search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Um Barracão de memórias
Tribuna Livre

Um Barracão de memórias

Bianualmente, sempre no mês de julho, ex-alunos do antigo Colégio Agrícola de Santa Teresa se reúnem para um grande encontro festivo. Memórias de um período de vida que marcou toda uma geração, e na qual me incluo, são revividas e celebradas, trazendo à tona toda a emoção de um encontro regado a boa comida e boas recordações.

Barracão é o apelido carinhoso do antigo Colégio Agrícola de Santa Teresa, que, de tão influente naquela região, acabou se confundindo com o apelido do próprio distrito de São João de Petrópolis, onde a escola está localizada.

Foi uma verdadeira escola de vida para uma grande parcela da juventude dos municípios do entorno, e de muitos outros do nosso Estado e do Brasil.

Criado em 1940, inicialmente para ser uma instalação militar, curiosamente já em 1941, mesmo antes de o Brasil entrar efetivamente na Segunda Guerra Mundial, transformou-se em uma escola de ensino agrícola. E assim nasceu o nosso Barracão.

Sob o regime de internato, o seu quadro de alunos era formado por uma mescla de culturas e de comportamentos, que variavam de acordo com a região e classe social das quais eram oriundos.

Coabitavam os alojamentos desde matutos para os quais luz elétrica e água encanada eram novidades, até os mais urbanos, que vinham de cidades maiores. Os estilos eram os mais variados: uns se identificavam com as atividades de criação de gado e cavalos, sendo considerados, numa comparação rápida, como os atuais sertanejos.

Outros eram mais moderninhos, americanizados, sob a influência dos Beatles e dos Rolling Stones.

Gerações que viram o rock'n roll nascer, a televisão chegar ao Brasil, o homem pisar na Lua, que usaram brilhantina Glostora sob o som da Jovem Guarda, e que testemunharam os primeiros títulos mundiais de futebol do Brasil, esporte cuja dimensão naquela escola só conseguiria ser descrita em capítulos de um livro, tamanha a quantidade de talentos que ali surgiram.

A amizade era tão fiel que, se um colega se envolvesse em alguma confusão, todos se transformavam em uma só irmandade para o “que desse e viesse”.

A solidariedade era tanta que, se alguém arranjasse uma namorada e não possuísse uma roupa adequada para um encontro, era socorrido prontamente pelos colegas.

Vivia-se muito bem ali. A alimentação, apesar da rigidez de horários, atendia muito bem às necessidades e era servida em bandejões inox e precedida de bate-papos animados na fila do refeitório.

Quando, no auge da adolescência, se sentia vontade de saborear algo diferente do que era servido no refeitório, o imenso pomar com variadas e até exóticas frutas plantadas pelos próprios alunos servia de válvula de escape, mesmo com todos os riscos de ser pego com a boca na botija, pois não era permitido colher e consumir frutas fora do horário e do dia da escala de serviços no pomar.

Solidariedade e civismo são valores que os jovens que por lá passaram, e que de lá saíram homens, carregam hoje em suas vidas.

Além das ferramentas pedagógicas tradicionais usadas para o desenvolvimento do jovem, o ex-aluno dessa tradicional escola teve a oportunidade de viver uma outra aprendizagem, eternizada na alma, e que tenho a certeza de que foi o maior diferencial: a amizade.

Adriano Lima Neves é ex-aluno do antigo Colégio Agrícola de Santa Teresa, atual Ifes.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação inclusiva precisa de um olhar além do diagnóstico

A inclusão dos estudantes com deficiência ainda é um grande desafio. Apesar de, ao longo da última década, muitas mudanças significativas de entendimento acerca do assunto terem acontecido, algumas …


Exclusivo
Tribuna Livre

Custo Brasil é um desperdício de tempo e dinheiro do contribuinte

O chamado “custo Brasil” é uma antiga expressão utilizada para designar as despesas adicionais que empreendedores brasileiros enfrentam para realizar negócios no País, em relação a outras nações …


Exclusivo
Tribuna Livre

A lei que regula a proteção de dados não deve ser adiada

A proposição de adiamento do início da vigência plena da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), objeto do Projeto de Lei 5.762/2018, em tramitação no Congresso Nacional, significa um lamentável …


Exclusivo
Tribuna Livre

Conde d´Eu nunca deixou de amar o Brasil que o acolheu

A vida de Gastão de Orléans não foi fácil. Aos 5 anos, foi exilado de sua pátria natal, a França, por um golpe republicano que destronou seu avô, o rei Luís Felipe. Uma de suas primeiras lembranças é …


Exclusivo
Tribuna Livre

Meio ambiente e a mudança de comportamento das empresas

Não há como negar que a preocupação com a preservação do meio ambiente se propaga por todo o planeta. A sustentabilidade, a reciclagem de resíduos e materiais, o tratamento e reaproveitamento da …


Exclusivo
Tribuna Livre

A sabedoria do planejamento na empresa e na vida privada

Com a globalização, inovações tecnológicas, políticas econômicas restritivas e inúmeras variáveis que afetam as empresas e nós individualmente, temos de intensificar a utilização da mais nobre das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Lei de abuso de autoridade e a independência da magistratura

Está em pleno vigor a Lei nº 13.869, de 5 de setembro de 2019, que “define os crimes de abuso de autoridade, cometidos por agente público, servidor ou não, que, no exercício de suas funções ou a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Reforma tributária com justiça fiscal é o novo desafio do Brasil

No passado, os choques do petróleo (1973 e 1979) fizeram muito mal à economia brasileira, pois o País era um grande importador e não possuía uma situação externa favorável. Atualmente, por conta das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação financeira é aliada no combate ao endividamento

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) indicam que cerca de metade dos brasileiros (48%) tiveram o CPF negativado em pelo menos …


Exclusivo
Tribuna Livre

É tempo de falar e debater a sexualidade na adolescência

A campanha lançada pelo Governo Federal de prevenção à gravidez adolescente, “Tudo tem seu tempo”, tem como principal mensagem a abstinência sexual como método contraceptivo. No entanto, é possível …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados