search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Procuradores divididos em relação à Lava a Jato
Painel da Folha de São Paulo

Procuradores divididos em relação à Lava a Jato

Nota publicada nesta segunda-feira (15) pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), um braço do Ministério Público Federal (MPF), escancarou a divisão que existe no órgão em relação à Lava a Jato de Curitiba. Hoje, dizem procuradores, o Ministério Público espelha a polarização da sociedade. A PFDC é identificada com a esquerda, crítica à força-tarefa. Há, na outra ponta, quem defenda o grupo com unhas e dentes. A maioria estaria no centro: tem reparos à ação dos colegas, mas não quer validar o "crime de um hacker".

Papo reto - A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão afirmou na nota que é inadmissível que o Estado, "para reprimir um crime, por mais grave que seja, se transforme, ele mesmo, em um agente violador de direitos". A PFDC falava especificamente sobre o vazamento de mensagens de integrantes da Lava a Jato de Curitiba e do ex-juiz Sérgio Moro.

O fato e as versões - As mensagens foram obtidas pelo The Intercept Brasil, que informou ter recebido o material de fonte anônima. Os procuradores e o hoje ministro da Justiça, Moro, têm atribuído o vazamento à ação de um hacker.

Eu avisei - Reportagem publicada pela Folha em parceria com o The Intercept, no domingo (14), sobre planos de Dallagnol para lucrar com palestras reavivou debate há muito travado internamente no MPF. Quando procuradores de Curitiba passaram a aparecer em atos com remuneração, houve desconforto.

Eu avisei II - Os membros da Procuradoria-Geral da República (PGR) que atuavam no gabinete de Rodrigo Janot e os da força-tarefa da Lava a Jato do Rio, por exemplo, nunca cobraram por palestras.

Ali onde eu chorei - Mesmo entre os críticos de Dallagnol, há certa solidariedade e espírito de corpo. É comum ouvir de colegas de carreira do procurador que ele é "bem-intencionado" e que ninguém sobreviveria à publicação de três anos de mensagens enviadas em um ambiente de comunicação privado.

Para cima - Integrantes do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) devem debater em agosto medidas a respeito das mensagens já publicadas pela imprensa.

Para cima II - Advogados que compõem o colegiado defendem provocar tribunais e órgãos de controle para apurar o plano de Dallagnol de criar com um colega uma empresa de palestras no nome de suas mulheres, caso revelado pela Folha e pelo The Intercept.

Aqui é o meu lugar - Governadores do Nordeste já começam a se articular pela próxima reforma, a tributária. Enviaram mensagens ao presidente da comissão especial, Hildo Rocha (MDB-MA), para marcar reunião e conhecer detalhes do projeto.

Nado sincronizado - Hildo Rocha e o relator do projeto, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), se reúnem nesta semana, pela primeira vez, para afinar o discurso e delinear o cronograma da reforma tributária na Câmara.

Entre os meus - Embora o governo defenda como ponto de partida a unificação dos impostos federais, a visão inicial de Hildo Rocha é a de que o ICMS, arrecadado pelos estados, faliu e, por isso, precisa ser revisto com urgência.

Gente nossa - Prevalecendo essa posição, ganha força o projeto do deputado Baleia Rossi (MDB-SP), que vai na direção oposta do proposto pelo governo Bolsonaro, mas tem o aval e o carimbo do time do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Porque és o avesso... - A reação de Jair Bolsonaro às críticas ao anúncio de que pretende indicar o filho Eduardo embaixador dos EUA fez, mais uma vez, o presidente ser comparado à petista Dilma Rousseff. Nesta segunda, ele disse que, se a imprensa critica sua escolha, é porque ele está no caminho certo.

...do avesso - Quem acompanha Brasília lembrou imediatamente do dia em que Dilma, após a The Economist publicar texto cobrando a demissão de Guido Mantega da Fazenda, declarou que não aceitava "ordens de editoriais".

Visita à Folha - Gabriel Fontes Paiva, presidente da Associação de Produtores Teatrais Independentes (APTI), visitou a Folha nesta segunda-feira. Estava acompanhado de Odilon Wagner, ator, produtor e vice-presidente da APTI.

Tiroteio
"Cobrar por palestra realizada? Absurdo! Bom mesmo é palestra que ninguém nunca viu e paga com dinheiro desviado."

Da deputada Bia Kicis (PSL-DF), sobre as mensagens em que Deltan Dallagnol traça um plano para lucrar com palestras e eventos.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

DNA da fuga

O governo de São Paulo afirmou ter identificado apenas um fugitivo que teve passagem por uma prisão do estado, entre os 75 que fugiram de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O secretário de Administra…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ponta do novelo

O vídeo com alusão ao nazismo que derrubou o secretário de Cultura, Roberto Alvim, acentuou o racha na comunidade judaica no País. O grupo Judeus pela Democracia pretende usar o episódio para …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com fé, eu vou

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), baixou na última semana resolução que cria uma via rápida para a aprovação de isenção do IPTU para templos religiosos. A medida entra em vigor em 1º de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A parte pelo todo

Ao conversar com Jair Bolsonaro, ontem, sobre o vídeo gravado por Roberto Alvim – secretário da Cultura que acabou demitido no episódio –, o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Homem ao mar

Como forma de reduzir a crise na Secretaria de Comunicação, auxiliares de Jair Bolsonaro avaliam que Fábio Wajngarten tem que agir de modo mais efetivo e deveria optar por afastar Fábio Liberman, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Devagar com o andor

Apesar da intenção de apresentar a reforma administrativa em fevereiro, a equipe econômica foi advertida de que trechos incomodam algumas categorias de servidores e podem complicar o avanço do tema. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Espólio de guerra

Um dos pontos que o governo avalia para a venda dos Correios é o que fazer com um contingente de cerca de 40 mil pessoas que possivelmente vão perder o emprego com a privatização da estatal. Em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ao gosto do freguês

Advogados que atuam em causas penais já vislumbram a possibilidade de usar o juiz das garantias a favor de réus que hoje defendem. Um dos pontos que emergem é a leitura de que a nova figura …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Deixa para amanhã

Governadores de nove estados abriram mão de economizar parte de um total de R$ 2,58 bilhões em 2020 e 2021 ao adiarem o início da vigência de pontos da reforma da Previdência dos militares estaduais …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A César o que é de César

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou a redução do valor do DPVAT neste ano não encerra a queda de braço travada pela área econômica com as administradoras do seguro. A …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados