search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Somando esforços contra arquivamento de investigações
Painel da Folha de São Paulo

Somando esforços contra arquivamento de investigações

O grupo que articula recorrer ao plenário do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra o arquivamento de investigações sobre a atuação de Deltan Dallagnol e outros nomes da força-tarefa da Lava a Jato começou a cotejar a impressão de colegas a respeito dos casos. As primeiras sinalizações indicam que há chances de o colegiado contrariar o corregedor do órgão e autorizar ações contra procuradores de Curitiba. Os integrantes mais otimistas falam em 8 a 6 pró-apurações.

Quem pode mais - Os integrantes do CNMP que são favoráveis à abertura de investigações com base nas mensagens obtidas pelo The Intercept Brasil esboçam ceticismo diante da possibilidade de o corregedor do órgão, Orlando Rochadel, dar seguimento a ações deste tipo. Daí a articulação para submeter pedidos de apuração ao plenário.

Por dentro - Dirigentes da Associação Nacional dos Procuradores da República que tentam mapear os passos de Jair Bolsonaro no caminho que levará ao próximo comandante da Procuradoria-Geral da República (PGR) se surpreenderam com o quanto os auxiliares do presidente estão inteirados de propostas e perfis dos nomes que estão na lista tríplice da categoria.

A fé não costuma falhar? - Os auxiliares de Bolsonaro, dizem procuradores, escrutinaram entrevistas e debates dos três nomes mais votados pelos colegas. Por isso, a cúpula da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) torce para que a surpresa no anúncio do próximo procurador-geral que Bolsonaro tem prometido seja justamente a escolha de nome da lista.

Remediado está - O escritório Trench Rossi Watanabe fechou um acordo com a J&F para pôr fim à disputa judicial iniciada pela empresa no exterior após a explosão de escândalo que colocou a delação dos irmãos Batista em risco. As partes se comprometem a não mais travar embate sobre este assunto.

Remediado está II - No centro do impasse estava o ex-procurador Marcello Miller, suspeito de auxiliar os donos da J&F no acordo de delação antes de deixar a Procuradoria. Miller trocou a PGR pelo Trench.

Nada consta - Quando a suspeita da ação de Miller nos dois lados do balcão veio à tona, o escritório alegou desconhecer o jogo duplo e entregou comunicações internas ao STF para provar sua versão. A J&F, então, abriu processo contra o TRW nos EUA – e o novo trato encerra a questão.

De hoje para amanhã - Se a proposta que cria gatilhos para evitar que o governo quebre a chamada regra de ouro for aprovada ainda este ano, as normas previstas no texto devem ser acionadas já em 2020, prevê Felipe Rigoni (PSB-ES), relator da PEC que trata do tema na Câmara. As contas da União não vão fechar até 2023.

Sem atalho - A regra de ouro proíbe o governo de tomar dinheiro emprestado para bancar despesas do dia a dia. O plano dos parlamentares é ajustar automaticamente a rota do orçamento federal antes que a falha ocorra.

Regime forçado - Em situações como a atual, em que a conta não fecha e o governo precisa de crédito extraordinário, a proposta prevê medidas severas. Entre as opções de ajuste estão a redução de 20% dos gastos com publicidade oficial, dos repasses ao BNDES e a suspensão do pagamento do abono salarial.

Para seu conhecimento - O PSB enviou nessa terça (16) aos 11 deputados que descumpriram orientação do partido e votaram a favor da reforma da Previdência um comunicado no qual informa que eles serão processados individualmente e que podem ser expulsos. Os parlamentares têm 10 dias para apresentar defesa.

Éramos 11 - Dirigentes do partido avaliam que, deste grupo, ao menos seis deputados devem ser expulsos.

Você abusou - A legenda vai aguardar o posicionamento dos parlamentares e a votação do segundo turno da reforma, mas tende a afastar em definitivo aqueles que descumpriram quase 100% das determinações da legenda, tanto no texto principal da Previdência, como nos destaques.

Visita à Folha - A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) visitou a Folha nessa quarta-feira (17), onde foi recebida em almoço. Estava acompanhada de Thaís Pinhata de Souza, assessora parlamentar.

Tiroteio
"'Future-se', mas o presente urge, há universidades fechando restaurantes. Tudo muito midiático, e pouco estruturado."

Do deputado Idilvan Alencar (PDT-CE), sobre o programa anunciado pelo MEC para levar investimentos privados às instituições de ensino.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

DNA da fuga

O governo de São Paulo afirmou ter identificado apenas um fugitivo que teve passagem por uma prisão do estado, entre os 75 que fugiram de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O secretário de Administra…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ponta do novelo

O vídeo com alusão ao nazismo que derrubou o secretário de Cultura, Roberto Alvim, acentuou o racha na comunidade judaica no País. O grupo Judeus pela Democracia pretende usar o episódio para …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com fé, eu vou

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), baixou na última semana resolução que cria uma via rápida para a aprovação de isenção do IPTU para templos religiosos. A medida entra em vigor em 1º de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A parte pelo todo

Ao conversar com Jair Bolsonaro, ontem, sobre o vídeo gravado por Roberto Alvim – secretário da Cultura que acabou demitido no episódio –, o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Homem ao mar

Como forma de reduzir a crise na Secretaria de Comunicação, auxiliares de Jair Bolsonaro avaliam que Fábio Wajngarten tem que agir de modo mais efetivo e deveria optar por afastar Fábio Liberman, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Devagar com o andor

Apesar da intenção de apresentar a reforma administrativa em fevereiro, a equipe econômica foi advertida de que trechos incomodam algumas categorias de servidores e podem complicar o avanço do tema. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Espólio de guerra

Um dos pontos que o governo avalia para a venda dos Correios é o que fazer com um contingente de cerca de 40 mil pessoas que possivelmente vão perder o emprego com a privatização da estatal. Em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ao gosto do freguês

Advogados que atuam em causas penais já vislumbram a possibilidade de usar o juiz das garantias a favor de réus que hoje defendem. Um dos pontos que emergem é a leitura de que a nova figura …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Deixa para amanhã

Governadores de nove estados abriram mão de economizar parte de um total de R$ 2,58 bilhões em 2020 e 2021 ao adiarem o início da vigência de pontos da reforma da Previdência dos militares estaduais …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A César o que é de César

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou a redução do valor do DPVAT neste ano não encerra a queda de braço travada pela área econômica com as administradoras do seguro. A …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados