search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Retorno de público aos estádios é rechaçado por Vasco, Flu e Botafogo

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Retorno de público aos estádios é rechaçado por Vasco, Flu e Botafogo


Com exceção do Flamengo, grandes clubes cariocas se manifestaram no sábado (6) contrários à reabertura de estádios ao público, em meio à segunda onda da pandemia do novo coronavírus (covid-19) e à confirmação de novas variantes do vírus em circulação na capital fluminense. Por meio de notas oficiais, Vasco, Fluminense e Botafogo rechaçaram o retorno dos torcedores ao jogos do Campeonato Carioca.

O primeiro a se posicionar foi o Vasco da Gama. Segundo comunicado do do clube, “é uma discussão prematura visto o recrudescimento da pandemia do novo coronavírus no Brasil”.

Estádio do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo/ Divulgação)
Estádio do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo/ Divulgação)

Na sequência, o Fluminense foi ainda mais veemente: disse que “os clubes sequer foram convocadas para uma reunião sobre o assunto”. O Tricolor carioca esclareceu que participou na sexta-feira (5) de uma reunião com demais clubes cariocas e a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), mas que o tema do encontro foi a avaliação sobre a operação de combate e prevenção à covid-19 durante a primeira rodada do Carioca.

De fato, a Ferj publicou o resultado do encontro, também por meio de nota oficial, e não citou nada a respeito sobre a possibilidade de retorno de público aos estádios. No comunicado cita que todos os médicos dos clubes “foram unânimes em apontar o Jogo Seguro [nome do protocolo combate à covid-19] teve alto nível de eficácia - desde as testagens ao controle de acessos".

O Botafogo, cujo estádio Nilton Santos vem sendo utilizado como ponto de vacinação na zona Norte da capital fluminense, foi o último grande clube carioca a demonstrar insatisfação com a reabertura de estádios ao público. “No atual estágio da pandemia, caracterizada por uma crise sanitária permanente e no contexto de recordes diários de mortes, com perspectivas sólidas de piora no cenário, surpreende que o tema tenha novamente retornado à baila”.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados