Notícias

Cidades

Terceira Ponte já registrou 48 tentativas de suicídio em 2018


Imagem das câmeras da Rodosol nesta segunda-feira (10) mostram o trânsito interditado na Praia da Costa (Foto: Reprodução / Rodosol)
Imagem das câmeras da Rodosol nesta segunda-feira (10) mostram o trânsito interditado na Praia da Costa (Foto: Reprodução / Rodosol)
Dados divulgados pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Arsp) apontou que pelo menos 48 tentativas de suicídio foram registradas na Terceira Ponte, somente no ano de 2018. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (11), durante uma coletiva de imprensa concedida um dia após a maior interdição de trânsito já registrada na história da Terceira Ponte.

Na segunda-feira (10), uma operação de resgate para impedir um suicídio levou à Polícia Militar, Corpo de Bombeiro e Rodosol a interditar o trânsito de veículos na ponte por oito horas. Das 15h19 às 23h00, o trânsito ficou impedido nos dois sentidos da via.

Segundo a Arsp, 37 tentativas de suicídio foram registradas na Terceira Ponte entre 1º de janeiro e 8 de julho deste ano. Durante este período, três mortes foram registradas. Entre 8 de julho e 5 de setembro, outras 11 tentativas foram registradas, mas nenhuma morte confirmada.

Ainda segundo dados da agência, desde o ano 2000, 441 tentativas de suicídio foram registradas, sendo 90 mortes confirmadas apenas na Terceira Ponte.

Para buscar reduzir estes índices, o Governo do Estado anunciou nesta terça-feira a construção de uma barreira para evitar suicídios na ponte. A estrutura é composta por cabos rígidos verticais com dois metros de altura e espaçamento de 10 centímetros. Lanças pontiagudas também foram colocadas horizontalmente na parte superior. A instalação destas barreiras, no entanto, ainda não em prazo para acontecer.

Protótipo possui cabos rígidos verticais com dois metros de altura e espaçamento de 10 centímetros. Na parte superior, foram instaladas lanças pontiagudas. (Foto: Divulgação/ARSP)
Protótipo possui cabos rígidos verticais com dois metros de altura e espaçamento de 10 centímetros. Na parte superior, foram instaladas lanças pontiagudas. (Foto: Divulgação/ARSP)