search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Tiro ao alvo
Painel da Folha de São Paulo

Tiro ao alvo

A atuação do chefe da força-tarefa da Lava Jato de Curitiba, Deltan Dallagnol, deve ser alvo de nova discussão no Conselho Nacional do Ministério Público, nesta terça (10).

A expectativa no órgão é a de que o corregedor Orlando Rochadel libere seu entendimento a respeito de recurso de Renan Calheiros (MDB-AL) contra o procurador. Não há expectativa de que o CNMP acolha pedido de suspensão de Dallagnol, mas há, sim, chances de que um terceiro processo disciplinar seja aberto contra ele.

Verão passado - O emedebista acusa Deltan de ter usado suas redes sociais para atacá-lo e influenciar a eleição de presidente do Senado.

Xadrez - O CNMP virou palco de forte queda de braço. Se de um lado há entusiastas de uma punição, do outro, aliados do chefe da força-tarefa de Curitiba também se movimentam. A indicação de Luciano Nunes Maia ao colegiado, já aprovada pelo Senado, não foi encaminhada pelo Ministério da Justiça, sob a alçada de Sergio Moro.

Árvore genealógica - Maia é parente do ministro do Superior Tribunal de Justiça, Napoleão Maia, um crítico dos métodos da Lava Jato –dos quais ele próprio já foi alvo.

Arte da guerra - Indicado por Jair Bolsonaro para suceder Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República, Augusto Aras convidou a procuradora Thamea Danelon para integrar sua equipe, segundo aliados. O movimento deixa claro que o escolhido do presidente tenta diminuir a resistência interna.

Arte da guerra 2 - Danelon chegou a coordenar a Lava Jato em SP. Ela aparece em conversas reveladas pelo The Intercept Brasil como aliada de Deltan Dallagnol e, recentemente, defendeu que o próximo procurador-geral fosse escolhido dentro da lista tríplice que Bolsonaro ignorou.

Vigiai - Já o convite de Aras a Eitel Santiago para a secretaria-geral do Ministério Público intrigou membros da carreira. A escolha foi vista como "sintoma de aparelhamento". Eitel é procurador aposentado e foi candidato a deputado ano passado pelo PP.

Vigiai 2 - Há quem defenda Eitel, dizendo que ele fez bom mandato no Conselho Superior do MPF e como corregedor. Mesmo esses reconhecem que os problemas administrativos são muitos e, por isso, também preveem dificuldades para ele no novo posto.

Passa para cá - A defesa do ex-presidente Lula recorreu de decisão em que o ministro Edson Fachin, do STF, rejeitou o compartilhamento das mensagens obtidas pela Polícia Federal com o suspeito de hackear procuradores e outras autoridades.

Recordar é viver - No agravo, os advogados do ex-presidente citam reportagem publicada pela Folha em parceria com o The Intercept, no domingo (8). O texto mostrou que diálogos mantidos em sigilo pela Lava Jato colocam em xeque o entendimento que levou o então juiz Sergio Moro a divulgar grampos do petista com Dilma Rousseff.

Recordar é viver 2 - O lance foi determinante para a derrocada de Dilma, que, na época, ameaçada de impeachment, tentava nomear Lula ministro da Casa Civil. O caso deve ser apreciado pela Segunda Turma.

Tem alguém aí? - Contratantes de transporte rodoviário reclamam do silêncio do governo sobre a tabela do frete. A linha está cortada há duas semanas, antes de o Supremo suspender julgamento provocado pelo setor privado.

Na boleia - Os donos de cargas se incomodaram com a avaliação do ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) sobre a saída para a crise dos caminhoneiros –ele disse que a volta do crescimento dissolverá insatisfações.

Na boleia 2 - O setor privado calcula, porém, que junto com o PIB crescerá a compra de caminhões novos, aumentando a frota e deprimindo preços do frete. A solução, articulada com a Anfavea, é estimular a retirada de caminhões velhos das estradas.

É o cara - Secretário especial da Previdência, Rogério Marinho, já articula todas as pautas importantes da Economia no Congresso. Trabalhou pela MP da Liberdade Econômica e abre frentes para o pacto federativo e a reforma tributária.

TIROTEIO

"As manifestações mostram a Augusto Aras que não impõe liderança e confiança quem desdenha da própria casa."

Do procurador Blal Dalloul, terceiro colocado na lista tríplice, sobre a indicação de novo procurador-geral fora da seleção do MPF.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mesmo lado

Líderes e presidentes de partidos da centro-direita dizem, nos bastidores, ser um excesso o pedido de apreensão do celular de Jair Bolsonaro no inquérito que apura as denúncias de Sergio Moro. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinais

A suspeita de vazamentos de inquéritos sigilosos da Polícia Federal para o entorno do Presidente não se restringe ao caso de Flávio Bolsonaro. Relatório da investigação de candidaturas de laranjas em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Corrente

A disseminação reiterada de informações falsas, muitas delas com ataques a autoridades, e as ameaças do presidente da República de desdenhar de ordens judiciais fizeram ministros do Supremo se unir …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Trajetória

Alvo da Polícia Federal, a primeira-dama do Rio, Helena Witzel, tem parca experiência como advogada. Um contrato de R$ 540 mil do escritório dela com uma empresa investigada na Lava a Jato do Rio é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinuca

Pivô da crise entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro, a Polícia Federal se encontra em uma situação delicada. Com a responsabilidade de apurar as acusações do ex-ministro da Justiça, a PF se vê em risco …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Dupla dinâmica

Os ataques de Jair Bolsonaro ao STF têm na mira principalmente dois ministros, Alexandre de Moraes e Celso de Mello, que o Presidente elegeu como inimigos próprios. Ontem, Bolsonaro compartilhou um …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Em série

Além de mostrar a tentativa de interferência indevida na Polícia Federal para proteger amigos e família, a reunião ministerial revelou ação semelhante de Jair Bolsonaro no Iphan, responsável por …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Inteligência

A declaração de Jair Bolsonaro, dada na sexta (22) à rádio Jovem Pan, para tentar justificar o que seria seu sistema particular de informações foi considerada um tiro no pé por advogados criminalista…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De onde veio

Virou mistério para integrantes do Ministério da Saúde o responsável pela nomeação de Zoser Hardman de Araújo para o cargo de assessor especial do ministro. Causou mais estranheza o fato de ele ser …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ritmo de festa

Um dos nove militares nomeados por Jair Bolsonaro para o Ministério da Saúde na terça-feira, Giovani Camarão, futuro coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde, publicou foto nas redes …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados