search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Tarifa do Uber vai ser mais barata que corrida de táxi

Notícias

Notícias

Tarifa do Uber vai ser mais barata que corrida de táxi


As tarifas do Uber, sistema de transporte por aplicativo que vai ser implantado na capital no próximo mês, vão custar até 40% mais barato que uma corrida tradicional de táxi.

A estimativa é feita com base nas médias de valores praticados em cidades onde o serviço já funciona, como Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo.

A maior diferença se dá em horário noturno, quando o custo do quilômetro dos táxis fica elevado, enquanto a tarifa do Uber só é alterada caso exista excesso de demanda por veículos em uma região.

Um dos exemplos onde quem for de Uber pode economizar cerca de 40% é nos trajetos de saída do Triângulo das Bermudas durante a noite, na Praia do Canto, para bairros como Jardim Camburi, em Vitória, ou Praia da Costa, em Vila Velha, e Laranjeiras, na Serra.

Para Jardim Camburi, por exemplo, a tarifa de táxi fica em torno de R$ 25, enquanto a tarifa do Uber fica em torno de R$ 15.

Conforme explicado nas palestras que estão sendo ministradas aos parceiros do Uber, a tarifa é única, mas pode ficar até duas vezes mais cara se houver excesso de demanda em uma região. O objetivo da alteração do valor é fazer com que mais motoristas se desloquem para aquela região para equilibrar a demanda e, também, reduzir o número.

Segundo os palestrantes do Uber, essas alterações de valor ocorrem principalmente em saída de shows, casas noturnas, jogos e em dias de chuva, quando há aumento da demanda por veículos de transporte individual.

Os valores que serão praticados no Espírito Santo ainda não foram definidos e devem ser concluídos nas próximas semanas, antes da implantação em definitivo no Estado. As diferenças nos cálculos são feitas de acordo com a demanda, a distância média percorrida e pelos valores de combustível.

A empresa começou na última semana a realizar palestras e o cadastramento  de motoristas para  fazer a implantação do serviço no Estado. Na capital, está prevista a implantação do UberX, que utiliza veículos a partir de 2008 e que cobra tarifas mais baratas.

Reportagem por Carlos Mobutto e Daniel Figueiredo

 

A reportagem completa está no Jornal A Tribuna


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados