search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Recesso será teste nas ruas para a reforma
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Recesso será teste nas ruas para a reforma

A tropa de choque da reforma da Previdência na Câmara estima que, passado o recesso, os votos favoráveis às mudanças na aposentadoria no segundo turno tendem a ficar abaixo dos 379 da primeira votação porque alguns parlamentares podem sentir a pressão de suas bases nas férias. A ver. Na outra ponta da disputa, porém, o respiro entre as votações, segundo um líder do Centrão, deve ser favorável ao texto por garantir ao governo tempo para “se reorganizar”, fazer o repasse das emendas combinadas e, talvez, ampliar o leque de compromissos.

Estocada final. Tudo o que o governo segurou de recursos para os deputados em todo o semestre veio como avalanche nos últimos dias. Normal e legal. Mas ainda falta para cumprir a sua parte do acordo.

Promessa. O Planalto se comprometeu a pagar R$ 40 milhões em emendas, em duas etapas. Ainda não mandou o PLN de crédito suplementar para o Congresso, que dará a autorização orçamentária.

Saldo. No passar da régua, a expectativa é de nova vitória governista. Líderes e a equipe econômica acham que já se consolidou a ideia da necessidade da reforma Previdenciária.

CLICK. Rolou até uma feijoada com jogo de futebol nas longas sessões de votação da reforma da Previdência na Câmara este semana. Mais Brasil impossível.

Aff, tchau. Amigos de Tabata Amaral dizem que ela está chateada com o PDT. Mesmo que o partido desista de expulsá-la, ela pensa em sair. A deputada já recebeu até oferta de Fundo Eleitoral de outras siglas.

Pasto. Jair Bolsonaro arrumou um jeitinho de manter a égua que ganhou de presente do prefeito de Dom Pedrito (RS), Mario Gonçalves: vai acrescentá-la ao patrimônio da União e deixá-la na residência oficial da Granja do Torto.

Caro. O Presidente tinha dito que não poderia ficar com o presente porque ele supera o valor máximo permitido pelo Código de Conduta da Alta Administração Federal, de R$ 100.

Mimo. Mário conta ter pensado em dar uma égua mais nova a Bolsonaro, mas, quando soube que a filha do Presidente, Laura, estava aprendendo a cavalgar, escolheu um animal domado e dócil.

A loucura... Leandro Karnal, colunista do Estado, lançou “O que Aprendi com Hamlet”, livro no qual aborda ensinamentos da peça de Shakespeare, inclusive na política, como a separação entre governo e Estado, por exemplo.

... dos grandes... A pedido da coluna, o historiador respondeu à pergunta: o que o Brasil atual pode aprender com Hamlet?

... deve ser vigiada. “A não esperar a redenção pela política. Política é poder e negociação de poder. Talvez a frase (da peça) mais dramática para hoje está no rei Cláudio: “Madness in great ones must not unwatched go” (a loucura dos grandes deve ser vigiada, em tradução livre), diz Karnal.

Capacete. Novo secretário de Educação da cidade de São Paulo, Bruno Caetano vai todos os dias para o batente de motocicleta, uma aventura no trânsito paulistano. Só usa o carro oficial a que tem direito para deslocamentos durante o expediente e à serviço. “Que a gestão seja tão dinâmica quanto os deslocamentos de moto”, diz ele.

BIBLIOTECA BÁSICA

O Cerco – Michael Wolff – Objetiva
Wolff volta a escrever um livro explosivo sobre uma presidência que está sob fogo cruzado.

O que aprendi com Hamlet – Leandro Karnal – Leya
Com Valderez Carneiro da Silva, autor analisa a peça de Skakespeare e sua atualidade.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

O caminho até 2022: sertões ou Faria Lima?

Paulo Guedes antecipou e colocou na ordem do dia uma angústia que Jair Bolsonaro planejava enfrentar somente adiante: o caminho mais seguro rumo à reeleição ainda passa prioritariamente pela Avenida …


Exclusivo
Coluna do Estadão

CFM questiona “timing” do isolamento no País

Com cinco meses de pandemia e mais de 100 mil mortos, o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Luiz de Britto Ribeiro, afirmou à coluna que o “timing” do “fique em casa” pode ter …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Entorno de Temer espera um “ok” rápido de Bretas

Apesar de Marcelo Bretas já ter negado pedidos de Michel Temer para viajar ao exterior, o entorno do ex-presidente está otimista de que o juiz federal do Rio autorizará a participação dele como líder …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Por Amazônia, CEOs farão novos apelos

Um mês depois do encontro com Hamilton Mourão, o grupo de 65 empresários que cobra medidas mais duras no combate ao desmatamento na Amazônia terá uma nova rodada de reuniões com o poder público. Na …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Resistência à reeleição de Alcolumbre diminui

A pouco mais de sete meses das eleições no Congresso, o vento parece mesmo soprar com força nas velas do barquinho de Davi Alcolumbre (DEM-AP). A maioria dos 16 partidos com representação no Senado …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Centrão se fecha na defesa de Bolsonaro

Os novos aliados de Jair Bolsonaro no Congresso não se incomodaram com os depósitos da família Queiroz na conta da primeira-dama Michelle. Acostumado aos solavancos da opinião pública, aos …


Exclusivo
Coluna do Estadão

O esculacho contra a política e a vaga no STF

Lideranças de diversos partidos viram na prisão de Alexandre Baldy outra ação midiática de Marcelo Bretas para esculachar a política e os políticos, a exemplo do que o juiz já havia feito com Michel …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Lava a Jato comemora apoio de Flávio a Aras

A Lava a Jato de Curitiba comemorou em privado o apoio hipotecado em público por Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) a Augusto Aras, considerado hoje o inimigo número um da temida força-tarefa. …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Auxílio dá fôlego a “bolsonaristas” no Nordeste

Embora diga que não apoiará ativamente nenhum candidato nas eleições municipais, o presidente Jair Bolsonaro caminha para contar com uma rede de apoio no Nordeste, região onde ele foi menos votado em …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Decisão de Fachin ajuda Dallagnol no CNMP

Um dos efeitos da decisão de Edson Fachin de interromper o compartilhamento de dados das forças-tarefa com a Procuradoria-Geral da República deve ser o de enfraquecer, no CNMP (Conselho Nacional do …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados