search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Saneamento básico para todos é uma dívida social de séculos
Tribuna Livre

Saneamento básico para todos é uma dívida social de séculos

Conhecida como o Novo Marco Legal do Saneamento, a sanção da Lei 14.026, em julho, abriu caminho para o Brasil pôr fim à uma dívida social de séculos. O objetivo da nova lei é levar o saneamento a 90% da população até 2033. Pela agenda oficial, o governo deve publicar nos próximos dias os decretos que vão instituir o Comitê Interministerial de Saneamento e a metodologia de comprovação econômico-financeira para as empresas interessadas.

A expectativa é de que até o final do ano se estabeleça um canal de comunicação e transparência para garantir o monitoramento da implementação do novo marco, além do lançamento de normas regulatórias, entre outras ações.

Na prática, somente em 2022 devem ser disponibilizadas as informações relativas à adoção – pelas agências reguladoras de saneamento subnacionais – das normas emitidas pela ANA (Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico.

O caminho está aberto, mas é longo o trajeto para atingir a meta do governo federal de alcançar a universalização até 2033, garantindo que 99% da população brasileira tenha acesso à água potável e 90% ao tratamento e à coleta de esgoto.
Hoje, no País, 35 milhões de pessoas não têm acesso à água tratada e mais de cem milhões não contam com serviços de coleta de esgoto.

Isso só será possível de se alcançar porque a aprovação da nova lei criou um ambiente de segurança jurídica, competitividade e sustentabilidade a fim de atrair novos investimentos para universalizar e qualificar a prestação dos serviços no setor.

A lei vai padronizar regras e dar segurança jurídica, algo que investidores do mundo todo aguardavam. Precisamos de investimentos em torno de R$ 500 bilhões a R$ 700 bilhões em 10 anos e só chegaremos a esse montante se somarmos esforços públicos e privados.

Essas medidas vão abrir o mercado de saneamento a operadores privados, a partir de condicionantes que garantam uma operação eficiente e regional do serviço.

A nova legislação representa uma evolução sem precedentes para o setor de saneamento no Brasil.
Espera-se que ela consiga contribuir para o avanço da agenda de universalização do saneamento. E, para isso, a participação do setor privado será fundamental.

Essa lei mostra também o quanto se faz necessário um Estado moderno. Que tenha seu tamanho reduzido, que não queira assumir serviços que são de natureza do setor privado.

O Brasil precisa resolver problemas históricos, como os de logística, por exemplo, que afetam e muito a competitividade do setor produtivo.

Entendemos que as parcerias público-privadas são a melhor alternativa para caminhar no sentido de solucionar esses gargalos da infraestrutura nacional.

Paulo Baraona é presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-ES)

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Todos estão preparados para a Lei Geral de Proteção de Dados?

É notório que a pandemia apressou os processos de transformação digital e ampliou a virtualização das relações sociais. Neste contexto de massificação das interações pelo ciberespaço desponta de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Biblioteca escolar é fundamental na formação de todo cidadão

Longe de constituir mero depósito de livros, a biblioteca escolar é um centro ativo de aprendizagem. Nunca deve ser vista como mero apêndice das unidades escolares, mas como núcleo ligado ao …


Exclusivo
Tribuna Livre

Alternativas para o lixo urbano durante a pandemia da Covid-19

Na pandemia, aqueles que “podem” estão reclusos em casa trabalhando em home office e cuidando dos seus familiares. O maior tempo em casa implica aumento no consumo de alimentos, boa parte deles …


Exclusivo
Tribuna Livre

Trabalho para levar alívio e ausência da dor para o paciente

Passar por um procedimento cirúrgico pode ser bastante preocupante para muitas pessoas. A ideia de estar em uma mesa de cirurgia, vulnerável à equipe médica e às complicações que, porventura, possam …


Exclusivo
Tribuna Livre

Aumento de testamentos e gestão de patrimônio na pandemia

De abril a julho, o Espírito Santo registrou um aumento de 175% no número de testemunhos realizados em cartório. Os dados são do Colégio Notarial Brasileiro – Conselho Federal (CNB-CF) e mostram a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Médico: profissão e missão

Da transformação digital às novas formas de estarmos mais perto uns dos outros, foram muitas as mudanças provocadas pela pandemia. Para os médicos, é possível dizer que tudo mudou um pouco mais. Em …


Exclusivo
Tribuna Livre

Rap da impunidade

A InSight Crime é uma fundação dedicada ao estudo da principal ameaça à segurança dos países e indivíduos da América Latina e Caribe: o crime organizado. É uma das mais prestigiadas organizações do …


Exclusivo
Tribuna Livre

Heróis na linha de frente do combate à pandemia da Covid-19

Amanhã, 18 de outubro, é o Dia do Médico, e proponho um desafio: folheie o jornal, abra um site de notícias ou ligue no seu telejornal preferido e tente não ver algum conteúdo relacionado à área …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação inclusiva é caminho sem volta e dever de todos

Volta e meia políticos do momento, pelos seus mais diversos motivos, surpreendentemente atacam os consagrados princípios da igualdade e não-discriminação das pessoas com deficiência. Talvez, pensando …


Exclusivo
Tribuna Livre

A importância da colaboração com a inovação no Estado

O dia 19 de outubro é considerado o Dia Nacional da Inovação, e para celebrar e reconhecer a importância do tema, o Sebrae realiza o Mês da Inovação, com uma programação de quatro semanas, incluindo …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados