search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Tribunal de Contas da União fará pente-fino nas reservas internacionais
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Tribunal de Contas da União fará pente-fino nas reservas internacionais

O Tribunal de Contas da União (TCU) fará um pente-fino nas reservas internacionais do Brasil. Será a primeira vez que a Corte vai se debruçar sobre os US$ 383 bilhões administrados pelo Banco Central.

O procedimento sigiloso tem por objetivo analisar como são geridos os recursos e detalhar os custos de manutenção. A auditoria ganha relevância no momento em que lideranças políticas falam em usar o estoque como socorro fiscal às contas públicas. Essas reservas são determinantes na condução das políticas monetária e cambial do País.

Histórico. No mês passado, o deputado Hildo Rocha (MDB-MA), relator do projeto que concedeu crédito extra para o governo não estourar a regra de ouro, ameaçou recorrer às reservas para reduzir o déficit fiscal.

Irrestrito. O procedimento foi autorizado pelo ministro Bruno Dantas, a pedido dos auditores do tribunal. O despacho não especifica o período da investigação.

Menos... Até o momento, já foram apresentados 69 destaques ao parecer do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) sobre a reforma da Previdência. Os destaques são sugestões de alteração analisadas em votação separada à do relatório.

...é mais. A cúpula da Comissão Especial trabalha para os deputados retirarem essas propostas de mudanças para agilizar a tramitação. O PSL é o partido que mais resiste ao acordo.

CLICK. O presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), fez uma enquete em rede social para saber se seus seguidores apoiavam o decreto de armas de Bolsonaro: 93% responderam “sim”.

Na gôndola. O relatório de Jerônimo Goergen (PP-RS) da MP da Liberdade Econômica derrubará a proibição para supermercados venderem remédios que não exijam receita, como aspirina. Hoje eles só podem ser vendidos em farmácias.

Deixa lá. Enquanto a Justiça Militar toca o processo que deve terminar na extradição do militar preso com cocaína no avião presidencial, Flávio Bolsonaro disse a colegas que o governo não fará esforço para trazê-lo de volta. Na Espanha, as penas são mais duras. 

Tentáculos. A tentativa de invasão aos telefones da força-tarefa da Greenfield não se restringiu ao Telegram. Há indícios de investidas ao WhatsApp de um dos celulares da Procuradoria da República no DF.

Ranking. A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal votou 24,5% (3.483) processos a mais do que a 2ª Turma (2.797). O número de sessões presenciais e virtuais foi o mesmo (40).
A seu tempo. A discrepância justifica-se em parte pelo perfil dos julgamentos. Responsável pela Lava a Jato, a 2ª Turma costuma ter debates mais longos. 

O que fazem. As turmas são responsáveis pelos processos que não demandem a declaração de inconstitucionalidade de leis, atribuição exclusiva do Plenário. 

Ecumênico. Ao saber que os evangélicos conseguiram destravar demandas suas na Receita Federal, um representante do alto clero da Igreja Católica procurou o bispo Abner Ferreira, da Assembleia de Deus de Madureira, pedindo apoio para ampliar a sua interlocução com o governo Bolsonaro.

O pleito. Os católicos querem reverter um decreto editado por Michel Temer que taxa em 27,5% as remessas da Igreja a missionários no exterior. A equipe de Marcos Cintra estuda se ele pode resolver o tema por portaria ou apenas por decreto presidencial.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

MPF quer manter poder de delações premiadas

Associações de procuradores federais e membros da Procuradoria-Geral da República (PGR) estudam pontos do pacote anticrime sancionado por Jair Bolsonaro que podem ferir a atuação dos Ministérios …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Homicídios mantêm tendência de queda

Em mais um passo para transformar o combate à violência na principal bandeira da gestão Sergio Moro, o Ministério da Justiça passa a divulgar a partir de hoje os dados de homicídios dolosos de mais …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Ex-bolsonaristas de SP negociam formar chapa

Após ter se separado do clã Bolsonaro, o PSL está livre na pista e dá sinais de que fará a fila andar: em São Paulo, busca se aproximar do MBL. A convergência entre o partido e o movimento passa …


Exclusivo
Coluna do Estadão

DEM e PDT a caminho de aliança no Nordeste

Apesar do atual cenário de polarização política, direita e esquerda caminham para fechar uma importante aliança eleitoral no Nordeste: DEM e PDT devem compartilhar palanques nas eleições municipais …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Centro ainda procura voz contra polarização

O noticiário deste início de ano deixou de cabelo em pé quem ainda acredita no surgimento de um “centro democrático e ponderado” a tempo das eleições deste ano no País: a crise EUA versus Irã e a …


Exclusivo
Política Coluna do Estadão

Articulação sonha com “economia solidária”

A menos um mês da volta aos trabalhos no Congresso, membros da articulação política sonham com uma equipe econômica “menos independente” e “mais solidária” com o governo. A ideia deles é mudar o …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Partidos querem filiar Damares Alves

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, iniciou sua caminhada no governo Jair Bolsonaro com declarações de grande repercussão sobre meninos vestirem roupas azuis e meninas, …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Sem Bolsonaro, espaço para Guedes e Doria

Empresários, gente de mercado e políticos brasileiros, inclusive ligados diretamente ao governo, comemoraram a decisão de Jair Bolsonaro de não ir a Davos. O motivo? A agenda negativa das …


Exclusivo
Coluna do Estadão

RenovaBR abre concurso extra após alta procura

Nova sensação da política brasileira, o RenovaBR decidiu abrir novo processo seletivo, à meia-noite desta quarta-feira, para atender interessados em se candidatar a prefeito ou vereador ainda neste …


Exclusivo
Coluna do Estadão

“Aliado” do Congresso no caminho de Dallagnol

Representação aberta pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), a pedido de Renan Calheiros (MDB-AL), contra Deltan Dallagnol foi distribuída para Otávio Luiz Rodrigues, conselheiro …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados