search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Reforma profunda no Teatro Carlos Gomes, após “maquiagem”
Fonte Grande
Luiz Trevisan

Luiz Trevisan


Reforma profunda no Teatro Carlos Gomes, após “maquiagem”

Nos próximos dias, a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) divulga edital de licitação para reforma e restauro do Teatro Carlos Gomes, em Vitória. Serão feitas melhorias na acústica, sonorização, climatização e parte elétrica, entre outras.

Nos últimos anos, o Carlos Gomes passou por reformas pontuais como reparo nas infiltrações e pintura. Alguns técnicos consideram que houve apenas “maquiagem” diante das necessidades do mais antigo teatro capixaba em funcionamento, inaugurado em 1927, cópia do Scala de Milão.
Valor e prazo da obra serão detalhados na licitação. Mas tão cedo o teatro não reabrirá as cortinas.

Cortinas fechadas

Inaugurado em 5 de janeiro de 1927, o Teatro Carlos Gomes, projeto do arquiteto italiano André Carloni, vai ficar muito tempo fechado devido à reforma e restauro. As últimas obras ali realizadas não resolveram questões como sonorização e parte elétrica.

Negócio das Arábias
Gestores atuais da Viação Itapemirim anunciaram possibilidade de captar R$ 2 bilhões, junto a um fundo soberano dos Emirados Árabes, para investir em aeronaves.

Parece “negócio das Arábias”, pois a empresa encontra-se em recuperação judicial. Além disso, o antigo dono e fundador, Camilo Cola, através de herdeiro, tenta recuperar o controle da empresa. A alegação é que atuais gestores não teriam cumprido acordo financeiro referente ao passivo.

No Morro do Sal
Mais de 40 casas às margens do rio, entre Vargem Alta e Jaciguá, seguem habitadas e correndo perigo.

Rio acima ...
Entre as sugestões de ambientalistas para minimizar enchentes nas cidades, uma chama a atenção: construir lagoas de vazão, às margens do rio, também conhecidas como “piscinões”. Na cheia, parte da água é desviada do leito para a lagoa. Na baixa, acionando bombeamento e comportas, a água volta ao leito.

...Rio abaixo
Há um porém: é obra tecnicamente complicada e cara. Funciona na França. Por aqui, em plena crise...

Metáfora social
Oscar de melhor filme, o sul-coreano “Parasita” bateu três meses em cartaz em Vitória. Uma explicação para tamanho sucesso é que se trata de metáfora social atualizada: no andar de cima, beleza; mas embaixo, nos subterrâneos, o bicho pega.

Ponte do desejo
Lideranças de Colatina têm um sonho de consumo em comum, que é a construção de uma terceira ponte na área urbana da cidade. Por enquanto, ainda é sonho de noite de verão.

Primeira limpeza
O rio São José, em Águia Branca, vai passar por uma limpeza nas margens, após as últimas enchentes e proliferação de animais peçonhentos e mosquitos. Demorou, pois será a primeira vez, desde a emancipação de São Gabriel da Palha, há 32 anos.

Nova programação
À espera de uma grua, para o giro das câmeras pelo cenário, a TV Assembleia prepara nova programação. Além da “Central Assembleia”, onde quatro deputados e mediador vão entrevistar autoridades, também estreia em breve podcast legislativo.

...Pregão digital
E todas as licitações da Assembleia Legislativa passarão a ser transmitidas pela internet.

Curta

Férias ameaçadas Governador Renato Casagrande programou tirar alguns dias de férias, após o Carnaval. Com atual clima na segurança pública, parece sem chance.

Bienal mantida Mesmo com os prejuízos das enchentes, a Prefeitura de Cachoeiro mantém no calendário, em junho, a Bienal Rubem Braga.

A propósito Fala do ministro Paulo Guedes, sugerindo turistar em Cachoeiro, virou meme obrigatório. Ainda mais com a cidade ainda se recuperando das enchentes.

Outros carnavais No mais, esqueça a marchinha do Zé Keti: “Vou beijar-te agora, não me leve a mal, hoje é Carnaval”. Agora soa assédio.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados