Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Capacitação promove transformação social
Tribuna Livre

Capacitação promove transformação social

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

por: Gracimeri Gaviorno

 

"Tais propostas mostram uma quebra de paradigma para aproximar comunidade e agentes de segurança"

 

Uma tendência na educação contemporânea é o envolvimento de pessoas em rodas de conversas voltadas ao processo decisório. A utilização dessa ferramenta promove mudanças comportamentais e fortalece competências.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado iniciou em 2016 o Projeto Capacitar para Transformar, que começa com um convite às lideranças comunitárias e às forças de segurança pública para reflexão sobre gestão de segurança e prevenção primária da violência.

A parceria com a Escola de Serviço Público evidencia que é possível inovar na prestação de serviço à sociedade. A proposta central desafia tradições, valores e comportamentos pautados por hierarquias rígidas e transferências de responsabilidades.

Para além dos limites de associação entre a teoria e prática, propostos pelo Filósofo John Dewey, aposta-se na construção de soluções coletivas. Tais propostas mostram uma quebra de paradigma com objetivo de aproximar comunidade e agentes de segurança, mas também de aproximar órgãos governamentais para um bem coletivo.

De modo mais intenso, são evidenciados a autonomia e o envolvimento dos entes sociais em colaboração, com a devida compreensão sobre o dever do Estado e a responsabilidade de todos na construção da Paz Social. Oportunizar que a comunidade assuma papel de empoderamento, trabalhando em conjunto, viabiliza a evolução no pensamento e execução da segurança pública.

O experimento inicial dessa trilha de aprendizagem começou na Serra. Foram quatro momentos distintos. No primeiro, representantes da sociedade passaram por uma capacitação realizada na sede de uma associação de moradores. Depois, foi a vez dos agentes de segurança passarem por capacitação equivalente.

No terceiro momento, as duas turmas estiveram juntas para discutir temas afetos à segurança pública e à vida em comunidade, compartilhando experiências, apresentando propostas e lapidando ideias. Por fim, como produto final de aprendizagem, os cursistas realizaram uma ação comunitária, organizada e executada por eles próprios, colocando em prática o desafio do convívio e construção coletiva.

O legado é a reintegração do espaço e da ordem pública por meio da soma dos esforços. Os cursistas literalmente vestiram a camisa de agentes de transformação social, elegendo prioridades, compartilhando responsabilidades e promovendo o desenvolvimento local, assumindo protagonismo do meio que atuam, vivem e compartilham. Mostraram que com empenho e dedicação, todos juntos podemos construir um mundo melhor.

Na segunda etapa do processo, que acontece em Vila Velha, os resultados foram repetidos e ampliados. Hoje, outro grupo conclui esta etapa e inicia uma nova, de aplicação no dia a dia. Ambas as experiências abrem portas para que outras construções sejam edificadas.

Assim, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo e a Esesp, espera contribuir para que a sociedade tenha compreensão do papel que a polícia desempenha, mas também participe no processo da construção de uma sociedade de paz.

 

Gracimeri Gaviorno é subsecretária de Integração Institucional da Secretaria de Estado da Segurança (Sesp) e delegada de polícia

 

A seção Tribuna Livre é publicada diariamente no jornal A Tribuna. Colaborações para a coluna devem ser enviadas para opiniao@redetribuna.com.br


últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Inspeção predial: check-up de edificações pode evitar tragédias

O desabamento da área de lazer do condomínio residencial de luxo Grand Parc, em Vitória, completa três anos em julho. Casos como esse podem ser evitados com a observância de cuidados como o atendimen…


Exclusivo
Tribuna Livre

Integração para enfrentar a criminalidade articulada

É sabido por todos, principalmente por aqueles que labutam na área da Segurança Pública, que o crime apresenta várias vertentes e os bandidos utilizam meios cada vez mais articulados para o cometimen…


Exclusivo
Tribuna Livre

Reclamação do cliente pode ser oportunidade para a empresa

A palavra “reclamação” é vista pela maioria das empresas como algo negativo, mas a grande verdade é que a reclamação é uma excelente oportunidade para “enxergarmos” falhas em nossos processos e em …


Exclusivo
Tribuna Livre

O desafio de tratar a dependência química

A dependência química é uma doença complexa, já considerada um dos maiores desafios de saúde pública no País. Diferentes pesquisas mostram o aumento do uso de drogas em todas as classes sociais. A …


Exclusivo
Tribuna Livre

Homenagem a um médico que fez a diferença

Recentemente perdemos um dos grandes personagens capixabas. Estamos nos referindo ao professor Carlos Sandoval Gonçalves, ícone dentre os pesquisadores e professores de Medicina do Brasil, que …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação especial como política pública

Historicamente, a educação especial para pessoas com deficiência é oferecida por instituições privadas, incluídas as especializadas, confessionais e filantrópicas. A partir de 1973, ela foi incorpora…


Exclusivo
Tribuna Livre

O “ser mulher” e a busca pela sobrevivência

Era uma vez uma selva, onde morava uma leoa muito dócil e, ao mesmo tempo, valente. Cuidava de seus filhotes e ia à caça para não lhes faltar alimento. Por instinto, fazia o que preciso fosse para …


Exclusivo
Tribuna Livre

Deixa falar! Deixa viver!

De acordo com o Atlas da Violência 2019, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a morte no Brasil tem cor, idade, gênero, classe social e nível de escolaridade. Ou seja, quem …


Exclusivo
Tribuna Livre

Respeito à vontade do idoso sobre sua saúde

Respeitar a vontade do paciente idoso quando ele ainda possui domínio mental sobre a própria vida por meio da Diretiva Antecipada de Vontade (DAV) é um recurso que, aos poucos, vem ganhando força e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Qual a sua toga?

A revolução francesa legou àquele país uma cultura política refratária ao Poder Judiciário. Ainda hoje, os salários dos seus juízes são baixos e a jurisdição constitucional é feita por órgão político …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados