Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Sesi e Senai: presente e futuro
Tribuna Livre

Sesi e Senai: presente e futuro

Uma das iniciativas, no entanto, possui mais desvantagens do que benefícios, afetando uma das áreas mais estratégicas para uma nação que almeja o crescimento: a educação.

Um dos pontos em debate no momento é o enfraquecimento do Sistema “S” Indústria, que engloba Sesi e Senai, um erro que revela desconhecimento da importância destas duas instituições para o Brasil, bem como o grande caminho a ser percorrido na educação nacional. Enquanto na Alemanha e na França mais de 50% dos jovens concluem cursos técnicos, no Brasil, apenas 6,6% possuem esse tipo de formação. Nos países desenvolvidos, a média ultrapassa 35% dos estudantes.

Sesi e Senai cumprem também um papel essencial para o desenvolvimento socioeconômico do Espírito Santo. Somente em terras capixabas, as duas entidades realizaram mais de 438 mil atendimentos ao longo de 2018, somando ações de educação, formação profissional, consultorias em tecnologia e inovação, promoção da cultura, saúde e segurança do trabalhador.

O Sistema “S” Indústria possui 68 unidades no Espírito Santo, sendo 37 móveis, alcançando quase todos os municípios. No campo da educação, o Sesi é a maior rede de ensino privado do Espírito Santo, com 11 mil alunos, e está entre as 10 melhores no Ideb. Com custo acessível, temos feito a diferença na vida das famílias com renda de até dois salários mínimos – um terço de nossos alunos. Mais que uma escola, fizemos do Sesi uma ferramenta de transformação social.

Recebemos crianças e entregamos cidadãos com projetos de vida, que aprendem empreendedorismo, robótica, com ensino bilíngue, alinhado ao conceito maker. No Sudeste, fomos pioneiros na implantação do novo Ensino Médio, integrando-o à formação técnica do Senai.

O mundo está mudando rapidamente, a indústria está se transformando e exigindo novas habilidades. Foi pensando nisso que o Senai criou novos cursos, como Mecatrônica, e reformulou a grade curricular dos já existentes, inserindo disciplinas transversais de inovação, indústria 4.0 e lean manufacturing.

Nossos alunos são preferidos por 95% dos empresários, atestando a qualidade de um ensino cada vez mais conectado às demandas reais do mercado, o que beneficia cerca de 18 mil jovens anualmente.

Para apoiar as empresas na busca por mais eficiência, lançamos o “ES + Produtivo”, programa desenvolvido no Senai que registrou ganho médio de 59% na produtividade das 147 participantes. No ano passado, trabalhamos pela implantação da Mobilização Capixaba pela Inovação, que disponibilizou R$ 80 milhões para novos projetos.

Cientes da situação econômica do país, temos feito nossa parte. Em 2018, cortes de 11,1% no custeio melhoraram o resultado financeiro de Sesi e Senai, sem que nenhum dos serviços para a sociedade fosse afetado. Estamos zelando pelo recurso coletivo, a exemplo da implantação do compliance, um dos primeiros do país, e da publicação das informações no portal da transparência, dados fiscalizados pelos órgãos de controle.

Se desejamos um futuro de oportunidades, empregos e desenvolvimento, precisamos preservar Sesi e Senai e continuar evoluindo.

Léo de Castro é presidente do Sistema Findes


últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

A pasta para dentes e a propaganda abusiva

No Ocidente, os egípcios e gregos foram os primeiros a compor uma mistura para limpar os dentes. A fórmula era bastante variada (cinzas, casca de ovo, pedra-pomes, ervas, carvão, hortelã...). …


Exclusivo
Tribuna Livre

A música romântica e a visão de mundo

Em 1995 escrevi algo sobre a as diferenças entre o romantismo pós-wagneriano e o estilo francês (impressionista, pós-impressionista, de Stravinsky, de Satie, etc). Hoje, retomo ao tema, estando …


Exclusivo
Tribuna Livre

Mercado de trabalho e o profissional do futuro

Com um mercado de trabalho que muda a cada dia, muitos profissionais ficam em dúvida sobre qual caminho seguir. Afinal de contas, vale a pena investir em uma profissão do futuro? Quando é o momento …


Exclusivo
Tribuna Livre

Isenção do “imposto sobre a herança” no Espírito Santo

Como defensor público titular da 2ª Defensoria de Órfãos e Sucessões de Cariacica efetuo diariamente orientações aos meus assistidos sobre as regras legais para a elaboração de inventários e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Dragagem ainda não trouxe os resultados esperados

As obras de dragagem no Porto de Vitória foram concluídas em outubro de 2017. A tão esperada dragagem previa que o canal passaria de uma profundidade de 11,7 metros para 14 metros e de 11,7 metros …


Exclusivo
Tribuna Livre

A intolerância do preconceito

Mais uma vez, ficamos chocados com ondas de ataques simultâneos às pessoas inocentes, morrendo, sem motivo aparente, senão à cor que mais uma vez se manifesta diante do racismo radical, abalando a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Competindo com eficiência

O Espírito Santo é o maior produtor mundial de pelotas de minério de ferro e o terceiro maior produtor de aço do Brasil, sendo que, juntos, os dois setores representam mais de 20% do PIB estadual, …


Exclusivo
Tribuna Livre

A polêmica “PL do saneamento”

Desde a edição da Medida Provisória (MP) 868 no ano passado, a necessidade de se estabelecer um novo Marco Regulatório sobre Saneamento Básico no País está em voga. É que na última década, os …


Exclusivo
Tribuna Livre

Tráfico de pessoas: um perigo que ainda ronda entre nós

Estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU) consideram haver cerca de 2,5 milhões de vítimas de tráfico de seres humanos. Esse é um assunto de grande relevância mundial, pois criminosos …


Exclusivo
Tribuna Livre

Qual é o lugar do esporte no Brasil?

O esporte é um ótimo indicador social. Tenho acompanhado o Pan de Lima, e a cada vez que um brasileiro ou uma brasileira sobe ao pódio me encho de alegria, pois sei que competir em alto nível …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados