search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Tênis é esporte de elite?
Tribuna Livre

Tênis é esporte de elite?

Por que não há apoio da iniciativa pública com o oferecimento desta prática?

 

 

por Leonardo Perovano Camargo

 

O esporte é posto pela Constituição como direito de todos os cidadãos brasileiros, porém o verificado é este direito social ser mais um daqueles que apenas uma parcela da população tem acesso adequado. Como prática corporal, o esporte tem que ser pensado além dos seus fundamentos teóricos, sendo necessária sua reflexão sociocultural.

Falando-se de um esporte específico, neste caso o tênis, nota-se uma caracterização social de esporte para as elites, com um conjunto de materiais caros, aulas em locais específicos e regras de etiqueta até para assistir uma partida (nas Olimpíadas Rio 2016 foram criadas várias 'saias justas' pela torcida brasileira, desde gritos na hora do saque, passando por cantadas a atletas e vaias a adversários).

Analisar uma modalidade esportiva pode trazer reflexões por diferentes perspectivas, como seus aspectos educacionais, de alto rendimento, como espetáculo e inclusive como aliado a promoção da saúde ou de lazer.

Como esporte educacional, podemos utilizá-lo como ferramenta pedagógica no ensino de valores, da mesma forma que utilizamos técnicas da Educação Física para aprender os gestos técnicos, estratégias e regras. Nesta questão dos valores, o 'jeitinho brasileiro' ficaria de escanteio no tênis, pois se algum atleta tenta levar vantagem indevida neste esporte, ele é automaticamente mal visto entre os praticantes, faz parte da cultura desta modalidade.

Nos torneios podemos ver o aspecto do alto rendimento em seu estado puro, com indivíduos se esforçando ao máximo para ganhar os pontos e melhorar sua performance. Não podemos dizer de um 'alto rendimento' propriamente dito em todas as competições pois não há um grande número de atletas vivendo apenas deste esporte. Inclusive este é um ponto a se refletir, na precarização das condições de treinamento dos atletas no Brasil.

Isto leva a reflexão sobre o esporte como espetáculo, pois no Brasil temos uma priorização a certas modalidades em detrimento de outras. Mesmo o futebol que é o esporte mais disseminado sofre com problemas estruturais e do amadorismo com que seus atletas são tratados.

Por que não há apoio da iniciativa pública com o oferecimento desta prática corporal para a população em geral? Afinal, como citado inicialmente, o esporte é direito de todos os cidadãos, não é citado que apenas alguns esportes podem ser praticados por alguns cidadãos. Entretanto na prática, vê-se algumas modalidades consideradas exclusivas e mesmo aquelas que são disseminadas, muitas vezes são ofertadas apenas àqueles indivíduos que possuem determinada performance.

Políticas Públicas de saúde poderiam utilizar de quadras de tênis ociosas que existem no município de Vitória, por exemplo, para implantar programas de promoção da saúde com o oferecimento do tênis. O espaço público existe e fica desocupado, porque não colocar profissionais e oferecer um material de baixo custo para a prática?

Acredito que tanto o Poder Público como os professores que tem as possibilidades de propor as intervenções precisam ir para além da crítica. A modificação de paradigmas só se estabelece a partir da ação de quem detém o poder de tomada de decisão, sendo o tênis um esporte de elite apenas se assim continuarem o considerando.

 

Leonardo Perovano Camargo é mestre em Educação Física pela Ufes


últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Congresso tem mais funcionários do que 48 municípios do Estado

O Congresso Nacional aprovou e já está em pleno vigor a Lei Complementar nº 173, de 27 de maio de 2020, que trata da ajuda financeira a estados e municípios e estabelece o “Programa Federativo de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Desafios da educação após a pandemia do novo coronavírus

Estudos recentes, como em Todos pela Educação (05/2020), mostram que os desafios com que se defrontarão gestores e profissionais da Educação quando do retorno das aulas presenciais são de tal …


Exclusivo
Tribuna Livre

A digitalização dos planos de saúde acelerada pela pandemia

Grandes desafios podem provocar grandes revoluções. A necessidade de superar adversidades leva a humanidade a repensar hábitos e valores e a usar todo o seu potencial de criação. Nestes tempos …


Exclusivo
Tribuna Livre

A importância da Lei da Fauna capixaba em tempos de Covid

Em dezembro de 2019, foi sancionada a Lei Estadual de Proteção à Fauna que, dentre outros assuntos, cuida da prevenção de doenças advindas da relação humana com os animais, alertando sobre o perigo …


Exclusivo
Tribuna Livre

Relacionamentos abusivos mais evidentes durante a pandemia

É significativo o aumento de casos de violência doméstica durante o isolamento social. Mas, infelizmente, a pandemia apenas traz à tona questões já presentes. É num momento de excesso ou modificação …


Exclusivo
Tribuna Livre

Peste, indiferença e luta

Quando a peste resolve sair de seu recôndito esconderijo e assombrar a humanidade, o desespero e a indiferença vêm na bagagem. Desespero porque, por mais pestes e guerras que já tenham havido na …


Exclusivo
Tribuna Livre

Racismo no Brasil não gera a mesma repercussão que nos EUA

Os casos no Brasil ligados a crimes de racismo não geram a mesma repercussão que há nos Estados Unidos e para isso há razões muito específicas que justificam a banalização da violência racial no …


Exclusivo
Tribuna Livre

Quem paga pensão tem o direito de saber como valores são gastos

Alicerçando-se nos princípios constitucionais da proteção integral da criança e do adolescente e da dignidade da pessoa humana, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) modificou entendimento até então …


Exclusivo
Tribuna Livre

Profissões em alta na pandemia influenciam mercado de estágio

A pandemia do coronavírus desestruturou o mercado de trabalho. Além do aumento do desemprego, que subiu para 12,6% no trimestre encerrado em abril deste ano, segundo dados do Instituto Brasileiro de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Renda mínima universal no mundo onde não existe almoço grátis

De repente nos deparamos com emergência de saúde pública internacional, com graves consequências em nosso meio, ocasionando, dentre outras medidas visando minorá-las, a instituição de um auxílio …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados