search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Rainha do mal enciumada

Entretenimento

Para Assistir

Rainha do mal enciumada


“Esse filme é sobre abraçar sua verdadeira natureza. Espero que encoraje as pessoas a aceitarem quem são”, diz Jolie (Foto: Divulgação/ Disney)
“Esse filme é sobre abraçar sua verdadeira natureza. Espero que encoraje as pessoas a aceitarem quem são”, diz Jolie (Foto: Divulgação/ Disney)

Ora, ora, ora... Vejam só quem volta a abrir suas asas negras para voar alto nos cinemas a partir de quinta-feira (17): Malévola!

A rainha dos contos de fadas, vivida pela não menos majestosa Angelina Jolie que encontrou rendenção em sua primeira aventura pelas telonas (“Malévola”, de 2014), está enciumada e declara guerra em “Malévola: A Dona do Mal”.

Tudo começa quando Aurora (Elle Fanning) aceita casar-se com o Príncipe Phillip (Harris Dickinson) e é imediatamente acolhida pela rainha Ingrith (Michelle Pfeiffer), sua futura sogra, como se fosse sua própria filha.

Está declarada a guerra! Revoltada, Malévola se opõe ao reino e reúne novos aliados para proteger as terras mágicas que compartilham, enfrentando a afilhada que tanto ama na trama orçada em US$ 150 milhões.

CURIOSIDADES

Diferente do conto

  • O primeiro filme, “Malévola”, faturou US$ 758,5 milhões nas bilheterias mundiais e mexeu com a história da “Bela Adormecida”. Antes vista como a vilã da história, a trama de 2014 mostrou uma Malévola que esquecia seu desejo de vingança depois de encantar-se pela “Peste”, como chama a pequena princesa Aurora.

Perfeita

  • Desde o primeiro filme, Angelina Jolie escuta que foi a escolha perfeita para viver a fada negra. “Como ator, é estranho porque você coloca alguma coisa no mundo e alguém diz: ‘bem, isso é muito você’. E você pensa: ‘sério?! É mesmo?!’”, disse ela, em entrevistas, em tom de brincadeira.
  • “Quando eu recebi a ligação (sobre Malévola), eles disseram: ‘Nós pensamos que você é a única pessoa que poderia interpretar a Malévola. É muito óbvio’. E todas as outras pessoas repetem: ‘Bem, é muito óbvio’. Eu realmente não sei como eu devo me sentir sobre isso, e ainda assim eu a amo. Talvez eu deva simplesmente aceitá-la totalmente na minha vida. Eu adoro a Malévola e existe algo nela que faz eu me sentir muito orgulhosa de estar associada a ela”, completou.

As asas negras de Malévola em novo voo de sucesso (Foto: Divulgação/ Disney)
As asas negras de Malévola em novo voo de sucesso (Foto: Divulgação/ Disney)

Mensagem

  • Ainda em entrevistas, Angelina Jolie disse que o filme tem uma mensagem poderosa. “Esse filme é sobre abraçar sua verdadeira natureza. Espero que encoraje as pessoas a aceitarem quem são. Elas podem ser suaves, guerreiras, selvagens... Não importa, contanto que seja real. Estamos aqui, de alguma forma, nessa condição humana, juntos, para explorar nossas diferenças. Descobrir em que pontos somos semelhantes para nos unirmos; desafiar uns aos outros. Mas é necessário ser quem somos. Não há tempo nessa vida para fingir” refletiu.

Batalha de rainhas

  • O embate de Jolie no filme é com a estrela Michelle Pfeiffer, que vive a Rainha Ingrith. Pfeiffer disse que sua personagem é diabólica. “Sim, é um conto de fadas, mas também brinca com uma área cinzenta e fala sobre bem contra o mal e que todos nós temos um pouco de tudo em nós. Quer dizer, a minha personagem é diabólica, mas eu não a consideraria terrivelmente esperta”, afirmou, aos risos.

“Crush”

  • Angelina Jolie confessou que, quando adolescente, tinha um grande “crush” em Michelle Pfeiffer. Em entrevista ao Access Hollywood, as duas atrizes falavam ao lado de Elle Fanning, sobre os crushes da adolescência, e Fanning disse: “Eu amava Danny Zuko (John Travolta em 'Grease: Nos Tempos da Brilhantina')”. “Eu amava você em 'Grease'”, emendou Jolie, apontando para Pfeiffer.
  • A atriz estrelou a continuação “Grease 2: Os Tempos da Brilhantina Voltaram”, em 1982. “Obrigada. Eu sou o seu crush de adolescente?”, perguntou Pfeiffer. “Na verdade, sim”, respondeu Jolie, aos risos.

Elle Fanning é a princesa Aurora (Foto: Divulgação/ Disney)
Elle Fanning é a princesa Aurora (Foto: Divulgação/ Disney)
Decidida

  • Aurora (Elle Fanning) não está para brincadeira. Desta vez, ela mostra que é dona do próprio nariz e pretende casar-se sem a bênção de Malévola. “A mãe dela, obviamente, não aprova o amor pelo príncipe Phillip, e sabemos que o amor ganha e que Aurora enfrenta a Malévola. E isso é algo muito forte e pode ser chocante para os fãs. Aurora está assumindo o controle da própria vida. Mas ela faz isso com muita doçura, que é algo muito poderoso”, disse Elle Fanning em entrevistas.

Críticas

  • A crítica aprovou o filme. “'Malévola: Dona do Mal' é uma sequência visualmente espetacular. Um conto de fadas moderno, onde mulheres duronas tomam o centro do palco”, salientou Scott Menzel, da We Live Entertainment.
  • “'Malévola 2' é um conto de fadas feroz, que abraça a alegria de ser única. Essas mulheres estão com tudo, provando que o amor vem em diversas formas, tamanhos e espécies”, postou Carla Renata, do The Curvy Film Critic.
     

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados