Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Ricardo não deve virar secretário

 (Foto: Reprodução )
(Foto: Reprodução )
O senador Ricardo Ferraço (PSDB) não deve fazer parte do secretariado do governador eleito Renato Casagrande (PSB). Os dois têm conversado e o socialista deixou as portas abertas do governo para o senador – que tentou a reeleição, mas não foi eleito. No entanto, tudo indica que Ricardo deve optar pela iniciativa privada, com uma empresa própria.

A informação foi confirmada por pessoas próximas a Casagrande e a Ricardo. Durante a campanha, o senador recebeu apoio tanto do governador Paulo Hartung quanto de Casagrande. Os dois chegaram a pedir votos para ele.

Após a derrota nas urnas, Ricardo passou a ser cotado para compor a equipe do novo governo. A Secretaria da Agricultura seria a pasta indicada e o próprio Casagrande disse que o senador tem capacidade técnica e política para compor a equipe, o que leva a crer que o tucano terá bom trânsito na gestão.

Cátia Lisboa sondada
Há cerca de duas semanas, a secretária da Saúde de Vitória, Cátia Lisboa, foi sondada por um integrante da cúpula de Casagrande para integrar o secretariado do eleito. Não foi dito, porém, se seria para ocupar a mesma pasta que atua na prefeitura da capital. Se vingar a sondagem, será o quinto nome “roubado” do prefeito Luciano Rezende.

“Terá as portas abertas”
Antes mesmo do resultado da eleição, o presidente da OAB-ES, Homero Mafra, tratou de preparar o caminho ao futuro presidente: “A partir de amanhã (hoje) não há mais chapa 1, chapa 2 ou chapa 3. Só existe a advocacia, e eu exercerei o meu mandato até 31 de dezembro. Quem ganhar terá as portas da Ordem abertas para verificar o que quiser”.

Até “corredor polonês” na votação da OAB
Com boca de urna liberada, bandeiraço, panfletagem e até uma espécie de “corredor polonês” na entrada do Hotel Alice (um dos locais de votação) para abordar e pedir voto aos advogados, a eleição da OAB-ES ontem foi mais animada que a eleição geral de outubro. Muitos advogados votaram de manhã, talvez devido ao fato do TJ não ter suspendido as audiências, de tarde.

Nem no aniversário escapa!
O deputado estadual Theodorico Ferraço completou ontem 81 anos e foi parabenizado pelos colegas. Uns, porém, exageraram na felicitação, como o deputado Hércules Silveira. “Esse ancião, que me carregou no colo e me ajudou a atravessar a rua, está de parabéns”. Hércules tem 79 anos.

“É hora de desmontar palanques”, diz Bruno Lamas
O deputado Bruno Lamas confirmou que é candidato a presidente da Assembleia. “Sou uma opção, mas o debate ainda nem começou. Pretendo dialogar com todos os deputados”. Também rebateu a possibilidade de não ter apoio do Anchieta na Ales por conta da disputa à Prefeitura da Serra. “Misturar a eleição municipal de 2020 com a eleição da Ales é no mínimo falta de respeito com os capixabas. É mais que natural minha possível candidatura. Mas agora é hora de desmontar palanques, arregaçar as mangas e trabalhar!”

Fim dos cargos na pauta
A Comissão de Justiça da Câmara de Vitória vota hoje projeto que extingue cargos comissionados vinculados à Mesa Diretora. Ao todo, são 81 postos. O projeto é do vereador Max da Mata, mas o parecer do relator, Mazinho dos Anjos, é contrário.

Constituição em debate
O Partido Novo promove no próximo dia 3 a palestra “Constituição: Perspectivas atuais e evoluções necessárias”, que será ministrada pelo procurador da Advocacia-Geral da União Dalton Morais. Com entrada franca, o encontro será na faculdade Fucape, em Vitória, às 19 horas.

É o jeito!
A Associação dos Procuradores do Estado (Apes) reúne os membros na sede hoje para uma palestra sobre “Benefícios da Previdência Privada”.

Férias sem legendas
Casagrande postou foto do lugar onde está, mas sem identificá-lo.