search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

PV: entre o governo e o prefeito
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


PV: entre o governo e o prefeito

O Partido Verde faz parte da base aliada do prefeito de Vitória, Luciano Rezende (Cidadania), e também da base do governador Renato Casagrande (PSB).

Na prefeitura, o PV ocupa a Secretaria de Esporte, com Antônio Louzada. No governo, a de Meio Ambiente, com Fabrício Machado.

Intenção é que o partido apoie tanto o Cidadania quanto o PSB nas eleições do ano que vem, mas na disputa a prefeito de Vitória, o PV vai ficar numa saia-justa. Isso porque os dois partidos pretendem lançar candidatura própria e o PV tem um compromisso com o Cidadania, que já lançou o deputado estadual Fabrício Gandini a prefeito – compromisso esse que o presidente do partido, Fabrício Machado, pretende cumprir.

“Em Vitória o PV já tem um posicionamento. Mesmo que tenha uma candidatura do PSB, acho que precisamos manter a coerência com aquilo que já tratamos. Apoiaremos o candidato do PSB tranquilamente se o Cidadania não tiver candidato”.

Nome próprio na Serra
Para a disputa à Prefeitura da Serra, o PV vai apostar na ex-chefe de Polícia Civil Gracimeri Gaviorno. Porém, se a candidatura não vingar, o PV pode apoiar o PSB, que deve lançar o deputado licenciado e secretário de Ação Social, Bruno Lamas, para a disputa. “As tratativas vão passar pelo PSB”, disse o presidente verde, Fabrício Machado.

Podemos com Amaro?
Se o deputado federal Amaro Neto (Republicanos) lançar candidatura à Prefeitura de Vitória, o Podemos deve caminhar lado a lado com ele.

O presidente estadual do Podemos, prefeito Gilson Daniel, tem sido visto constantemente com o deputado. O partido ainda não nomeou a Executiva do diretório da capital, que cuidará das eleições.

A ex-prefeita e o pinto
Para fugir da chuva, um pintinho se abrigou no carro da ex-prefeita de Rio Novo do Sul Maria Albertina e percorreu mais de 4h de estrada, piando, até chegar a Vitória. Ele deu trabalho para ser capturado. “Ficou todo mundo correndo atrás do pinto. Vou levar ele pra casa e cuidar dele”, disse Albertina.

Os ausentes
Sete deputados faltaram à reunião-almoço com o governador, ontem. Lorenzo Pazolini, Hudson Leal, Theodorico Ferraço, Capitão Assumção, Vandinho Leite, Marcos Mansur e Carlos Von não compareceram e Rafael Favatto chegou no final.

O presidente da Assembleia, Erick Musso, sentou ao lado do governador, mas não foi tocado no assunto da PEC que antecipa a eleição da Mesa Diretora. Deputados disseram que o clima foi tranquilo.

Prisão de até 8 anos para quem divulgar mentira
O Senado derrubou veto do presidente Jair Bolsonaro e tornou crime a disseminação de fake news nas eleições. A Lei 13.834/19 tipifica o crime de denunciação caluniosa com finalidade eleitoral, com condenação de até oito anos de prisão e multa. A lei também estabelece como crime a instauração de investigação policial, processo judicial, investigação administrativa ou inquérito contra candidato que seja sabidamente inocente, segundo a Agência Senado.

Galeria

Motivo de força maior
Por conta das chuvas, o prefeito de Vila Velha, Max Filho, adiou a assinatura da ordem de serviço da nova sede do Procon, marcada para hoje.

Segurança em Vila Velha
A Comissão de Segurança da Assembleia faz às 18h30 de hoje, na Câmara de Vila Velha, audiência pública para tratar dos índices de criminalidade em duas regiões (3 e 4) do município que, juntas, concentraram 41 homicídios no ano.

Investimento em saúde
O governo apresenta hoje os 482 profissionais da Saúde – 253 médicos, 129 enfermeiros e 100 cirurgiões-dentistas – que atuarão nas equipes de Saúde da Família.

Na mira dos Holofotes
E antes de sair de licença-saúde, a senadora Rose de Freitas foi responsável por uma derrota do governo federal. O voto em separado dela derrubou MP que desobrigava empresas a publicar balanço em jornais.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados