search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Turista mineira tem retina queimada após comprar óculos piratas em Guarapari

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Turista mineira tem retina queimada após comprar óculos piratas em Guarapari


Óculos de sol à venda na Praia do Morro: Prefeitura de Guarapari afirma que venda do produto na orla é irregular (Foto: Roberta Bourguignon/AT)
Óculos de sol à venda na Praia do Morro: Prefeitura de Guarapari afirma que venda do produto na orla é irregular (Foto: Roberta Bourguignon/AT)

Uma turista mineira, de 14 anos, teve problemas de visão após usar óculos de sol falsificados. O produto foi comprado na Praia do Morro, em Guarapari, durante um passeio com a família.

O pai da adolescente, um médico mineiro, de 49 anos, que prefere não ter o nome divulgado, conta que a menina apresentou retina queimada, depois de passar o dia na praia. “Ela estava se queixando de dores nos olhos. Verificamos que teve uma queimadura na retina. Ainda estamos em tratamento, usando colírio, para que ela melhore”, relatou o pai da garota.

“Fica minha indignação com a venda de óculos na Praia do Morro. São pessoas de outras cidades que chegam para vender. É um absurdo a falta de fiscalização”, comentou ainda. A Secretaria Municipal de Postura e Trânsito (Septran), que realiza a fiscalização nas praias da cidade, esclareceu que a venda desse tipo de produto não tem amparo legal do município.

“Guarapari não emite licença de ambulantes para trabalhar com venda de óculos na praia, por se tratar de produto de origem duvidosa”, esclareceu a secretaria, por meio de nota. A Septran informou ainda que a fiscalização é feita regularmente nas praias do município, com o recolhimento de vários produtos vendidos de maneira irregular.

“Os ambulantes cadastrados trabalham uniformizados. Pedimos a colaboração da população para que não comprem produtos que ofereçam riscos à saúde”, orienta a secretaria na nota. A médica oftalmologista Elizabeth Pádua, de Guarapari, destacou que comprar óculos sem saber a procedência pode acarretar diferentes doenças para os olhos, prejudicando a visão.

“A maior função dos óculos de sol é proteger contra a radiação dos raios UVA e UVB. Quando se trata de óculos de 'camelô', é uma lente de plástico pintada, que não oferece essa película para proteger. Ao usar esses óculos, o ambiente do olho escurece e a pupila dilata, permitindo que os raios entrem com maior facilidade, prejudicando a visão”, explicou. 

Saiba mais

Perigos dos óculos piratas

  • Óculos falsificados apresentam lentes de plástico pintadas, que não oferecem a película protetora contra a radiação dos raios ultravioleta UVA e UVB.
  • Ao longo dos anos, o uso de óculos piratas pode trazer várias doenças de olhos, como catarata, câncer de pálpebra, degeneração na retina, entre outras.
  • A córnea queimada apresenta vermelhidão, dor, lacrimejamento e precisa ser submetida a tratamento.
  • Já a queimadura da retina é causada pela longa exposição ao sol. O problema pode causar a perda da visão.

Fonte: Elizabeth Pádua, oftalmologista.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados