search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Sob ataque e sem retaguarda
Painel da Folha de São Paulo

Sob ataque e sem retaguarda

A guerra no PSL fragilizou as defesas do governo em flancos importantes, como na CPMI que apura a disseminação de fake news e na comissão que analisa a reforma das aposentadorias de militares. Como cabe ao líder do partido indicar os integrantes de colegiados – e a tropa de choque de Jair Bolsonaro está sendo removida desses postos –, a oposição se prepara para explorar todas as brechas.

A possibilidade de sofrer derrotas nesses campos preocupa aliados do Planalto.

Brecha
Vendo a desordem na sigla de Bolsonaro, a oposição foi ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), cobrar maior produtividade da CPMI das fake news. A avaliação é a de que o comandante do colegiado, Angelo Coronel (PSD-BA), é 'ingovernável” e atrapalhado nos trabalhos.

Reforço
O deputado Ricardo Barros (PP-PR), designado para a vice-presidência da CPMI, é visto como o nome que vai ajudar a dar ritmo aos trabalhos.

Alistamento voluntário
A troca de acusações e ataques no partido de Bolsonaro ampliou a lista de pessoas dispostas a colaborar com a apuração das fake news. O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), diz que foi atacado em suas redes, mas que os autores das postagens se esqueceram “que sou policial e sou bom de investigação”.

Tiro de alerta
Waldir diz que é uma prática dos aliados de Bolsonaro disseminar mentiras e afirmou ao Painel que está disposto a colaborar com a CPMI se for chamado.

Tiro de alerta II
“Se eu for convidado talvez faça até um bom depoimento. Estão mexendo com a pessoa errada. Estou quieto aqui. Não mexam comigo”, diz. “Quem fez a pergunta que derrubou o Eduardo Cunha fui eu”.

Retranca
Apesar do clima beligerante e de não estar disposto a buscar a conciliação, o presidente do PSL, Luciano Bivar, disse em reunião ontem que o partido precisa mostrar que está mais preocupado em ajudar o Brasil do que em brigar com Bolsonaro.

Linha reta
Presidente de uma das principais comissões da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR) diz que não mudará sua atuação na CCJ. “O meu trabalho vai continuar da mesma maneira. Aprovei, até hoje, todas as pautas importantes para o governo. Minha atuação vai continuar, tenho senso republicano”, diz.

Sem atalho
O pacote de medidas que Paulo Guedes (Economia) quer apresentar nos próximos dias será formado por seis textos que demandam aprovação do Legislativo. Há pedidos urgentes e também temas que, na avaliação da equipe econômica, vão mobilizar o debate até o fim do primeiro semestre de 2020.

Trava
Um dos projetos tratará de mudanças na regra de ouro das contas públicas, norma que proíbe o governo de tomar dinheiro emprestado para se endividar.

Negócios à parte
Técnicos da Economia temem não cumprir a regra a partir do no ano que vem e, por isso, há pressa. Um dos caminhos em estudo é inserir o conteúdo de texto do deputado Pedro Paulo (DEM-RJ) em uma proposta de tramitação mais avançada, de autoria da hoje deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Só chutar pro gol
Recém-nomeado líder do governo no Congresso, o senador Eduardo Gomes (MDB-TO) disse ao Painel que tem grandes amigos na Câmara, o que o credenciaria a dialogar com a Casa, e que sua prioridade no posto será “arrematar os feitos e as conquistas do ano”.

Tempo de colher
Na visão do novo líder, o governo tem boas notícias a mostrar na área de infraestrutura e também colherá resultados positivos com o 13º do bolsa família.

Bola fora
Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) causou constrangimento à bancada feminina do PP durante um almoço com integrantes do partido. De acordo com relatos, ele disse ter mentido para a esposa quando ela perguntou quem era a mulher, uma senadora da legenda, que havia posado com ele em uma foto.

Bola fora II
Um integrante do PP diz que Ramos contou ter dito tratar-se de funcionária do Congresso “para não ter problema em casa”. Deputadas e senadoras deixaram o local.

Tiroteio
“Vivemos situação dramática com essa tragédia de dimensões desconhecidas, e de quem se espera liderança vem falta de ação”. Do governador Rui Costa (PT-BA), sobre o que considera “omissão do governo Bolsonaro” no vazamento de óleo que atingiu a costa do Nordeste.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mesmo lado

Líderes e presidentes de partidos da centro-direita dizem, nos bastidores, ser um excesso o pedido de apreensão do celular de Jair Bolsonaro no inquérito que apura as denúncias de Sergio Moro. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinais

A suspeita de vazamentos de inquéritos sigilosos da Polícia Federal para o entorno do Presidente não se restringe ao caso de Flávio Bolsonaro. Relatório da investigação de candidaturas de laranjas em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Corrente

A disseminação reiterada de informações falsas, muitas delas com ataques a autoridades, e as ameaças do presidente da República de desdenhar de ordens judiciais fizeram ministros do Supremo se unir …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Trajetória

Alvo da Polícia Federal, a primeira-dama do Rio, Helena Witzel, tem parca experiência como advogada. Um contrato de R$ 540 mil do escritório dela com uma empresa investigada na Lava a Jato do Rio é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinuca

Pivô da crise entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro, a Polícia Federal se encontra em uma situação delicada. Com a responsabilidade de apurar as acusações do ex-ministro da Justiça, a PF se vê em risco …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Dupla dinâmica

Os ataques de Jair Bolsonaro ao STF têm na mira principalmente dois ministros, Alexandre de Moraes e Celso de Mello, que o Presidente elegeu como inimigos próprios. Ontem, Bolsonaro compartilhou um …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Em série

Além de mostrar a tentativa de interferência indevida na Polícia Federal para proteger amigos e família, a reunião ministerial revelou ação semelhante de Jair Bolsonaro no Iphan, responsável por …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Inteligência

A declaração de Jair Bolsonaro, dada na sexta (22) à rádio Jovem Pan, para tentar justificar o que seria seu sistema particular de informações foi considerada um tiro no pé por advogados criminalista…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De onde veio

Virou mistério para integrantes do Ministério da Saúde o responsável pela nomeação de Zoser Hardman de Araújo para o cargo de assessor especial do ministro. Causou mais estranheza o fato de ele ser …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ritmo de festa

Um dos nove militares nomeados por Jair Bolsonaro para o Ministério da Saúde na terça-feira, Giovani Camarão, futuro coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde, publicou foto nas redes …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados