search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ufes faz 65 anos como marca de valor
Tribuna Livre

Ufes faz 65 anos como marca de valor

Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) completa 65 anos de trajetória edificante na educação superior pública brasileira e se constitui em marca de valor para o Estado e o País desde a sua criação, em 5 de maio de 1954.

Nascida para impulsionar e qualificar regionalmente o ensino superior, a Ufes se consolidou como instituição estratégica em diferentes áreas do conhecimento. Solidamente estabelecida em quatro campi universitários – são dois na capital e dois no interior –, hoje oferece 103 cursos de graduação presencial e 10 na modalidade a distância, totalizando 21 mil estudantes, além de 62 cursos de mestrado e 31 de doutorado, com 3.500 estudantes.

Para oferecer educação de qualidade, a Ufes conta com 1.765 professores e 2.069 técnicos-administrativos. Sua atuação multicampi possibilita abrangência regional e desempenho acadêmico reconhecido nacionalmente e internacionalmente.

Sua marca de valor está presente na história contemporânea do Espírito Santo como lugar de excelência na formação de recursos humanos para o mundo do trabalho; no desenvolvimento de ciência, tecnologia e inovação; e na aplicação de projetos e ações educativas e sociais em todos os municípios capixabas.

Entretanto, mesmo com toda a contribuição que as universidades federais, incluindo a Ufes, oferecem ao desenvolvimento nacional e ao conjunto da sociedade brasileira, as instituições públicas de ensino superior passam por acentuados cortes em seus orçamentos, comprometendo a manutenção e a capacidade de investimento.

Esse movimento autoritário e dissociado dos interesses da sociedade compromete de forma avassaladora as atividades acadêmicas, a qualidade do ensino oferecida e o desenvolvimento científico e tecnológico possibilitado.

Os cortes orçamentários anunciados, e sem qualquer consulta à sociedade, materializam intenções explícitas de natureza política que buscam destruir as instituições federais de ensino superior, mesmo que elas se constituam em patrimônio do povo brasileiro.

A sociedade, entretanto, está reagindo, cada vez com mais firmeza, às tentativas de desmonte da educação superior pública.

Mesmo com a sua edificante história de 65 anos, ao longo dos quais oferece formação acadêmica de qualidade para dezenas de gerações, sobretudo para os capixabas, a capacidade orçamentária da Ufes poderá ficar totalmente inviabilizada.

Mesmo com mais cursos de graduação e de pós-graduação, com mais vagas, mais inclusão social, mais produção cultural, mais assistência, mais ciência e tecnologia, a Ufes encontra-se com orçamentos completamente defasados, se comparados com as suas necessidades financeiras.

No ritmo que segue o governo federal, a situação poderá levar à falência da educação superior pública no Brasil. E isto é muito grave para um País que, entre tantas necessidades, precisa fundamentalmente de educação de qualidade.

As comemorações dos 65 anos da Ufes simbolizam o vigor e o amadurecimento de uma instituição que pertence ao povo brasileiro, e em especial aos capixabas, e traduzem a necessidade de buscarmos fortalecer o ensino superior público como direito de todos e dever do Estado, como está consagrado na Constituição brasileira. Porque a Ufes não tem preço. Tem valor.

Reinaldo Centoducatte é reitor da Ufes


últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Democracia e fé. Ou a fé na democracia

A democracia é objeto de análise de inúmeros pensadores, desde Aristóteles, passando por Maquiavel e Montesquieu, além de muitos teóricos contemporâneos. Tratava-se, inicialmente, de um modo de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Arquitetos trabalham por cidades mais sadias durante a pandemia

A pandemia do Coronavírus despertou por todo País uma rede de solidariedade, colaboração e interlocução da sociedade civil, que se apropriou das mídias e plataformas digitais para dialogar e planejar …


Exclusivo
Tribuna Livre

Medidas adotadas nos EUA que serviriam muito bem ao Brasil

O índice de percepção da corrupção criado pela ONG Transparência Internacional é o principal indicador de corrupção no setor público do mundo. Criado em 1995, o índice é publicado anualmente, em mais …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação especial durante a pandemia aproxima pais e filhos

Que o isolamento social proposto como medida de prevenção à Covid19 tem possibilitado a reorganização e o fortalecimento dos núcleos familiares, isso é fato. O tempo, que antes nos faltava, agora …


Exclusivo
Tribuna Livre

O piloto, a governança e o Tribunal de Contas

Imagine estar em um voo tranquilo, quando de repente as condições mudam drasticamente e o avião ameaça colapsar. O que se espera do piloto naquele momento? Que ele tome decisões assertivas de maneira …


Exclusivo
Tribuna Livre

Preconceito e sofrimento mental em tempos de pandemia

Vivenciar uma quarentena com todo o recolhimento que a mesma nos impõe (isolamento social e familiar), com mudança ou perda do trabalho, paralisação do ir e vir e a crise econômica que já bate às …


Tribuna Livre

Médicos estrangeiros podem ajudar no combate à pandemia

Milhares de médicos formados no exterior aguardam há três anos pelo exame que habilita para o exercício da profissão. O Revalida, exame de revalidação de diplomas de Medicina, aplicado pelo Instituto …


Exclusivo
Tribuna Livre

Telemedicina como solução para a “terceira onda” do coronavírus

O mundo neste momento se uniu em uma pesquisa maciça sobre o novo coronavírus. As medidas de prevenção, estatísticas de óbitos por região, opiniões sobre isolamento são narradas por leigos e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Duas pandemias: Covid-19 e obesidade

Desde que a OMS classificou a Covid-19 como uma pandemia, a população vivencia mudanças na vida e na comunicação sobre saúde. Medidas de isolamento social para conter o avanço da doença foram …


Exclusivo
Tribuna Livre

Estudo mostra que autismo cresce no mundo e no Brasil

O mais novo levantamento do Centro de Controle de Doenças e Prevenção (CDC) dos Estados Unidos traz números preocupantes sobre a prevalência do Transtorno do Espectro Autista (TEA) no País, acendendo …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados