Notícias

Saúde

Remédio para hipertensão pode causar câncer de pele, segundo Anvisa


O uso cumulativo do medicamento hidroclorotiazida, que é utilizado na fabricação de remédios para hipertensão arterial e tratamento de edemas, aumenta o risco do câncer de pele não-melanoma, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ainda de acordo com a Anvisa, este é o tipo de tumor mais comum e acomete principalmente pessoas de pele clara após exposição ao sol por muito tempo. Ele pode causar sangramento, dor e deformação.

É o câncer mais frequente no Brasil e corresponde a 30% dos casos de tumores malignos, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

A orientação da Anvisa para pacientes que fazem uso da hidroclorotiazida é que observem regularmente a própria pele. O tratamento não deve ser interrompido antes da consulta com o médico.