search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Tribunal define lista tríplice para juiz do TRE

Notícias

Publicidade | Anuncie

Política

Tribunal define lista tríplice para juiz do TRE


O Tribunal de Justiça do Estado (TJ-ES) escolheu ontem, durante sessão do Pleno, os três advogados que vão formar a lista tríplice para a disputa pela vaga de juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES).

 (Foto: Arquivo Tribuna, Sergio Coser, Divulgação )
(Foto: Arquivo Tribuna, Sergio Coser, Divulgação )

Foram eles: Lauro Coimbra Martins, Flávia Brandão Perez e Eduardo Xible Salles Ramos, que tiveram 22, 20 e 18 votos, respectivamente, dos 23 desembargadores que formaram o quórum no Tribunal (O TJ-ES tem 30). Cada desembargador teve direito a três votos.

“Trabalhei muito, demonstrei minha experiência de 18 anos como advogado, procurador, membro conselheiro da OAB. Isso contou para que os desembargadores me oferecessem essa honrosa votação”, disse Lauro Coimbra.

O advogado é presidente da Comissão de Estágio da OAB-ES e membro da Comissão Nacional de Legislação do Conselho Federal da Ordem.

“Tenho muito a agradecer aos desembargadores pela votação e tamanha deferência. Sou a única mulher na lista. Ter uma mulher nomeada será a afirmação do protagonismo feminino”, disse Flávia.

Com 32 anos de experiência, a advogada é conselheira da OAB-ES e vice-presidente na Comissão Nacional de Direito de Família e Sucessões do Conselho Federal da Ordem.

“Apresentamos nossa documentação, currículo e agora é critério subjetivo, que compete ao presidente da República. Não tem como dizer se alguém tem alguma vantagem”, disse Eduardo Salles.

O advogado, que possui 15 anos de experiência, é vice-presidente e corregedor do Tribunal de Justiça Desportiva do Espírito Santo.

O TRE-ES agora informa ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que analisará a seleção, para então remeter ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), que indicará o nome para ocupar um dos dois assentos a que advogados têm direito no TRE-ES. O escolhido substituirá a juíza Wilma Chequer Bou-Habib.

Além do novo juiz, o TRE-ES terá novidade no comando, a partir de 2020. O atual corregedor do TJ-ES, Samuel Meira Brasil, será o presidente da Corte Eleitoral no ano eleitoral.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados