Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Sinais de exagero na malhação
AT em Família

Sinais de exagero na malhação

Por Luciana Pimentel

A idealização do corpo perfeito tem levado pessoas saudáveis a fazerem loucuras, como dietas mirabolantes e excesso de treinos sem acompanhamento especializado. Não há nada demais em querer estar bem, bonito e saudável. Mas é preciso tomar cuidado para que o culto ao corpo não se torne uma obsessão.

O médico do Esporte e Fisiatra Fabrício Buzatto explicou que quando está sobrecarregado, o corpo dá sinais claros. “Irritabilidade ao longo do dia, dificuldade para dormir, infecções urinárias de repetição, gripes, ansiedade e lesões são os principais sintomas que o corpo dá quando há exagero nos exercícios”.

Buzatto frisou que dietas da moda e restrições alimentares também podem ter efeito contrário ao esperado: é que quando o paciente volta a se alimentar corretamente, acaba ganhando mais peso do que antes.

O emagrecimento rápido para alcançar o padrão de beleza também tem efeitos na pele. A dermatologista Juliana Drumond lembrou que a pele perde sustentação com a eliminação abrupta de gordura corporal.

“Um rosto muito magro se torna mais flácido e deixa mais evidente os sinais de envelhecimento”, ponderou a especialista.

 (Foto: Kadidja Fernandes/AT)
(Foto: Kadidja Fernandes/AT)

A cirurgiã bucomaxilofacial Thaiz Arrabal, de 39 anos, malha de quatro a cinco vezes por semana e quando descobriu uma hérnia cervical, ficou arrasada porque pensou que teria que abandonar os treinos. Ela procurou ajuda especializada e hoje está mais forte do que antes de ter a hérnia.

O educador físico Diego Zanon, que acompanha Thaiz, contou que para alcançar resultados rápidos, as pessoas estão fazendo movimentos sem qualidade e com muita carga, um prato cheio para lesões.

“As pessoas se preocupam com treino e alimentação e pecam no descanso, que é onde os resultados aparecem. Equilíbrio entre treino, alimentação e descanso ajuda a alcançar uma evolução crescente, consistente e consciente”, disse.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados