search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

"Quero minha filha de volta e viva", diz mãe de cantora desaparecida

Notícias

Cidades

"Quero minha filha de volta e viva", diz mãe de cantora desaparecida


Renata Ribeiro, de 30 anos, desapareceu a caminho de um show em Minas Gerais (Foto: Reprodução/Facebook)
Renata Ribeiro, de 30 anos, desapareceu a caminho de um show em Minas Gerais (Foto: Reprodução/Facebook)
A mãe da cantora Renata Ribeiro, de 30 anos, continua aflita sem notícias da filha, que desapareceu na tarde de sábado (9), a caminho de um show em Minas Gerais. Muito emocionada, Shirley dos Reis Ribeiro conversou com a reportagem do Tribuna Online no início da manhã desta segunda-feira (11) e disse que está em constante oração. 

Tribuna Online: Vocês tiveram alguma notícia da Renata?

Shirley dos Reis Ribeiro: "Não recebemos notícia nenhuma".

O que vocês pretendem fazer agora? 

"Meu genro esteve ontem na delegacia de Venda Nova, mas como era domingo, só tinha um policial de plantão. Não tinha delegado e ele não pôde fazer nada. Ele voltou lá hoje para registrar o boletim de ocorrência. Acredito que a polícia vai orientá-lo. Ele falou que nem se for sozinho ele vai lá pra onde ela iria fazer o show. Não sei o que o policial vai orientar".

A sensação nesse momento é de estar de mãos atadas?

"É ruim demais. A gente vê umas coisas na televisão e pensa que na família da gente não vai acontecer. Quero minha filha de volta e viva. Peço que Deus ouça as minhas preces e as preces de todos que estão orando por ela. O filho dela tem um ano e quatro meses e mama ainda. O outro tem 7 anos".

O que te deixa mais preocupada em relação aos últimos acontecimentos que vocês tiveram conhecimento?

"Ela falou com o meu genro que do lado dela tinha uma senhora. Ela disse que comentou que precisava dormir para chegar lá bem para fazer o show e falou que essa senhora deu remédio para ela dormir. Entre 14h30 e 15 horas, ela disse que estava tão sonolenta que não conseguiu levantar para ir ao banheiro. Eu tenho medo que alguém tenha tirado ela do ônibus. Tudo indica que ela não saiu de Manhuaçu de ônibus".

Entenda o caso

A cantora capixaba Renata Ribeiro Cardoso, de 30 anos, está desaparecida desde a tarde do último sábado. Ela é moradora de Marechal Floriano, região Serrana do Estado, e estava a caminho de um show na cidade de Itanhomi, em Minas Gerais.

De acordo com a família da cantora, Renata pegou um ônibus em Viana, às 7h40 de sábado, até Manhuaçu, em Minas Gerais. De lá, ela embarcaria em outro coletivo, para Governador Valadares, para, então, seguir até o destino do show, em Itanhomi.

“Às 11 horas de sábado, ela mandou mensagem para o noivo, que a levou para Viana, falando que alguém dentro do ônibus tinha dado um remédio para ela dormir”, contou o ator Ritieli Ricardi, de 32 anos, irmão da cantora.

Depois dessa mensagem, o noivo ainda recebeu outra à tarde, às 15 horas. “Ela disse que estava em Realeza, distrito de Manhuaçu. Desde então, não tivemos mais notícias”, lamenta Ritieli.

A cantora não apareceu no show em Itanhomi, que seria na noite de sábado. O noivo dela, de acordo com o irmão, foi até a delegacia de Venda Nova do Imigrante, na noite de ontem, registrar o desaparecimento.

Ontem, amigos da cantora viram o perfil dela online em uma rede social. “Mas nenhuma mensagem que enviamos para ela foi respondida”, disse o irmão.

Renata, que é de Domingos Martins, mas mora em Marechal Floriano, tem dois filhos: um de 7 e outro de 1 ano. Segundo o irmão, ela e o noivo têm uma mercearia e, aos finais de semana e feriados, a cantora se dedica à música.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados