Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ronaldo Jacaré espera “nada além da vitória” em luta principal no UFC

Esportes

Esportes

Ronaldo Jacaré espera “nada além da vitória” em luta principal no UFC


Não importa se será nocaute, finalização, com show ou de maneira simples. O que o lutador capixaba Ronaldo “Jacaré” Souza espera para este sábado (27) é vencer a todo custo no evento principal do UFC Fort Lauderdale, na Flórida, Estados Unidos, e garantir seu passaporte para disputar o cinturão dos pesos-médios da organização.

Ronaldo Jacaré vem de vitória sobre Chris Weidman e poderá lutar pelo cinturão caso derrote Jack Hermansson (Foto: Divulgação/UFC)
Ronaldo Jacaré vem de vitória sobre Chris Weidman e poderá lutar pelo cinturão caso derrote Jack Hermansson (Foto: Divulgação/UFC)
O lutador de 39 anos encara o sueco Jack Hermansson, 10º colocado no ranking da categoria, com a promessa do presidente da organização, Dana White, de lutar pelo título da categoria em caso de vitória. Por isso, não importa como, o que o brasileiro quer é deixar o octógono com o braço erguido.

“Eu tenho que vencer, essa é a parada. Eu não penso em nada além da vitória. Não tenho que dar show nem fazer alguma coisa diferente. E é isso que vou fazer: subir lá para buscar essa vitória”, afirmou Jacaré, em entrevista exclusiva ao Tribuna Online.

O adversário do capixaba foi o último lutador a entrar na dança das cadeiras do card principal do evento de sábado. Jacaré, que vem de vitória sobre Chris Weidman, foi escalado para substituir o também brasileiro Paulo Borrachinha, que enfrentaria Yoel Romero no evento.

Entretanto, a revanche contra o cubano foi adiada por uma pneumonia do adversário. Borrachinha voltou a ter o nome ventilado para a luta, mas recuou. Hermansson, então, entrou no páreo.

Mesmo com todas as mudanças de rota, Ronaldo Jacaré garante que não sentirá o desgaste gerado pela indefinição do adversário.

“Estou bem tranquilo, isso foi coisa que aconteceu no passado. Como já expliquei em outras entrevistas, na hora que estava acontecendo me desgastou bastante. Mas agora estou bastante focado, fiz um ‘camp’ muito bom de treino. Ele fez uma péssima escolha em aceitar essa luta e vou mostrar isso na luta”, garantiu.

Treinador capixaba soma forças à Jacaré

Ronaldo Jacaré não será o único capixaba a mostrar trabalho no evento principal do UFC Fort Lauderdale, no sábado. Junto dele, estará o treinador Daniel Mendes, nascido em Vila Velha e que há cerca de quatro anos e meio trabalha nos Estados Unidos com o esporte.

Ronaldo Jacaré e Daniel Mendes se juntaram na preparação para a luta principal do UFC Fort Lauderdale (Foto: Acervo Pessoal/Daniel Mendes)
Ronaldo Jacaré e Daniel Mendes se juntaram na preparação para a luta principal do UFC Fort Lauderdale (Foto: Acervo Pessoal/Daniel Mendes)
Daniel se juntou a Jacaré há três meses, trabalhando especificamente na preparação para a luta de sábado. Será a terceira vez que ele “participa” de um “main event” do UFC — antes, esteve com o capixaba Erick Silva e o carioca Vitor Belfort.

Mendes, especialista na parte de muay thai, conta que, nos treinos, Ronaldo mostrou ter totais chances de sair com a vitória.

“A expectativa é boa, acompanhei o trabalho feito com toda a equipe. É um cara que sempre foi focado e disciplinado, características que são indispensáveis para sair com a vitória”, disse.

No trabalho para a luta contra Jack Hermansson, Daniel procurou aplicar a ciência do esporte, trazendo dados sobre o adversário para completar o trabalho técnico, que Jacaré já mostrou no octógono dominar muito bem.

“Eu sempre gosto de estudar muito os adversários de quem estou treinando. Tento aplicar ao máximo a ciência do esporte e trazer para as lutas. Não é diferente de um treinamento em que se prepara uma equipe de basquete, de vôlei, de futebol... Tento trazer estatísticas e dados relevantes para colocar dentro da preparação, além de fazer o meu trabalho com ele da parte em pé”, explicou.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados