Flávio Dias

Flávio Dias


Richarlison é o melhor da Seleção pós-Copa

Richarlison chegou para ficar na Seleção Brasileira (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)
Richarlison chegou para ficar na Seleção Brasileira (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)
Confesso que, para mim, a Seleção Brasileira tinha que ter dado um tempo. Nada de jogos em 2018 depois da eliminação na Copa do Mundo! Até para deixar a torcida sentir alguma saudade.

Enfim, não foi isso que aconteceu. E encontrei poucas pessoas que demonstraram algum interesse em acompanhar os amistosos contra Estados Unidos, El Salvador, Arábia Saudita, Argentina, Uruguai e Camarões.
Foram seis vitórias. E nenhuma atuação de encher os olhos. Praticamente, a mesma coisa do que aconteceu na Copa do Mundo até a derrota para a Bélgica que eliminou o Brasil nas quartas de final.

Mas houve, sim, pontos positivos. O maior deles: Richarlison.

O capixaba de Nova Venécia, de 21 anos, chegou para ficar. E se começou o período pós-Copa como jogador a ser testado, termina o ano com vaga garantida na Copa América do ano que vem, a principal competição do calendário da próxima temporada. E vou além: os titulares que abram os olhos, pois Richarlison vai brigar por vaga entre os 11!

Richarlison fez 19 gols pelo Fluminense (Foto: )
Richarlison fez 19 gols pelo Fluminense (Foto: )
A ascensão do atacante é meteórica. Não é chavão. Em dezembro de 2015, o Flu anunciou a contratação do jogador, então com 18 anos. Ele tinha acabado de fazer boa temporada pelo América/MG, com 24 jogos e nove gols na Segundona do Brasileiro.

Em julho de 2017, depois de 19 gols com a camisa tricolor, ele foi vendido ao Watford, da Inglaterra, por 12,5 milhões de euros (cerca de R$ 46 milhões na época). Apenas uma temporada depois, o atacante foi comprado pelo Everton, também da Inglaterra, por cerca de R$ 247 milhões!

A continuar assim, não vai demorar e vai para algum gigante inglês por um valor ainda superior.

Richarlison tem tudo para estourar cada vez mais. Tem bola, tem velocidade, tem força física. Joga em mais de uma posição na frente. Se destacou saindo dos lados para o meio, mas também pode jogar centralizado, fazendo o caminho inverso. E, para completar o pacote, é carismático! Um sonho de consumo para os marqueteiros!

Que continue assim, com os pés no chão, sempre trabalhador e humilde. A torcida por ele só aumenta!

***

Menos, Tite

Tite elogiou o trabalho de Seedorf (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Tite elogiou o trabalho de Seedorf (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Quer dizer que o jogo entre Brasil e Camarões foi “de um futebol plasticamente mais bonito”? Tite é o técnico mais credenciado para a Seleção Brasileira. Mas não é com declarações assim que vai convencer, ou enganar, o torcedor. Elogiar a seleção africana e encher a bola do agora treinador Seedorf parece piada. De mau gosto.

A Copa América do ano que vem acontece no Brasil. E a Seleção vai ter a obrigação de ganhar e jogar bem, não tenham dúvidas.