confere a este alimento os benefícios de ajudar no controle intestinal, controle da glicemia sanguínea, redução do colesterol e melhora dos problemas cardíacos em geral, e isso tudo se dá devido a sua alta concentração de fibras.

Outra grande vantagem é que não possui glúten, sendo assim, muito recomendada para os portadores de doença celíaca.

Fonte de carboidratos, a polenta também é indicada para os anêmicos e aqueles que buscam o ganho de peso.

Mas para os que buscam a perda de peso, atenção! Cerca de 100 gramas de polenta equivalem a 314 kcal.

Se encantou com os benefícios deste alimento? Vamos degustar?

Vaca atolada na polenta

Ingredientes

Polenta – 2 litros de água, 3 xícaras (chá) de fubá e sal a gosto.
Bolinho – 3 quilos de costela de boi (sem osso), 2 quilos de aipim cozido, 1 xícara de farinha trigo integral e 1 xícara de tempero verde, sal a gosto e alho amassado a gosto.
Decoração – Queijo da roça ralado, bacon picadinho frito e couve picada.

Modo de preparo

Para a polenta, ferva a água em uma panela grande. Acrescente o fubá lentamente, mexendo bem.
Deixe cozinhar por uma hora, misturando de vez em quando.
A polenta estará pronta quando estiver consistente e soltando dos lados e do fundo da panela. Reserve.
Cozinhe o aipim com sal até ficar bem mole, passe pelo espremedor e reserve.
Cozinhe na panela de pressão a costela com o tempero verde, sal e alho, até ficar bem mole. Depois, desfie bem a carne.
Junte o aipim amassado com a carne desfiada e faça uma massa homogênea. Coloque trigo integral para dar liga. Faça bolinhos e frite em óleo quente.
Coloque em um prato fundo a polenta mole, ponha os bolinhos fritos por cima, salpique queijo ralado, bacon e couve por cima. Sirva quente.

Delicia não é mesmo? Quem fizer, tira foto e marca a Nutri nas redes sociais #nutridicascomgabi.
Bom final de semana e até a próxima semana!


últimas dessa coluna


Jejum intermitente: fazer ou não fazer?

De tempos em tempos, ouvimos falar de alguma dieta que está fazendo sucesso e emagrecendo celebridades no mundo inteiro. Todos querem saber o segredo para perder peso rápido e sem muito esforço, não …


Ano novo, novos hábitos

As festas acabam e um novo ano se inicia. Este começo desperta nas pessoas o desejo de fazer tudo diferente, mas muitas vezes entra ano, sai ano e nada foi feito. Diante disso, o início de 2019 pode …


Réveillon, e agora?

Réveillon, você sabe como é… porções fartas de saborosa comida, somadas a alguns goles a mais, são comuns nesta época do ano, o que acaba afetando o nosso organismo e, no dia seguinte, um mal-estar …


Natal sem culpa

Olá, queridos leitores. Como o Natal se aproxima, eu separei algumas dicas para ajudar vocês que não pretendem perder o foco nesta época tão bonita, ainda mais porque as ceias costumam estar …


Em forma no vestido

Aqui no nosso espaço sempre conversamos sobre crianças, idosos, gestantes, homens mas... elas não podem ficar de fora... Isso mesmo! Final de ano chegando e muitas noivinhas correndo atrás dos …


Frutas secas

Manter uma alimentação saudável e com poucas calorias nem sempre é fácil. É preciso planejar as refeições, principalmente os lanches para manter o foco sempre. Mas se você é daqueles que não têm …


Inimigos da boa saúde

Eliminar a gordura da alimentação, comer alimentos crus, consumir produtos diet… isso é realmente o certo a fazer quando se busca uma melhor qualidade de vida? Nossa saúde é o nosso bem mais …


Terrorismo nutricional

A prática de uma alimentação saudável se tornou algo estressante para você? Ah! Não sabe dizer? Então, vamos lá... Você já foi a um almoço de família e levou a própria comida? Já deixou de sair com …


Novembro Azul

Às vezes pode parecer que bato na mesma tecla quando falo da importância dos alimentos em diversas situações. Mas a verdade é que com a escolha certa aumentamos as defesas do nosso organismo, que nos …


A íntima relação entre comida e humor

Quando estamos cansados, queremos comer. Quando estamos tristes, queremos comer. Quando estamos felizes, queremos comer. Só não desejamos comer quando estamos doentes, fazendo ginástica ou dormindo, …