Flávio Dias

Flávio Dias


Quem são seus ídolos?

Fábio é quem mais vestiu a camisa do Cruzeiro (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro E.C)
Fábio é quem mais vestiu a camisa do Cruzeiro (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro E.C)
Fábio voltou a ser decisivo. No empate com o Grêmio, ele pegou pênalti do Luan (e como perde pênalti o Luan!) e garantiu o ponto fora de casa para o Cruzeiro. Mas o goleiro é mais do que um pegador de pênaltis. Fábio está entre os maiores ídolos da história do Cruzeiro!

São 771 jogos pela Raposa, número que o coloca como o jogador que mais vezes vestiu a camisa celeste (o segundo é o volante Zé Carlos, campeão da Libertadores de76, com 633 partidas). Desde 2005 no clube, ganhou dois Brasileirões (2013 e 2014), duas Copas do Brasil (2000 e 2017) e seis Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011,2014 e 2018).

Em 2018, pode dar a volta olímpica ainda na Copa do Brasil e na Libertadores. Aí, vai pedir estátua...
Fábio , 37 anos, é ídolo. Indiscutível. Sorte dos cruzeirenses.

***

E o seu time?

Se os cruzeirenses têm o Fábio, quem mais no futebol brasileiro tem um ídolo indiscutível? Aquele jogador que representa o clube, tem identificação com o torcedor, faz o clube vender camisas, leva torcedor ao estádio...

Está difícil encontrar esse tipo de ídolo hoje em dia.

O São Paulo, líder do Brasileirão, não tem. O vice-líder tem. No Inter, D’Alessandro manda. Mesmo em final de carreira, é ídolo dos colorados. O Flamengo tem o Juan, mas arrisco que o ídolo do time no início da temporada era o Júlio César. Questão de carisma. Lá no Sul, o Grêmio tem um ídolo e tanto: Renato Gaúcho. Preenche todos os requisitos!

Cássio é o maior goleiro da história do Corinthians? (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)
Cássio é o maior goleiro da história do Corinthians? (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)
Situação parecida com a do Palmeiras atual, que também tem como ídolo o seu treinador, Felipão.
No Atlético/MG, o Luan é quem mais se aproxima da posição de representante maior da torcida. Mas tem o “São Victor” lá também!

Voltando ao futebol paulista, Cássio seria o maior ídolo do Corinthians? Há quem o coloque como maior goleiro da história do clube! Mas é uma idolatria como a que tiveram, por exemplo, Neto e Marcelinho? Não acho. No Santos, identificação zero entre torcedor e time. Depois de muito tempo, o Peixe ficou sem um ídolo, quebrando a sequência de Diego, Robinho e Neymar.

***

Candidato

Pedro é candidato a ídolo tricolor (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C)
Pedro é candidato a ídolo tricolor (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C)
O Fluminense tem um grande candidato a ídolo. O problema é saber se haverá tempo para colocar Pedro nesse posto. Já escrevi sobre isso e, sinceramente, não acredito que dará tempo.

No Vasco, esse candidato era o Paulinho. Que já foi embora...

O Botafogo tem um ídolo, o goleiro Jefferson. Infelizmente, por questões físicas, não joga. Mas merece uma despedida grandiosa ao final do ano.