search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Rédea curta
Painel da Folha de São Paulo

Rédea curta

Proposta que tira do Judiciário e do Ministério Público a prerrogativa exclusiva de disporem sobre seus regimes jurídicos começou a tramitar no Senado.

O projeto prevê que tais atribuições possam ser tratadas também por iniciativa do Legislativo e abre margem para que os parlamentares discutam, por exemplo, os 60 dias de férias da Justiça e os penduricalhos dos tribunais. A proposição alarmou entidades de classe e assessores do STF, que veem novo sinal de tensão entre Poderes.

Linha do tempo - A Constituição delegou a formatação da Lei Orgânica da Magistratura ao Judiciário, mas disse que seria preciso atualização por meio de lei complementar –o que submeteria o tema ao Congresso. Um projeto foi enviado em 1992, mas acabou retirado anos depois a pedido do Supremo e nunca mais foi reenviado.

Mando eu - Com a proposta de emenda à Constituição, uma iniciativa do senador Luiz do Carmo (MDB-GO), o Senado sinaliza que não está mais disposto a assistir o debate de longe, sem qualquer poder de interferência.

Seta no alvo - A nova PEC restringe os temas que podem ser abordados pelo Congresso. Ela resguarda, por exemplo, a prerrogativa exclusiva do Judiciário de criar e extinguir tribunais. Pelo texto, fica claro que a mira está voltada a regalias e pagamentos extras concedidos a juízes, funcionários públicos e procuradores.

Força da gravidade - Entidades de classe e assessores do Supremo que acompanham o assunto temem que a insatisfação que tomou uma parte do Senado após a operação de busca e apreensão no gabinete do líder do governo, Fernando Bezerra (MDB-PE), na semana passada, impulsione a tramitação da proposta.

Rogai por nós - O presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Jayme Oliveira, vai ao STF contra a derrubada de 18 vetos à lei que pune o abuso de autoridade.

Abre-alas - Há expectativa de que o crédito suplementar que vai irrigar ministérios com recursos para atender demandas de senadores seja encaminhado nesta quarta (25).

Abre-alas 2 - O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), acertou o envio da verba extra no início do mês, como mostrou o Painel. Um prerrequisito para a indicação de Eduardo Bolsonaro à embaixada nos EUA.

Dói no bolso - O governador João Doria (PSDB-SP), que acabou de retornar de viagem ao Japão, disse a interlocutores, antes de reagir ao discurso de Jair Bolsonaro na ONU, nesta terça (24), que, no exterior, foi obrigado a explicar repetidas vezes a investidores que a política ambiental do governo federal não afeta SP –e que o estado não registra alta nos índices de desmatamento.

Crise poliglota - Segundo relatos, Doria foi insistentemente questionado sobre o assunto em reuniões e entrevistas em Londres, na Alemanha e no Japão. O único país que não teria colocado qualquer obstáculo ou feito ponderações sobre o tema foi a China.

Deu ruim - O governador de São Paulo ampliou a distância de Bolsonaro e têm, nos bastidores, criticado a velocidade com que o presidente se agarrou ao núcleo mais radical de seus apoiadores. Nesta terça-feira, Doria classificou a fala de Bolsonaro na ONU como "inadequada, inoportuna" e de péssima repercussão internacional.

No lixo - Investidores estrangeiros classificaram o discurso de Bolsonaro como uma oportunidade perdida de tentar retomar a confiança no país.

Tá dominado - Funcionários de Eduardo Bolsonaro e de deputado estadual do PSL foram indicados à direção da sigla na capital paulista. O 03 comanda o partido no estado. Membros de movimentos de direita, como o Nas Ruas, também foram instados a compor o diretório.

Fora de alcance - A estrutura da sigla em SP é cobiçada por Joice Hasselmann (PSL-SP), que se coloca como pré-candidata à prefeitura. Por isso, o movimento soou como uma tentativa da ala ligada a Eduardo de afastar a influência da deputada do partido.

Visita à Folha - O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, visitou a Folha nesta terça-feira (24).

TIROTEIO

"Mostrou ao mundo a miopia diante dos problemas ambientais. Por mais ideológico que seja, não deve negar a ciência."

Do presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara, Rodrigo Agostinho (PSB-SP), sobre o discurso de Jair Bolsonaro na ONU.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Força

Representantes dos três principais movimentos da sociedade civil criados em defesa da democracia, Juntos, Basta e Somos 70%, participaram ontem de uma mesma reunião pela primeira vez. No encontro, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ele não

Os critérios para definir quem pode participar dos movimentos da sociedade civil criados em defesa da democracia estão gerando debates dentro dos grupos. Ainda que se disponham a congregar pessoas de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Clássico

Depois de protestos terminarem em confronto no fim de semana, o secretário-executivo da Polícia Militar de São Paulo, coronel Álvaro Camilo, quer usar a mesma metodologia de organização dos jogos de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Tabuleiro

Apesar da disposição demonstrada pelo STF de tentar impor limites a Jair Bolsonaro, integrantes da classe política e do Judiciário avaliam que as principais investigações em andamento ainda dependem …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mesmo lado

Líderes e presidentes de partidos da centro-direita dizem, nos bastidores, ser um excesso o pedido de apreensão do celular de Jair Bolsonaro no inquérito que apura as denúncias de Sergio Moro. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinais

A suspeita de vazamentos de inquéritos sigilosos da Polícia Federal para o entorno do Presidente não se restringe ao caso de Flávio Bolsonaro. Relatório da investigação de candidaturas de laranjas em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Corrente

A disseminação reiterada de informações falsas, muitas delas com ataques a autoridades, e as ameaças do presidente da República de desdenhar de ordens judiciais fizeram ministros do Supremo se unir …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Trajetória

Alvo da Polícia Federal, a primeira-dama do Rio, Helena Witzel, tem parca experiência como advogada. Um contrato de R$ 540 mil do escritório dela com uma empresa investigada na Lava a Jato do Rio é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinuca

Pivô da crise entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro, a Polícia Federal se encontra em uma situação delicada. Com a responsabilidade de apurar as acusações do ex-ministro da Justiça, a PF se vê em risco …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Dupla dinâmica

Os ataques de Jair Bolsonaro ao STF têm na mira principalmente dois ministros, Alexandre de Moraes e Celso de Mello, que o Presidente elegeu como inimigos próprios. Ontem, Bolsonaro compartilhou um …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados