search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Um Peru da América
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Um Peru da América

É impossível crer que a CBF já não tenha um plano estratégico alternativo para a disputa da Copa América de 2020, a quarta nos últimos cinco anos. Mas, se não tiver, deixo desde já um conselho para que o grupo seja composto majoritariamente por jogadores em atividade no País. Mais ou menos como o elenco do Peru convocado por Ricardo Gareca, adversário que neste domingo decide o título da edição 2019 do torneio, no Maracanã.

Os peruanos têm apenas cinco atletas em atividade na Europa entre os 23 inscritos na Copa América, o que, na minha visão, os torna mais autênticos.

Na surpreendente vitória por 3 a 0 sobre o Chile do técnico Reinaldo Rueda, por exemplo, 11 dos 14 jogadores que foram a campo não atuam em clubes europeus: são dois no Peru, dois no México, três no Brasil, um na Argentina, um no Chile, um nos Estados Unidos e um na Arábia Saudita.

Um time tecnicamente limitado, mas muito bem condicionado e com forte aplicação tática nesta competição.

E, o mais importante: ainda em fase de expansão do lastro físico, ao contrário dos adversários com maioria em fim de temporada europeia.

Alguns dos quais, aliás, já não puderam gozar férias no verão europeu de 2018 por conta da Copa do Mundo.

A equipe peruana não padece deste mal. O problema ali é mesmo a qualidade técnica questionável. Mas Ricardo Gareca está no cargo há quatro anos e meio, e conhece o potencial dos jogadores. Chegou a ter apenas duas derrotas entre maio de 2016 e junho de 2018.

O técnico argentino não está ao nível dos grandes estrategistas, mas sabe mobilizar os atletas em torno do valor nacionalista, exigindo que eles demonstrem em campo ao menos aplicação e intensidade.

Coincidentemente, elementos que faltaram na goleada dos brasileiros na última partida da primeira fase.

Mas, ainda que sejam superados pela Seleção Brasileira na final deste domingo, no Maracanã, os peruanos já conseguiram chegar longe, superando uruguaios e chilenos, que tinham jogadores bem mais talentosos.

Variedade

E aqui entra minha opinião com relação à formação do grupo brasileiro para a edição de 2020, ano de eliminatória para a Copa de 2022: quanto mais jogadores em atividade no País Tite convocar, mais força e variedade ele terá no trabalho visando ao próximo Mundial.

Miopia

Os jogadores do Botafogo encontraram uma forma pouco inteligente para protestar contra a falta de pagamentos de salários: resolveram não dar mais entrevistas.
Realmente...

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Que a queda do Cruzeiro já empobrece o Brasileiro de 2020 não tenho dúvidas. Mas o clube mineiro fez tanto descalabro em sua gestão que o rebaixamento não é imerecido. Isso, porém, não tem a ver com …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A segunda pele

A diretoria do Vasco já decidiu que o time em 2020 terá um outro fornecedor de material esportivo. E a nova marca é uma velha conhecida dos cruz-maltinos: a italiana Kappa, grife que vestiu os …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Outro patamar

A ampliação em massa do número de sócios-torcedores do Vasco, crescendo em quase quatro vezes os cadastros de inscritos, já provoca a necessidade de mudanças para atender à nova demanda. E uma delas …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O “strike” que o Flamengo de Jorge Jesus faz em seus principais rivais, derrubando seus técnicos com atuações insofismáveis, e acumulando pontos incansavelmente, já é prova de que o trabalho do …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Um novo despertar

A torcida do Vasco parece ter percebido, de forma definitiva, que é ela o motor de propulsão da caravela que simboliza o clube. A adesão em massa ao projeto sócio-torcedor deflagrada com a …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Paixão S.A.

A discussão em torno do sucesso esportivo do Flamengo tem acirrado os ânimos em grupos de WhatsApp, desfeito amizades entre torcedores rivais nas redes sociais e destemperado batalhas ideológicas …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Que capítulo lindo o Flamengo adicionou à sua história, com a conquista de dois títulos em 24 horas. O bicampeão da Copa Libertadores foi oficialmente consagrado campeão brasileiro de 2019 com quatro …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Rumo ao topo do mundo

O Flamengo é bicampeão da América. Mas quem só leu os capítulos finais da história ou apenas se viu arrebatado após a emocionante e dramática vitória de 2 a 1, de virada, no sábado (24), sobre o …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O pecado capital

De todas as discussões sobre o técnico Jorge Jesus e do Flamengo que ele criou para deleite dos amantes do bom futebol, a única que o torcedor não deveria alimentar é a que fala do ódio dos técnicos …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

A disputa do título Brasileiro, há algum tempo restrita a Flamengo e Palmeiras, acabou nesta rodada 33 com o empate em 1 a 1 do time paulista com o Bahia, em Salvador. O olhar dos rubro-negros …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados