Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Segurança da tocha olímpica é reavaliada após protesto em Angra dos Reis

Esportes

Esportes

Segurança da tocha olímpica é reavaliada após protesto em Angra dos Reis


Protesto interrompe passagem da tocha olímpica em Angra dos Reis
Protesto interrompe passagem da tocha olímpica em Angra dos Reis
Um grupo de manifestantes reclamou do não pagamento de servidores públicos. Foto: Reprodução

O esquema de segurança do revezamento da tocha olímpica foi reavaliado nesta quinta-feira, 28, após ela ter sido apagado em Angra dos Reis, na noite de quarta-feira, 27. O secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, informou ainda que há informações de novos protestos. Vários grupos divulgam nas redes sociais eventos com o nome “não vai ter tocha”.

 

José Mariano Beltrame, secretário de Segurança do Rio. Foto: reprodução / internet.
José Mariano Beltrame, secretário de Segurança do Rio. Foto: reprodução / internet.
José Mariano Beltrame, secretário de Segurança do Rio. Foto: reprodução / internet.

 

Beltrame destacou que em sua opinião “apagar a tocha é crime”, mas não explicou qual seria a infração. "A cerimônia da tocha  aconteceu outras 85 vezes e não houve problema. Ontem (quarta-feira) houve. Isso foi reavaliado e vamos acompanhar mais atentamente essa questão", disse.

O secretário ressaltou que faria ‘diferente’ a avaliação do caso de um jovem presa em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Chaer Kalaun, de 28 anos, foi preso na noite desta quarta-feira, 27, pela Polícia Federal por suspeita de ter ligação com grupos terroristas.

Mesmo com a nova avaliação, o secretário afirmou que o nível de alerta  no Rio continua não aumentou após as recentes prisões. "Eu agiria da maneira diferente da que estão agindo. Mas isso sou eu. Cabe a essa instituição (Polícia Federal) sanar todas essas dúvidas. Não chegou um relatório sobre esse caso para mim", afirmou.

Segundo o secretário, a reunião do Comitê de Segurança Integrado Regional desta quinta tratou do esquema para o dia da cerimônia de abertura da Olimpíada, que acontece na sexta-feira, 5. O esquema inclui trânsito  e a chegada e saída de autoridades.

Beltrame também destacou que o efetivo de policiais nas ruas já foi aumentado, tanto da Polícia Militar quanto da Polícia Civil. " A preocupação é permanente, e queremos antecipar fatos, seja de que natureza for. Já estamos com 10,5 mil policiais por turno, e mais 5 mil policiais civis", afirmou.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados