search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Sambista capixaba vai para a rua apresentar seu trabalho e sobreviver na pandemia

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Sambista capixaba vai para a rua apresentar seu trabalho e sobreviver na pandemia


A categoria da música está parada desde março quando se iniciaram os primeiro decretos da pandemia e não há previsão de retorno para essa área.  (Foto: Reprodução/Instagram)
A categoria da música está parada desde março quando se iniciaram os primeiro decretos da pandemia e não há previsão de retorno para essa área. (Foto: Reprodução/Instagram)
Muitos já viram ele nos ensaios ou nos desfiles das escolas de samba ou em shows e apresentações. Sua simpatia, adjetivo que carrega em seu sobrenome com muito orgulho, sua voz, carisma e talento conquistam a todos por onde ele passa. O nome dele? Kleber Simpatia, músico profissional, sambista capixaba e intérprete da escola de samba Novo Império. Atualmente, Kleber trocou as quadras das escolas de samba e os shows, pelos semáforos de Vitória para driblar a crise causada pela pandemia do coronavírus.

A categoria da música está parada desde março quando se iniciaram os primeiro decretos da pandemia e não há previsão de retorno para essa área. Situação bem diferente da fase pré-pandemia em que o músico contou estar com a agenda cheia de eventos marcados.

Como não pode tocar em eventos, Kléber buscou uma outra alternativa: ele vai para as ruas e para os semáforos abordar as pessoas com objetivo de doar seu trabalho, o CD entitulado "Kaloptus - O meu Samba é assim" e com sua simpatia, já que o sorriso está escondido por trás da máscara, ele fala para a pessoa que no encarte tem um papel explicando como é possível ajudá-lo caso goste das músicas que vai ouvir.

Kleber Simpatia (Foto: Reprodução/Instagram)
Kleber Simpatia (Foto: Reprodução/Instagram)
"Antes, nós músicos, tínhamos bastante coisa, estávamos com a agenda cheia. Eram muitos casamentos, aniversários... Eu estava fazendo muitos shows. Não tem como negar que a pandemia mudou totalmente o cenário pra galera da música em si. Acho que a nossa área será a última a voltar a funcionar, infelizmente. Mas precisamos driblar essa situação de alguma forma. Então resolvi fazer esta ação, apresentando para as pessoas meu novo trabalho, um CD de samba. Se a pessoa gostar do que vai ouvir ela pode doar. As informações estão coladas num recadinho que deixei na capa do CD ", explicou o sambista. E ele ressalta: "Não é obrigado a doar".

Como não pode tocar em eventos, Kléber buscou uma outra alternativa: ele vai para as ruas e para os sinais de trânsito abordar as pessoas com objetivo de doar seu trabalho (Foto: Reprodução/TV Tribuna)
Como não pode tocar em eventos, Kléber buscou uma outra alternativa: ele vai para as ruas e para os sinais de trânsito abordar as pessoas com objetivo de doar seu trabalho (Foto: Reprodução/TV Tribuna)
Em um trecho de uma das canções interpretadas por Simpatia ele diz: "Quem luta sempre vence, não há glória sem lutar" e, é o que o sambista frisa em sua vida: não desistir mesmo diante dos obstáculos.

"A gente não vive só de luz, a gente precisa comer, se vestir, morar, etc. É hora de acordar cedo, botar uma roupa, ir pra rua, vender churrasquinho, fazer o que tiver que ser feito pra sobreviver. O que não pode é desistir, sabe?! Você tem que ir pra rua, tem que mostrar seu trabalho, tem que ir pro sinal mesmo. Vai pra rua com a cara e a coragem que tudo vai dar certo. Afinal, nós somos filhos de Deus e Ele não nos desampara nunca", concluiu o sambista.

A reportagem foi feita pelo repórter Filipe Chicarino, da TV Tribuna. 

Assista:

Para conhecer melhor o trabalho do músico, basta visitar o Instagram @simpatiakleber

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados