search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Quando a esperteza é demais
Painel da Folha de São Paulo

Quando a esperteza é demais

A Receita driblou ordem do Tribunal de Contas da União e, alegando seguir recomendação da Procuradoria-Geral da Fazenda, se recusou a enviar à corte os nomes de auditores que acessaram dados fiscais sigilosos de membros do Legislativo e do Judiciário federal nos últimos anos.

Em documento enviado à corte, o fisco afirma que "entende ser possível encaminhar a quantidade", mas não as identidades dos auditores. De 2014 a 2018, 1.073 peritos acessaram informações de autoridades.

*

Cortina de ferro - O documento foi enviado pelo secretário da Receita, Marcos Cintra. O número de auditores citados no texto se restringe aos que acessaram dados de contribuintes em procedimentos formais, ou seja: não contabiliza violações sem justificativa. E é essa a principal suspeita sobre o fisco.

Ops - A Receita listou CPFs de 3.353 agentes públicos que foram alvo de procedimentos do fisco. Analistas do TCU que já se debruçaram sobre a lista dizem que o número do documento do ministro Gilmar Mendes, do STF, por exemplo, não aparece na relação.

Ops 2 - Mendes foi o primeiro integrante da corte a acusar a Receita de violar seu sigilo por perseguição política. O próprio fisco havia admitido que o ministro e sua mulher foram alvo de uma fiscalização.

Você amanhã - O relatório da Receita chegou ao TCU no mesmo momento em que auditores da corte recomendaram responsabilização do ex-secretário do órgão Jorge Rachid e seu adjunto. Motivo: descumprimento de determinação do tribunal, em 2016. As penas vão de multa à inabilitação para cargo público por até 8 anos.

Prepara - A recente exoneração do ex-presidente da ABDI, Guto Ferreira, não encerra a crise no segundo escalão do Ministério da Economia. Aliados do executivo afirmam que ele tem mais artilharia contra o secretário de Competitividade, Carlos da Costa, e que está reunindo provas.

Chumbo grosso - Pessoas próximas a Ferreira dizem que ele teria confidenciado que levou as denúncias à cúpula da Economia em junho, e que o ministro Paulo Guedes (Economia) não teria se mexido.

Afasta de mim - Integrantes da pasta, por sua vez, dizem que nenhuma queixa foi formalizada e que foi disparada ordem para auditoria interna a partir de publicações na imprensa.

Divórcio litigioso - A renúncia de seis procuradores que trabalhavam com Raquel Dodge na PGR é o capítulo final de um longo desgaste. O Painel mostrou em maio que nomes de confiança da procuradora-geral já falavam em deixar postos dizendo que se ela fosse reconduzida teria dificuldade de montar uma equipe.

Apontar... - A Associação Nacional dos Procuradores recomendou que colegas que não tenham sido eleitos pelos pares para cargos no Ministério Público Federal não aceitem nomeações na atual gestão. Dodge antecipou a indicação de quadros que vão atuar na Justiça Eleitoral, por exemplo.

...Fogo - A entidade avalia que é preciso aguardar a formalização do nome escolhido por Jair Bolsonaro para a cúpula do órgão. Procuradores dizem que se o presidente de fato nomear o subprocurador Augusto Aras ninguém deve menosprezar a chance de reação da categoria.

Barraco - As deputadas Joice Hasselmann (PSL-SP) e Carla Zambelli (PSL-SP) tiveram novo e grave embate no grupo do partido nesta quarta (4). Joice criticou o fato de que o filho da colega ter ingressado no colégio militar sem passar por concurso. O clima esquentou tanto que Zambelli ameaçou sair do partido.

Sem saída - Parte da equipe econômica admite rever o teto de gastos. A condição é adotar medidas que permitam mexer nas despesas obrigatórias –como salários de servidores. A discussão, diz essa ala, vai se impor com o debate do Orçamento de 2021. Chegar à compressão de custos necessária seria missão impossível.

Visita à Folha - Sidney Klajner, presidente do Hospital Israelita Albert Einstein, visitou a Folha nesta quarta (4), onde foi recebido em almoço. Estava acompanhado de Vanessa Amorim, gerente de Marketing do hospital, e Debora Pratali, diretora-executiva da JeffreyGroup.

TIROTEIO

"O presidente é a broxada do ano e quer falar de ejaculação precoce? Ele fantasia muito, tipo masturbação política."

Do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), após Jair Bolsonaro dizer à Folha que João Doria é uma 'ejaculação precoce', sem chance em 2022.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Devidamente avisado

Auxiliares de Jair Bolsonaro foram informados por volta das 6h de ontem de que partidários de Juan Guaidó haviam invadido a Embaixada da Venezuela. Ao Planalto, a notícia chegou por María Teresa …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Vinde a mim

Do nome ao manifesto, a identidade do novo partido de Jair Bolsonaro foi concebida para mesclar temas do militarismo com os de religião, num aceno ao que o Presidente vê como bases prioritárias. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Caminho do meio

Partidos de centro e de esquerda articulam apoio a uma proposta alternativa à que quer reabilitar a autorização para prisão em segunda instância. A tese que tem ganhado mais adeptos é a indicada …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Distância regulamentar

Integrantes do governo pretendem criar uma espécie de quarentena para servidores públicos que queiram se candidatar a cargos políticos. Pela proposta, ocupantes de carreiras de Estado terão de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Aqui me tens de regresso

"Deu certo". Foi assim que um agente da Polícia Federal anunciou a Lula e aos que aguardavam com ele, na carceragem, a decisão sobre o pedido de soltura. O ex-presidente não chorou, mas, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O retorno

Às vésperas da decisão do STF que revogou a autorização para prisão em segunda instância, líderes de partidos de centro e centro-direita começaram a cotejar o impacto da saída do ex-presidente Lula …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Plano de fuga

Operadores que conhecem o mercado de petróleo perceberam, na semana passada, que havia risco de o aguardado megaleilão do pré-sal não suprir as expectativas despertadas pelo governo. Executivos …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Força das circunstâncias

O conflito de versões da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio sobre a obtenção da planilha que vinculou o nome de Jair Bolsonaro a suspeito do assassinato de Marielle Franco renovou a …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Pau que dá em Chico

Com o partido em pé de guerra, integrantes do PSL passaram a defender a quebra do sigilo do cartão corporativo de Jair Bolsonaro. Deputados argumentam que falta isonomia ao Presidente, que …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Certo pelo duvidoso?

Atos e discursos autoritários feitos pelos Bolsonaros na última semana reavivaram discussões sobre alterar a Constituição para permitir a reeleição do atual comando do Congresso: Rodrigo Maia …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados